FarmFreshbuilding.png

Bovespa fecha no vermelho pelo 4º pregão seguido, com precaução por política

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

– O principal índice da bolsa paulista fechou em leve baixa nesta terça-feira, engatando o quarto pregão seguido no vermelho, com investidores adotando precaução diante da cena política local e de olho nos nervosismos entre Coreia do Norte e Estados Unidos. O Ibovespa fechou em queda de 0,17 por cento, a 74.318 pontos, acumulando perda de 2,22 por cento em quatro pregões. O giro financeiro adicionou 9,46 bilhões de reais. Após duas tentativas frustradas por falta de quórum, a leitura no plenário da Câmara dos Deputados da nova acusação contra o presidente Michel Temer aconteceu nesta terça-feira, dando começo à tramitação na Casa. Em meio ao processo da acusação contra o presidente, aumentaram os receios de atraso nas reformas, incluindo a da Previdência, o que tem auxiliado a conservar a precaução nos mercados. O administrador de renda mutável da corretora H.Commcor Ari Santos declarou: “O clima político meio abalado ergue dúvidas sobre o que governo vai ter que ceder a mais para conter a acusação”. O movimento de ajuste na bolsa, contudo, tem sido restringido por cenário econômico mais positivo, com inflação baixa e tendência de queda para a taxa de juros, o que favorece a migração para investimentos para a renda mutável. Mbora a sessão tenha, investidores seguem atenciosos ainda àostnervosismosggeopolíticos e sido menos turbulenta do que na véspera, após declarações dos Estados Unidos realçando que os esforços diplomáticos para lidar com a crise provocada pelos programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte continuam.Mais cedo analistas da corretora Magliano, em nota a clientes escreveram: “O temor de que as provocações se aumentem entre os dois líderes ainda é fator de risco para tumultuar o mercado de ações no curto prazo”. DESTAQUES – CEMIG PN caiu 2,31 por cento, ao final de uma sessão volátil na qual subiu 2,79 por cento na máxima e caiu 4,98 por cento na mínima. Enquanto a pressão vinha de o valor sugerido abaixo do último encerramento e de a eventual chance de a companhia utilizar para aquisições, no radar estava a proposta de ampliação de capital sugerido pela elétrica mineira, com a visão positiva amparada na expectativa de que se utilizem os recursos para diminuição de dívida. – PETROBRAS PN caiu 1,77 por cento e PETROBRAS ON perdeu 1,1 por cento, em linha com o movimento dos custos do petróleo no mercado internacional. – KLABIN UNIT caiu 3,5 por cento, SUZANO PAPEL E CELULOSE teve baixa de 3,05 por cento e FIBRIA ON perdeu 2,99 por cento, com os papéis do setor de papel e celulose liderando a ponta negativa do Ibovespa, apesar da alta do dólar ante o real, que tende a favorecer as companhias exportadoras. Mesmo com as perdas da sessão, os papéis das companhias do setor seguem com ganhos acumulados no ano, com Klabin subindo 6,8 por cento, Suzano em alta de 28,7 por cento e Fibria progredindo 25 por cento. – ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES ON progrediu 3,5 por cento e liderou a ponta positiva do Ibovespa, em movimento de ajuste após cair 5,92 por cento na véspera. – USIMINAS PNA progrediu 1,58 por cento, após cair mais de 12 por cento na véspera. GERDAU PN teve alta de 1,28 por cento e CSN ON ganhou 0,96 por cento, também após as quedas da véspera e com algum respaldo da alta para os contratos futuros do aço na China. – VALE ON subiu 1,32 por cento, em movimento de recuperação após cair nos cinco pregões anteriores, acumulando perda de 9,2 por cento no fase.

– O principal índice da bolsa paulista mostrava fraqueza nesta segunda-feira, com investidores de olho no cenário político, à espera dos desdobramentos da dacusaçãocontra o presidente Michel Temer. Às 11:50, o Ibovespa caía 0,69 por cento, a 74.873 pontos. O giro financeiro era de 2,39 bilhões de reais. A mais recente acusação contra Temer já está na Câmara dos Deputados e, se houver quórum, deve ser lida nesta segunda-feira em plenário, no primeiro passo do processo antes ser mandada para a Comissão de Constituição e Justiça. O trâmite da acusação contra Temer volta a arremessar dúvidas sobre a progressão da reforma da Previdência ainda este ano, visão que vinha ganhando força nas últimas semanas. Analistas da corretora Guide Investimentos, em nota a clientes escreveram: “Mas só depois da eleição da acusação contra Temer é que uma avaliação mais clara sobre o assunto deve ser feita”. DESTAQUES – B3 ON perdia 2,52 por cento, após o Itaú BBA rebaixar a recomendação para as ações operadora da bolsa paulista para “market-perform”, de “outperform”, alegando que o espaço para ganhos complementares é restringido após o recente rali dos papéis. – CYRELA REALTY ON caía 2,81 por cento e MRV ON perdia 2,12 por cento. No radar estava a informação de que a Caixa Econômica Federal voltará a diminuir o telhado de financiamento de imóveis utilizados para 50 por cento do valor do bem e interromperá novos contratos transferidos de outros bancos. – VALE ON recuava 1 por cento, em mais uma sessão de baixa para os custos do minério de ferro na China. – RUMO ON subia 1,94 por cento, liderando a ponta positiva do Ibovespa, diante da perspectiva positiva em relação à planejada oferta de ações da ecompanhia que pode magitaraté 2,6 bilhões de reais. Na véspera, a Rumo anunciou a contratação de mais cinco bancos para auxiliar a organizar sua oferta primária de ações. – PETROBRAS PN ganhava 0,45 por cento e PETROBRAS ON progredia 0,25 por cento, em linha com o movimento dos custos do petróleo no mercado internacional. – LOCALIZA ON operava perto da estabilidade, com variação negativa de 0,02 por cento, após a companhia informar que seu conselho de gestão aprovou a convocação de assembleia para votar a proposta de desdobramento de ações, medida que, segundo analistas, deve ampliar a liquidez da companhia. – O principal índice da bolsa paulista fechou em queda pelo terceiro pregão seguido nesta segunda-feira e perdeu o platô dos 75 mil pontos, em um movimento de ajuste impulsionado pela precaução com a política local e também com pressão pelo cenário geopolítico internacional. Com base em dados preliminares, o Ibovespa fechou em queda de 1,24 por cento, a 74.457 pontos. O giro financeiro adicionava 7,7 bilhões de reais. – O principal índice da bolsa paulista fechou praticamente estável nesta terça-feira, após cair nos três pregões anteriores e perder os 75 mil pontos, com investidores adotando precaução diante da cena política local e de olho nos nervosismos entre Coreia do Norte e Estados Unidos. Com base em dados preliminares, o Ibovespa fechou com variação positiva de 0,08 por cento, a 74.500 pontos. O giro financeiro adicionava 7,99 bilhões de reais.

Na terça-feira 19 de setembro – O principal índice da bolsa paulista operava no vermelho nesta terça-feira, tendo as ações da Vale entre as principais pressões negativas, e com investidores evitando grandes apostas após os ganhos recentes que haviam levado o indicador a máximas. Às 11:48, o Ibovespa caía 0,76 por cento, a 75.415 pontos. O giro financeiro adicionava cerca de 2,8 bilhões de reais. Participantes do mercado esperavam para quarta-feira a resolução do Supremo Tribunal Federal sobre a mais recente acusação contra o presidente Michel Temer, o que alimentava um sentimento de precaução, embora o noticiário político esteja mais tranquilo nesta sessão. Investidores também evitavam grandes movimentos antes da resolução de política monetária do banco central dos Estados Unidos, na quarta-feira. A expectativa predominante era pelava manutenção dos juros, mas com a chance de o Federal Reserve anunciar os planos para redução de seu balanço. ” Faz 9 meses, era tinha que permanecer aberta”, haviam escrito analistas da corretora Lerosa Investimentos, adicionando, no entanto, que não há indicação de que a inflação amparará este movimento. DESTAQUES – VALE ON caía 2,28 por cento, em linha com o movimento dos contratos futuros do minério de ferro na China. – USIMINAS PNA perdia 3,87 por cento, CSN ON recuava 3,39 por cento, GERDAU PN cedia 3,26 por cento, figurando entre as principais baixas do Ibovespa, também na esteira do declínio dos contratos futuros do minério de ferro e do aço na China. – PETROBRAS PN caía 0,47 por cento e PETROBRAS ON tinha queda de 0,89 por cento, revertendo os ganhos observados mais cedo, conforme os câmbios do petróleo no mercado internacional também invertiam o sinal para o negativo. – ITAÚ UNIBANCO PN recuava por cento e BRADESCO PN tinha perda de 1,46 por cento, corroborando o tom negativo do Ibovespa devido ao peso do papel em sua composição.

A Klabin é uma companhia brasileira, maior produtora e exportadora de papéis do país, com foco na produção de celulose, papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais, além de comercializar madeira em toras.

Índice Bovespa é o mais importante indicador da performance média dos câmbios das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Bovespa fecha no vermelho pelo 4º pregão seguido, com precaução por política
>>>>>Bovespa recua 0,7% por cautela, de olho em denúncia contra Temer – September 25, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Bovespa cai e perde os 75 mil pontos, com cautela por política local e tensões geopolíticas – September 25, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Bovespa fecha praticamente estável com cautela por cena política local – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 65 70 NONE 15 (tacit) eu: 15
2 por_cento 0 0 NONE 15 1,1 por_cento: 1, 3,87 por_cento: 1, 1,32 por_cento: 1, 0,96 por_cento: 1, 3,39 por_cento: 1, 1 por_cento: 1, 6,8 por_cento: 1, 2,99 por_cento: 1, 2,12 por_cento: 1, 3,5 por_cento: 1, 0,25 por_cento: 1, 25 por_cento: 1, 1,58 por_cento: 1, 3,26 por_cento: 1, 1,94 por_cento: 1
3 On Csn 25 0 PERSON 14 On: 3, (tacit) ele/ela (referent: On): 2, (tacit) ele/ela (referent: Petrobras_Pn): 2, (tacit) ele/ela (referent: Cyrela_Realty_On): 1, Petrobras_Pn: 3, Cyrela_Realty_On: 1, Csn_On: 1, Fibria: 1
4 esta 0 0 NONE 7 esta: 7
5 Klabin 0 0 PERSON 6 Klabin_Unit: 1, Klabin: 1, (tacit) ele/ela (referent: Klabin): 1, (tacit) ele/ela (referent: Klabin_Unit): 3
6 Michel Temer 0 0 PERSON 6 Temer: 3, o presidente Michel_Temer: 3
7 o principal índice de a bolsa paulista 310 0 NONE 5 O principal índice de a bolsa paulista: 5
8 investidores 55 80 NONE 4 Investidores: 2, investidores: 2
9 giro 320 0 NONE 4 O giro financeiro: 4
10 tensões 0 180 NONE 3 as tensões geopolíticas: 1, as tensões: 2