Copa do Mundo: normas de etiqueta para torcer no trabalho

Por: SentiLecto

Trabalhar com camisa da seleção ou utilizar cornetas só se a companhia permitir. Demonstrações exageradas de deleite ou indignação com lances do jogo nem pensar, pois ao seu lado podem estar colegas nada empolgados com os jogos desejando trabalhar normalmente. Aproveitar para tormar uma cerveja, já que a companhia protelou a entrada para depois do jogo brasileiro também pode trazer problemas. Essas são algumas das recomendações de experts em Recursos Humanos para que a Copa do Mundo não torne-se um projeto “Saque seu fundo”.

Bares e restaurantes preparam promoções para ampliar o movimento de clientes durante a Copa do Mundo, que inicia hoje. Além dos enfeites com as cores da bandeira de Brasil e telões instalados, ações como rodada de bebidas em dobro no caso de gols, apostas de placar final com recompensas em produtos e desconto em petiscos são estratégias para fidelização nos estabelecimentos.

Na quinta-feira 17 de maio o serviço de música por streaming Deezer havia feito uma parceria com a ESPN e havia arremessado, na última segunda-feira , o podcast “Correspondentes na Rússia”, exclusivo sobre a Copa do Mundo. Este era o primeiro Deezer Originals no Brasil. Os culpados serão os jornalistas Ulisses Neto e João Castelo-Branco.

Deseja ver os jogos brasileiros em casa? Veja o que diz a nova lei trabalhista A regra básica é estar atento às recomenações de cada firma sobre horários e atividades especiais permitidas durante os jogos. Para as que não estabelecerem normas claras, vale o bom-senso e a lembrança das recomendações que já valem para a celebração de fim de ano da firma.

O Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara , em Benfica, na Zona Norte do Rio, por exemplo, instalou 10 televisores de 40 polegadas, no corredor central, além de ter ornamentado os postes com as bandeiras dos 32 países participantes. Pelas redes sociais, vai haver o sorteio semanal de 15 souveniers, para clientes que fizerem o check-in durante os jogos da copa.

— Vestir a camisa da seleção sem licença da companhia e berrar durante os jogos são os principais erros cometidos durante a Copa. O trabalhador precisa recordar que ele não está no estádio nem é jogador da seleção – observa Roberto Picino, diretor-executivo da companhia especializada em recrutamento e seleção, Michael Page.

Dilza Tataranto recorda que, muitas companhias permitem enfeitar o local de trabalho, utilizar a camisa da seleção e até coordenar lanches especiais para os horários dos jogos do Brasil, quando não libera os funcionários. Dilza Tataranto é coach de Recursos Humanos. Mas, nessa Copa, em razão da conjuntura econômica mais desfavorável, esses casos diminuíram substancialmente, porque as companhias estão mais enxutas e não podem se dar aa opulência de parar suas produções.

— Quando a companhia não deixa claro o que pode e o que não pode, qualquer iniciativa tem que ser, antes, compartilhada com o gestor imediato para aprovação. Este ano, como tem muitas pessoas que a recém conseguiram um emprego e temem não se efetivar, essa espécie de cuidado tem que ser ainda mais frequente. Não coordene nada sem perguntar — declara Dilza.

Dar aquela espiadinha na TV mais próxima vale, mas nada de se empolgar a ponto de berrar durante os gols ou diante de alguma ação revoltante do juiz da partida, complementa a coach de RH.

— É preciso chegar devidamente vestido, dentro da hora combinada, sem ter consumido bebida alcóolica e focado no trabalho. Não pode levar mais uma hora e meia para engrenar porque ficou comentando com os colegas o resultado da partida. É preciso pensar em todas as suas atitudes porque as companhias vão estar de olho no comportamento e isso pode prejudicar o crescimento na companhia — aconselha Picino.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Copa do Mundo: normas de etiqueta para torcer no trabalho
>>>>>Bares e restaurantes cariocas fazem promoção para dias de jogos da Copa – June 14, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 empresas 80 0 NONE 3 muitas empresas: 1, as empresas: 2
2 Dilza 0 0 PERSON 3 Dilza_Tataranto (apposition: coach de Recursos_Humanos): 1, Dilza: 1, (tacit) ele/ela (referent: Dilza_Tataranto): 1
3 a Copa_do_Mundo 0 0 PLACE 3 a Copa_do_Mundo: 3
4 empresa 0 0 NONE 3 a empresa: 3
5 nada 0 0 NONE 3 nada: 2, nada de se: 1
6 pessoas 60 0 NONE 2 muitas pessoas: 2
7 Deezer 0 0 PERSON 2 streaming Deezer: 1, o primeiro Deezer_Originals: 1
8 Roberto Picino 0 0 PERSON 2 Roberto_Picino: 1, Picino: 1
9 clientes 0 0 NONE 2 clientes: 2
10 ter 0 0 NONE 2 ter: 2