“Moonlight” rouba importância de “La La Land” após erro histórico no Oscar

Oldtelevisionset.png

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

Parecia que a noite iria consagrar “La La Land: Cantando Estações”, ganhador de seis Oscars, com um epílogo “Made in Hollywood”, mas após o erro histórico ao anunciar o prêmio de Melhor Filme, “Moonlight: Sob a Luz do Luar” ficou com a estatueta e roubou a importância em um imprevisto final.

Moonlight foi uma série de TV norte-americana, apresentada nos Estados Unidos pela rede CBS, no Brasil pela Warner e em Portugal pela FOX.

Tudo assinalava para que “La La Land”, após obter os prêmios de Melhor Diretor , Melhor Atriz , Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Canção , Melhor Design de Produção e Melhor Fotografia, seria coroado como melhor filme e, de fato, assim anunciaram Warren Beatty e Faye Dunaway.

No entanto, algo não se encaixava.

Notou-se na facezinha do veterano ator, que ao abrir o envelope sentiu que tinha algo insólito. Entregaram a eles um envelope errado. Porém, como ninguém da Academia se pronunciou, Beatty prosseguiu e lhe passou o envelope para Faye, que leu o nome de “La Land”, que aparecia junto ao de Emma Stone, justamente a premiação entregue antes, a de Melhor Atriz.

“Há um erro. ‘Moonlight’, você é o ganhador do Melhor Filme. Quando toda equipe estava no palco, isso não é uma piada”, declarou Jordan Horowitz, um dos produtores de “La La Land”.

E Barry Jenkins, diretor de “Moonlight” e que já tinha vencido o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, só teve tempo de declarar: “Para o inferno com sonhos, porque esta é a realidade”.

Esse poderoso drama independente também ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, com Mahershala Ali, que se tornou no primeiro intérprete muçulmano a vencer o prêmio da Academia e que foi pai pela primeira vez há quatro dias.

Adele Romanski, Dede Gardner e Jeremy Kleiner receberiam o prêmio em caso de triunfo, embora uma das pessoas decisivas para levantar o projeto tenha sigo Brad Pitt, que figura como produtor executivo através de sua companhia Plan B.

Na segunda-feira 30 de janeiro “La La Land: Cantando Estações” havia vencido de sábado o principal prêmio do Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos, um dos termômetros do Oscar.

A noite não foi uma narração de fadas que se esboçava para “La La Land”, mas sim para seu diretor, Damien Chazelle, que se tornou no mais jovem da história, 32 anos e um mês, em conquistar o troféu.

Quando o projeto se tornou uma produção de America, várias famosas atrizes de Michèle Leblanc , uma mulher que busca represália após padecer uma brutal agressão sexual , recusaram o papel de Hollywood que o consideraram bastante arriscado.DENZEL WASHINGTON, uma questão pessoal.

“Este é um filme sobre afeição e eu me apaixonei durante as filmagens. Significa tudo que você esteja comigo aqui hoje”, declarou Chazelle, se referindo a Olivia, sua esposa. Emma Stone, que declarou que “Moonlight” é “um dos melhores filmes da história” e que a situação vivida no palco tinha sido “um dos momentos mais loucos de todos os tempos”, ganhou como Melhor Atriz e superou Isabelle Huppert , Ruth Negga , Natalie Portman e Meryl Streep .

Já Casey Affleck conquistou o Oscar de Melhor Ator pelo drama “Manchester à Beira-Mar” e dedicou aovtriunfoa Kenneth Lonergan, diretor do filme e vganhadorda estatueta de Melhor Roteiro Original: “Sem ele, eu não estaria aqui, certamente”.

Viola Davis completou os prêmios de interpretação com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, por “Um Limite Entre Nós”.

A cerimônia, de 3h45 de duração, iniciou com uma aparência bastante colorida e juvenil com Justin Timberlake e sua musiquinha “Can’t Stop the Feeling”, que colocou toda a plateia para dançar.

Durante a primeira metade da cerimônia, houve uma divisão entre os ganhadores, e “La La Land” não levou sua primeira estatueta nos primeiros 100 minutos do acontecimento.

Entre as notas mais marcantes se realça o Oscar de Melhor Figurino, conseguido por Colleen Atwood com “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, a primeira estatueta dourada conseguida por um filme do universo “Harry Potter”.

O canadense Denis Villeneuve, imerso na ficção científica com “Blade Runner 2049″, que vai chegar aos cinemas em outubro, sugere em “A Chegada” um encontro com extraterrestres onde os seres humanos tentam se comunicar com os mais diversas técnicas.

Se mencionou a saga original em 14 ocasiões, mas jamais conquistou a estatueta.

Já o maior perdedor na história do Oscar até agora, Kevin O’Connell, quebrou a maldição e após 21 indicações conseguiu triunfar e venceu a categoria de Melhor Mixagem de Som, por “Até o Último Homem”, ao lado de Andy Wright, Robert Mackenzie e Peter Grace.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, United Kingdom

Cities: Manchester, Hollywood

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>”Moonlight” rouba importância de “La La Land” após erro histórico no Oscar
>>>>>”La La Land”, o grande favorito contra “Moonlight” e “Manchester À Beira-Mar” – February 26, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>Emma Stone, a grande favorita ao Oscar contra Huppert, Portman e Streep – February 26, 2017 (EfeGeneric)
>>>>>Casey Affleck aguarda grande oportunidade de conquistar 1º Oscar da carreira – (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 176 60 NONE 13 (tacit) eu: 10, eu: 2, me: 1
2 La_Land 80 0 OTHER 7 La_Land: 6, La (referent: La_Land): 1
3 Moonlight 80 0 PERSON 6 Moonlight: 4, La (referent: Moonlight): 2
4 estatueta 0 0 NONE 5 sua primeira estatueta: 1, a estatueta: 3, a primeira estatueta dourada: 1
5 Emma Stone 400 160 PERSON 3 Emma_Stone: 1, Emma_Stone um de os melhores filmes de a história e sido um de os momentos mais loucos de todos os tempos e: 2
6 Hollywood 0 0 PLACE 3 Hollywood: 3
7 Porém e de La Land 0 0 PERSON 3 Porém e de La Land: 3
8 erro 0 180 NONE 2 o erro histórico: 1, um erro: 1
9 envelope 0 90 NONE 2 um envelope errado: 1, o envelope: 1
10 E Barry_Jenkins diretor de Moonlight e só teve tempo de dizer Para o inferno com sonhos porque esta 280 0 PERSON 2 E Barry_Jenkins diretor de Moonlight e só teve tempo de dizer Para o inferno com sonhos porque esta: 2