Carrefour Brasil vê ininterrupta aceleração de vendas no 4º tri, espera 2019 tão bom quanto 2018

Por: SentiLecto

O Carrefour Brasil vê uma ininterrupta tendência de aceleração das vendas e está confiante que os resultados do próximo ano serão positivos, declararam nesta quinta-feira executivos do grupo varejista “O que posso declarar é que não percebemos nada diferente, seguimos na mesma tendência de aceleração das vendas e do crescimento da empresa”, alegou a jornalistas o diretor vice-presidente de finanças do Carrefour Brasil, Sébastien Durchon, que evidenciou ainda que a estratégia do grupo de Francia no Brasil mira o longo prazo, após a divulgação do balanço do terceiro trimestre. Faz 2 meses, em a véspera, a companhia divulgou alta de quase 68 por cento em o lucro líquido adaptado a setembro, depois de um sólido resultado operacional e diminuição forte de as despesas financeiras.

Segundo o presidente da bandeira Atacadão, Roberto Müssnich, o desfecho do processo eleitoral não afetou a conduta dos clientes nem as resoluções de investimento da rede varejista.

“A incerteza eleitoral acabou, o que é bom porque não se tem mais aquela agonia de saber qual é o futuro, mas não sentimos nenhuma conduta diversa do que vínhamos sentindo”, alegou. O diretor vice-presidente de finanças comentou: “Não aguardamos as votações para investir em nossos negócios”.

Na terça-feira, o Carrefour Brasil anunciou a aquisição de 100 por cento da plataforma de conteúdo digital E-mídia por valor não revelado, como parte dos esforços do grupo para mudanças digital da operação de Brasil e transição para costumes alimentares mais saudáveis.

A E-Mídia controla os sites Cyber Cook, Vila Mulher e Mais Equilíbrio, que juntos atraem cerca de 4 milhões de visitantes por mês.

Enquanto o Ibovespa cedia 0,46 por cento, por volta das 14:30 , as ações da companhia subiam 5,13 por cento, cotadas a 17 reais.

– Faz 1 mês, a indústria de veículos brasileirabrasileirabrasileira agilizou, atingindo o maior volume de vendas de um único mês desde dezembro de 2014, auxiliando a compensar a queda em as exportações a Argentina gerada por a crise em o principal comprador de o país,. Se obteve o resultado apesar das incertezas de o fase eleitoral, o que para o presidente de a associação de montadoras, Anfavea sinaliza que o ” consumidor está determinado a trocar seus veiculos “. Anfavea é antonio Megale. Faz 2 meses, a venda de veículos novos em o país adicionou 254,7 mil unidades, progressão de 25,6 por cento sobre mesmo mês de 2017 e de 19,4 por cento frente a setembro, em outubro. Com isso, o setor acumulou licenciamentos de 2,1 milhões de veículos desde janeiro, alta de 15,3 por cento ante mesma etapa do ano passado, acima da previsão da Anvafea para o ano, de alta de 13,7 por cento. “As vendas neste ano têm que ficar acima da nossa projeção para 2018. Devem aumentar cerca de 15 por cento”, alegou Megale. “Parece que Brasil entrou numa rota definitiva de crescimento, as pessoas perderam receio de ficar sem emprego e isso estimula as vendas. Vemos vários setores, além do agronegócio, se recuperando, e isso contribui para o crescimento econômico”, adicionou, mencionando ainda vendas importantes para companhias de aplicativos de transporte, que passam por um ciclo de expansão. O setor tem que ter em 2018 o melhor ano desde 2015, quando ainda passava por um fase de quedas nos licenciamentos, suspendido em 2017, se a projeção oficial de crescimento de 13,7 por cento nas vendas, se confirmar. Faltando menos de dois meses para o fim do ano, Megale declarou que as vendas do começo de novembro, marcado por dois feriados nacionais que diminuem o fase de licenciamentos, seguem em ritmo agilizado, atingindo na véspera ritmo de cerca de 11 mil unidades por dia ante, volume que chegou a 11,6 mil em outubro. O mercado interno deu apoio à produção das montadoras, que subiu 17,8 por cento em outubro ante setembro e 5,2 por cento na comparação anual, para 263,3 mil unidades. Faz 1 mês, isso aconteceu a ano. No acumulado do ano, a produção de veículos subiu 9,9 por cento na comparação anual, para 2,458 milhões de unidades. A previsão da Anfavea é de crescimento de 11,1 por cento, para 3 milhões de unidades. Para 2019, a indústria espera que a produção de veículos possa atingir 3,2 milhões de unidades no Brasil, apesar da crise Argentina, culpada por cerca de 70 por cento das exportações de veículos do país. A expectativa baseia-se na previsão de que as vendas no mercado interno subam ao menos 10 por cento.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Carrefour Brasil vê ininterrupta aceleração de vendas no 4º tri, espera 2019 tão bom quanto 2018
>>>>>Venda de veículos novos no Brasil em outubro atinge maior nível desde dezembro de 2014 – November 07, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ford prevê crescimento de 10% a 12% em mercado brasileiro de veículos em 2019 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Produção de petróleo no Brasil cai 5,9% em setembro ante um ano antes, diz ANP – November 05, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>ANP abre consulta sobre utilização de reservas como garantia em cessões de direito – November 02, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>ANP aprova plano de desenvolvimento integrado da jazida compartilhada de Sapinhoá – November 05, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Colheita de soja do Brasil começará mais cedo, na 2ª quinzena de dezembro, diz AgRural – November 05, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Venda de veículos novos no Brasil salta 25,6% em outubro sobre um ano antes – November 02, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Produção de petróleo do Brasil cai pela 4ª vez consecutiva em setembro – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 0 0 NONE 6 (tacit) nós: 6
2 unidades 0 0 NONE 6 254,7_mil unidades: 1, 11_mil unidades: 1, 263,3_mil unidades: 1, unidades: 3
3 vendas 0 0 NONE 5 As vendas: 1, as vendas: 3, vendas importantes: 1
4 Megale 0 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: Megale): 2, Megale: 2
5 companhia 180 0 NONE 3 empresas: 1, a companhia: 1, a empresa: 1
6 crescimento 80 0 NONE 3 o crescimento: 1, crescimento: 1, o crescimento econômico: 1
7 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
8 o Brasil 0 0 PLACE 3 o Brasil: 2, Brasil: 1
9 véspera 40 0 NONE 2 a véspera ritmo: 1, a véspera: 1
10 Carrefour Brasil 0 0 PERSON 2 o Carrefour_Brasil: 1, O Carrefour_Brasil: 1