DeputadoMichelTemer.JPG

Carne de Brasil não oferece risco à saúde pública, ddeclaraMinistério da Agricultura

Foto: Wikipedia – Deputado Michel Temer

– O governo está reunido na tarde desta segunda-feira preparando uma contra-ofensiva para tentar contornar os conseqüência negativos da operação Carne Fraca no mercado brasileiro. O presidente Michel Temer, que no fim do dia ainda encontra embaixadores dos países importadores de carne para começar a espalhar uma explicação oficial sobre o caso, já se reuniu com o ministro Blairo Maggi no Palácio do Planalto e agora recebe representantes dos produtores de carne. Para o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura , Luís Eduardo Rangel, é preciso reagir depressa, mas, até agora, não foram detectados risco para a saúde pública. Já João Martins houve “pirotecnia” por parte dos policiais envolvidos na operação. João Martins é o presidente da Confederação Nacional da Agricultura . Para ele, os produtores “também são vítimas”. — Reação imediata é bastante importante para dar satisfação ao povo brasileiro. Nós, produtores rurais, somos também vítimas. Eu acho que se o governo tiver explicações convincentes nós não vamos ter nenhum perda.Sem dúvida tem exagero pelo numero de policiais. Houve — declarou Martins. Identificou-se a necessidade segundo o secretário de Defesa Agropecuária, não até agora de retirar lotes de carnes de as prateleiras de supermercados, mas que o Mapa tem dispositivos para rastrear todo o produto e recolher aquele que oferecer risco à saúde da população. Até agora, declarou, nenhum país que adquire a carne de Brasil se antecipou em interromper o comércio. Estão todos “esperando um pronunciamento oficial do governo de Brasil”, informou. — Todas as informações mencionadas são angustiantes, do ponto de vista da corrupção, da organização criminosa que foi desarticulada, mas do ponto de vista sanitário nós estamos bastante tranquilos que as questões assinaladas não trazem risco para a população, nem para a exportação. A carne que foi comercializada não traz risco à saúde pública — ddeclarouRangel.

Em entrevista ao GLOBO, Maggi admitiu que alguma perda coerente do esquema de corrupção delatado vai ser inevitável. Segundo os inquéritos da PF, proprietários de frigoríficos pagavam propina a fiscais do Ministério da Agricultura para liberar produtos sem a devida fiscalização.A reunião tem que contar com a presença dos presidentes da ABIEC , Antonio Camardelli, da ABPA além do presidente da CNA , João Martins. Antonio Camardelli, da ABPA é francisco Turra.

Michel Miguel Elias Temer Lulia é um político, advogado, professor universitário e escritor brasileiro, atual presidente brasileiro após a destituição da titular, Dilma Rousseff.

A ciência do conceito e fabricação de mapas nomeia-se cartografia.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Carne de Brasil não oferece risco à saúde pública, ddeclaraMinistério da Agricultura
>>>>>Operação Carne Fraca: Temer, Maggi e associações se reúnem no Planalto – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 risco 0 100 NONE 4 risco: 4
2 João Martins 0 0 PERSON 4 João_Martins (apposition: o presidente de a Confederação_Nacional_da_Agricultura): 1, João_Martins: 1, ele (referent: João_Martins): 1, Martins: 1
3 Mapa 0 0 ORGANIZATION 4 o Mapa: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Mapa): 3
4 Michel Temer 0 0 PERSON 4 O presidente Michel_Temer e: 2, (tacit) ele/ela (referent: O presidente Michel_Temer e): 2
5 carne 0 0 NONE 3 a carne brasileira: 1, A carne: 2
6 eu 0 0 NONE 3 Eu: 1, (tacit) eu: 2
7 vítimas 0 120 NONE 2 vítimas: 2
8 Maggi 0 61 PERSON 2 (tacit) ele/ela (referent: Maggi): 1, Maggi: 1
9 nós 65 60 NONE 2 nós: 1, Nós: 1
10 Luís Eduardo Rangel 60 20 PERSON 2 Rangel: 1, Luís_Eduardo_Rangel: 1