Commodities sustentam Ibovespa no azul em 2018

Por: SentiLecto

– A alta do Ibovespa em 2018 está mais ligada a movimentos mundiais e não a perspectivas otimistas para a economia de Brasil, com menos de um terço das ações que compõem a carteira exibindo performance melhor do que o índice, grande parte delas de empresas de setores ligados a commodities. Até o encerramento desta quarta-feira, o índice de referência do mercado acionário de Brasil acumula alta de 13,3 por cento. Das 67 ações que compõem o Ibovespa, contudo, somente 21 tinham valorização superior a do indicador, com Petrobras, a fabricante de papel e celulose Suzano e a mineradora Vale entre os destaques. Os estrategistas do BTG Pactual Carlos Sequeira e Bernardo Teixeira realçaram que, desde a máxima em 26 de fevereiro até o encerramento da véspera, o Ibovespa acumulava queda de 2,9 por cento. Em relatório a clientes escreveram: “Se excluirmos o forte desempenho das ações com peso expressivo no índice da Petrobras e da Vale, o índice da bolsa de Brasil caiu 7,7 por cento”. No ano até a véspera, as ações ordinárias da Petrobras acumulam elevação de 87 por cento e os papéis preferenciais sobem 70 por cento. Vale progride 40 por cento. Suzano lidera a ponta positiva , com elevação de quase 140 por cento. De acordo com gestores e estrategistas escutados pela Reuters, esse quadro reflete principalmente a alta dos custos de commodities, como petróleo, minério de ferro e celulose, mas também a valorização do dólar ante o real, que segue um fortalecimento mundial da moeda norte-americana, na esteira de expectativas sobre os juros dos Estados Unidos. Acontecimentos específicos dessas companhias auxiliaram a impulsionar as ações, como a mudança na política de custos no caso da Petrobras e a fusão da Suzano com a Fibria, que instituiu a maior fabricante de celulose de mercado, declarou o estrategista de renda mutável para o Brasil do Itaú BBA, Luiz Cherman. O setor de commodities ainda tem um peso pertinente na composição do Ibovespa. Na carteira teórica do índice em forcita até agosto, as ações da Vale detêm a maior participação, de 11,36 por cento. Vale, Petrobras e Suzano detêm juntas mais de 20 por cento do Ibovespa. Ações mais sensíveis à economia doméstica, por sua vez, têm em ttidadperformanceabaixo do Ibovespa, diante da retomada mais lenta do que a esperada da atividade para a economia bde Brasil Cherman, realçando que vem ampliando a divergência entre a conduta das ações ligadas a commodities das demais. declarou: “A economia começou a desapontar nos últimos meses”. Segundo ele, a economia ainda vai aumentar e ainda há um “vento favorável” nesse sentido, mas o quadro macro tem piorado. Nesta quarta, outro dado econômico frustrou expectativas. Faz 3 meses, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central, espécie de sinalizador de o Produto Interno Bruto, recuou 0,74 por cento ante fevereiro, segundo dado dessazonalizado. O resultado foi bem pior do que a expectativa em pesquisa da Reuters com analistas, de queda de 0,10 por cento. Na pesquisa Focus mais recente, a mediana das projeções já assinala expansão de 2,51 por cento no PIB este ano, ante expectativa de 3 por cento alguns meses atrás. Na ponta negativa do Ibovespa, figuram ações como as de shopping centers, com BRMalls em queda 18 por cento, e de educação, com KROTON perdendo quase 37 por cento, conforme os dados de empregos ainda não empolgam apostas mais otimistas quanto ao consumo. Entre as exceções, está a negociante Magazine Luiza, que figura entre as empresas com maior valorização das ações no ano, de cerca de 40 por cento. Um gestor que pediu para não ter o nome mencionado. declarou: “A companhia vem entregando bons resultados desde a calamidade econômico do governo anterior”. Os profissionais escutados pela Reuters alegaram ser difícil calcular se essa foto vai permanecer à frente, particularmente em razão da volatilidade dos pcustosde commodities. Mas veem possibilidades reduzidíssimas de uma reviravolta da lado da economia doméstica. E uma piora em vários dados de confiança em abril endossa tal perspectiva para o curto prazo.

– O principal índice de ações da B3 fechou quase estável nesta segunda-feira, com a progressão das ações da Petrobras e de exportadoras compensando a queda das ações de bancos e o enfraquecimento nos pregões em Nova York. De acordo com dados preliminares, o Ibovespa fechou com variação positiva de 0,05 por cento, a 85.263 pontos, após oscilar entre a mínima de 84.687 pontos e a máxima de 86.105 pontos. O volume financeiro no pregão totalizava 11,4 bilhões de reais. – A bolsa de Brasil fechou no vermelho nesta terça-feira, infectada pelo cenário externo desfavorável a ativos de risco, mas a progressão das ações da Petrobras novamente aliviou a pressão vendedora sobre o principal índice de ações da B3. As operações também foram influis pela repercussão de resultados corporativos, entre eles o da CSN e da JBS, no último dia da temporada de balanços no país. De acordo com dados preliminares, o Ibovespa caiu 0,25 por cento, a 85.015 pontos. O volume financeiro adicionava 13 bilhões de reais. – O principal índice de ações da B3 fechou quase estável nesta segunda-feira, com a progressão das ações da Vale e da Petrobras, além de outras exportadoras, compensando o conseqüência da queda das ações de bancos e o enfraquecimento nos pregões em Nova York. O Ibovespa fechou com variação positiva de 0,01 por cento, a 85.232 pontos, após oscilar entre a mínima de 84.687 pontos e a máxima de 86.105 pontos. Apesar do movimento, somente 21 ações fecharam no azul, de um total de 67 papéis que compõem o Ibovespa. O volume financeiro no pregão totalizou 12,29 bilhões de reais. Se infectaram os negócios locais de acordo com profissionais de a área de renda mutável, pela enfraquecida em as bolsas em Nova York e também pelo movimento em a cotação doméstica, com o dólar revertendo perdas e passando a subir frente a o real após divulgação de pesquisa eleitoral. Pesquisa da CNT/MDA nesta segunda-feira mostrou que os pré-candidatos à Presidência da chamada centro-esquerda, como Ciro Gomes e Marina Silva , anquanto houve aampliaçãoda rejeição ao pré-candidato do PSDB, presentaram melhora na corrida eleitoral, e geraldo Alckmin.Na máxima, o dólar tocou 3,6416 reais para venda, em alta de 1,13 por cento, fechando negociado a 3,6281 reais, elevação de 0,76 por cento. No exterior, o índice acionário de Noruega S&P 500 concluiu o dia com variação positiva de 0,09 por cento, após progredir 0,5 por cento na máxima da sessão mais cedo. DESTAQUES – PETROBRAS ON e PETROBRAS PN subiram 4,15 e 3,14 por cento, respectivamente, conforme seguem apoiadas no cenário de custos do petróleo mais aumentados e apostas positivas sobre a realização operacional da empresa, além de expectativas relacionadas ao acordo da cessão onerosa. A B3 autorizou a adesão da empresa ao segmento especial de listagem Nível 2 de melhores normas de governança corporativa. – EDP Brasil despencou 10,9 por cento, após a China Three Gorges confirmar oferta para a compra da Energias de Portugal [EDP.LS], mas condicionada à não odeverde uma oferta pública pela unidade da portuguesa no Brasil. Na sexta-feira, as ações fecharam com um salto de 15,56 por cento na expectativa por um eventual tag along na operação. – ESTÁCIO desabou 7,45 por cento, acumulando queda e quase 30 por cento desde a divulgação do resultado trimestral no final de abril, com muitos analistas avaliando que a queda tem sido exagerada. A adversária KROTON recuou 0,45 por cento. No ano, contudo, Kroton recua quase 40 por cento e Estácio acumula perda ao redor de 20 por cento. – BRADESCO PN caiu 1,43 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN perdeu 1,5 por cento, pesando no Ibovespa dada a pertinente participação na composição do índice, em meio à piora generalizada do mercado. – VALE fechou com elevação de 3,12 por cento, em meio a nova alta do custo do minério de ferro à vista na China e beneficiada também pela valorização do dólar ante o real. O movimento da cotação também auxiliou SUZANO, que subiu 4,99 por cento. – BRF valorizou-se em 3,22 por cento, após recuar mais de 2 por cento na semana passada. No ano, a ação ainda acumula perda de cerca de 30 por cento. A União Europeia publicou nesta segunda-feira a resolução de abril de proibir importações de produtos de carne, especialmente aves, de 20 fábricas brasileiras que eram autorizadas a exportar ao bloco europeu, sendo 12 unidades da BRF. – CSN progrediu 2,59 por cento, tendo no radar a divulgação do balanço do primeiro trimestre, calculado para após o encerramento do mercado. Ainda, o BTG Pactual aumentou o preço-alvo das ações da empresa de 11 para 12 reais, mas conservou a recomendação ‘neutra’. – BRADESPAR PN subiu 3,18 por cento tendo de pano de fundo balanço do primeiro trimestre, que trouxe provisão de 555 milhões de reais relacionada à disputa judicial entre a Bradespar, Litel e Elétron. De acordo com a empresa, assessores jurídicos classificaram como prováveis as probabilidades de perdas relacionadas com esses litígios, mas em um valor líquido de 1,1 bilhão de reais, bem abaixo do valor de laudo homologado pela Justiça, que cabe recurso.

Na quarta-feira 09 de maio – O principal índice de ações da B3 fechou em alta nesta quarta-feira, com a progressão do petróleo impulsionando as ações da Petrobras, enquanto a valorização do dólar auxiliou companhias exportadoras, em sessão novamente marcada por uma bateria de resultados corporativos. De acordo com dados preliminares, o Ibovespa havia subido 1,66 por cento, a 84.332 pontos. O volume financeiro adicionava 12,869 bilhões de reais.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Commodities sustentam Ibovespa no azul em 2018
>>>>>Ibovespa fecha quase estável com ajuda de Petrobras – May 14, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índice reverte ganhos e recua com fraqueza em NY e alta do dólar; Petrobras limita perdas – May 14, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em alta liderada por salto em Petrobras, em dia de avanço do petróleo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em queda com balanços, Kroton desaba e Natura salta – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em alta liderada por salto em ações da Petrobras – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em alta novamente guiado por Petrobras, em sessão positiva para emergentes – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa fecha em queda com exterior, mas Petrobras limita perdas – May 15, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índice fecha quase estável ajudado por Vale e Petrobras; bancos pesam – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Bovespa recua com cenário externo negativo; balanços seguem no radar – May 15, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 por_cento 0 30 NONE 21 7,7 por_cento: 1, 40 por_cento: 2, 0,45 por_cento: 1, 7,45 por_cento: 1, 70 por_cento: 1, 11,36 por_cento: 1, 1,66 por_cento: 1, 30 por_cento: 1, 4,99 por_cento: 1, 18 por_cento: 1, 2,59 por_cento: 1, 1,5 por_cento: 1, 3,22 por_cento: 1, por_cento: 3, 3,18 por_cento: 1, 0,74 por_cento: 1, 0,25 por_cento: 1, 10,9 por_cento: 1
2 Ibovespa 160 0 ORGANIZATION 9 O Ibovespa: 1, o Ibovespa: 8
3 ações 70 70 NONE 5 ações: 1, as ações: 1, Ações mais sensíveis: 1, 21 ações: 1, as 67 ações: 1
4 Bradesco Pn 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Bradesco_Pn): 4, Bradesco_Pn: 1
5 esta 0 0 NONE 5 esta: 5
6 volume 320 0 NONE 4 O volume financeiro: 4
7 o principal índice de ações 200 0 NONE 4 O principal índice de ações: 3, o principal índice de ações: 1
8 Luiza Magazine 160 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: a varejista Magazine_Luiza): 2, a varejista Magazine_Luiza: 2
9 economia 0 0 NONE 4 A economia: 1, a economia brasileira: 2, a economia doméstica: 1
10 pontos 0 0 NONE 4 84.332 pontos: 1, 85.015 pontos: 1, 85.263 pontos: 1, 85.232 pontos: 1