Argentina aumenta crédito com FMI em US$3 bi a US$5 bi, declara jornal La Nación

Por: SentiLecto

O governo argentino fez um acordo com o Fundo Monetário Internacional para aumentar o crédito em um valor entre 3 bilhões e 5 bilhões de dólares para cobrir suas necessidades financeiras, informou o jornal La Nación em seu site nesta segunda-feira.

O aumento do crédito vai ser adicionada aos 50 bilhões de dólares que o país já assinou com o FMI em junho para enfrentar uma crise financeira que provocou uma desvalorização do peso de 50 por cento até agora neste ano.

O déficit deste ano esperado por sua gestão equivale a 2,6 por cento do Produto Interno Bruto . Na segunda-feira, o governo divulgou sua proposta orçamentária de 2019. A lei oferece cortes de gastos e ampliações de impostos sobre exportações como maneira de atingir o equilíbrio fiscal.Faz 4 meses, as vendas generalizadas de o peso iniciaram, provocadas por alta inflação e dúvidas sobre a habilidade de o banco central de pagar sua crescente dívida de curto prazo em os chamados títulos Lebac. Faz 1 mês, a economia desde então entrou em recessão com a inflação acima de 34 por cento em agosto.O índice acionário local Merval .MERV> subia 3,4 por cento.A moeda de Argentina foi valorizada 2,6 por cento para fechar a 37,28 pesos por dólar em esta sexta-feira, beneficiada por o fluxo de ingresso de dólares, conforme os investidores adquiriam notas de o Tesouro oferecidas em esta semana a taxas de juros de cerca de 50 por cento. O peso ganhou 6,95 por cento desde segunda-feira, depois de recuar cerca de metade de seu valor neste ano até agora.

Na quinta-feira 06 de setembro o Fundo Monetário Internacional havia informado que desejava concluir as negociações para “fortalecer” o suporte de 50 bilhões de dólares à Argentina “o mais rápido possível”, conforme o peso e as ações do país a avançavampelo segundo dia consecutivo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Argentina

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Argentina aumenta crédito com FMI em US$3 bi a US$5 bi, declara jornal La Nación
>>>>>Peso argentino sobe com otimismo por conversas com FMI – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Peso argentino se fortalece com otimismo por conversas com FMI – September 20, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Peso argentino se valoriza com otimismo sobre acordo com FMI; desafios permanecem – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 por_cento 0 0 NONE 4 2,6 por_cento: 1, 6,95 por_cento: 1, 3,4 por_cento: 1, 34 por_cento: 1
2 inflação 0 0 NONE 2 a inflação: 1, alta inflação: 1
3 o Fundo_Monetário_Internacional 0 0 PLACE 2 o Fundo_Monetário_Internacional: 2
4 peso 0 0 NONE 2 O peso: 1, o peso: 1
5 cortes de gastos e aumentos de impostos 0 115 NONE 1 cortes de gastos e aumentos de impostos: 1
6 recuar em este ano até agora 0 60 NONE 1 recuar em este ano até agora: 1
7 uma desvalorização de o peso de 50 por_cento 0 50 NONE 1 uma desvalorização de o peso de 50 por_cento: 1
8 necessidades financeiras 0 40 NONE 1 necessidades financeiras: 1
9 as vendas generalizadas de o peso 0 35 NONE 1 As vendas generalizadas de o peso: 1
10 ampliar o crédito em um valor entre 3_bilhões_e_5_bilhões de dólares 75 0 NONE 1 ampliar o crédito em um valor entre 3_bilhões_e_5_bilhões de dólares: 1