Alta em oferta mundial de petróleo pode superar procura em 2018, declara AIE

Por: SentiLecto

A ampliação na produção mundial de petróleo, liderado pelos Estados Unidos, possivelmente ultrapassará o crescimento na procura neste ano, alegou a Agência Internacional de Energia nesta terça-feira.

Depois que o Fundo Monetário Internacional aumentou sua perspectiva para a expansão da economia mundial este ano e em 2019, a agência ampliou a previsão de crescimento na procura por petróleo em 2018 para 1,4 milhão de barris por dia ante estimativa anterior de 1,3 milhão.

A Opep informou que a procura global por petróleo ampliará para 1,59 milhão de barris por dia neste ano, alta de 60 mil bpd na comparação com a previsão anterior.

Na terça-feira 16 de janeiro as negociações de Wall Street haviam sido afetadas pela fraqueza nas ações da General Electric e por custos mais baixos do petróleo que haviam arrasado papéis de companhias ligadas à commodity.

A procura por petróleo subiu a uma taxa de 1,6 milhão de barris por dia em 2017, declarou a AIE, em relatório mensal. Entretanto, o rápido crescimento da produção pode superar qualquer progressão na procura e começar a aumentar os estoques da commodity.

Mesmo assim, o mercado mundial só regressará ao equilíbrio no fim de 2018, pois os custos mais altos incentivam os Estados Unidos e outros produtores não integrantes da Opep a produzir mais, informou o grupo em relatório mensal.

A AIE alegou: “Hoje, depois de cortar preços acentuadamente, os produtores norte-americanos estão aproveitando uma segunda onda de crescimento tão extraordinária que em 2018 a ampliação da produção delas vai poder se equiparar ao crescimento da procura mundial”.

“Em somente três meses até novembro, a produção de petróleo dos EUA subiu em colossais 846 mil barris por dia e vai em breve superar a da Arábia Saudita. Até o final deste ano, também poderá superar a Rússia e virar um líder mundial.”

A produção de petróleo dos EUA pode alcançar 11 milhões de barris por dia até o final deste ano, segundo estimativas da agência de informações de energia dos EUA.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo , junto com outros exportadores como a Rússia, fizeram um acordo para conservar limitação sobre a oferta da commodity pelo segundo ano em 2018 para forçar queda nos estoques e apoiar os custos.

Faz 2 meses, os estoques de petróleo em as nações mais ricas de o mundo caíram 55,6 milhões de barris, para 2,851 bilhões de barris, a queda mensal mais acentuada desde fevereiro de 2011, alegou a AIE.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Saudi Arabia, Russian Federation

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Alta em oferta mundial de petróleo pode superar procura em 2018, declara AIE
>>>>>Opep projeta maior demanda por petróleo em 2018 – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 barris 0 0 NONE 7 barris: 6, 846_mil barris: 1
2 demanda 0 0 NONE 5 a demanda: 3, a demanda mundial: 1, A demanda: 1
3 petróleo 0 0 NONE 5 petróleo: 3, o petróleo: 2
4 AIE 0 0 ORGANIZATION 3 a AIE: 3
5 Opep 0 0 ORGANIZATION 2 a Opep: 1, A Opep: 1
6 a Rússia 0 0 PLACE 2 a Rússia: 2
7 final de este ano 0 0 NONE 2 final de este ano: 2
8 preços 0 0 NONE 2 preços: 1, os preços mais altos: 1
9 relatório 0 0 NONE 2 relatório mensal: 2
10 a fraqueza 0 70 NONE 1 a fraqueza: 1