Em 1 ano, crédito caro e confiança diminuem projeção de crescimento de o PIB a %1, declara Fazenda

– Fabio Kanczuk alegou nesta segunda-feira que o crédito ainda caro, sobretudo para as companhias Fabio Kanczuk é o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda., e a confiança ainda em recuperação estão afetando o crescimento econômico do Brasil, cuja projeção oficial de expansão recuou a 1 por cento em 2017, sobre 1,6 por cento esperados até então. Para 2016, a projeção do ministério também piorou, com retração de 3,5 por cento do Produto Interno Bruto , sobre previsão anterior de contração de 3 por cento. Ainda que a votação de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos tem que afetar o comércio internacional, que deve aumentar menos, kanczuk, que acabou de assumir a posição, declarou que deve aumentar menos, e aumentar a inflação na maior economia do mundo e, assim, seus juros internos. Mas, para a economia brasileira, seus conseqüência ainda são “dúbios”. Apesar do cenário econômico mais adverso, o secretário declarou que o governo tem condições de satisfazer a meta de déficit primário de 139 bilhões de reais em 2017. As receitas dependem não somente da conduta do PIB, mas também do cotação, inflação e massa salarial, declarou o secretário.

Quando tem uma reunião com o presidente do Bank of America para a América Latina, meirelles continua em Nova York até esta sexta-feira alexandre Bettamio.Meirelles declarou que, em suas conversas em Nova York, investidores têm lhe perguntado sobre o desenrolar da operação Lava-Jato, e sua mensagem é de que o país tem poderes independentes. O ministro voltou a alegar que o importante, agora, é estabilizar a economia para atrair investimentos.- A Azul Linhas Aéreas está deduzindo a documentos necessária para protocolar nas próximas semanas o pedido de registro para uma oferta inicial de ações , declararam à Reuters duas fontes a par do atema com uma delas aalegandoque o plano é que a estreia dos papéis BM&FBovespa aocorraentre janeiro e fevereiro. Os recursos que a Azul, terceira maior empresa aérea do país, pretende erguer com a emissão de ações novas –oferta primária– serão utilizados entre outros fins para reforçar o caixa, no momento em que começa a receber aviõezinhos de maior porte, principalmente para viagens internacionais. Com 139 jatos na frota no fim de 2015, a empresa fundada pelo empresário David Neeleman deve receber ainda neste ano dois jatos Airbus A320, com capacidade para cerca de 180 passageiros cada. Outros seis aeronaves do mesmo modelo estão calculados para chegar em 2017, declarou uma das fontes. Em 1 ano, há ainda uma encomenda calculada para entrega de um nova aeronave de a Airbus A350. A Azul tem negociado atrasar ou interromper a entrega do aviãozinho, dado o cenário de recessão no Brasil e seus reflexos no setor de aviação, declarou a mesma fonte. A empresa e os assessores financeiros estão aguardando a diminuição na volatilidade do mercado financeiro, causada pela admirável triunfo de Donald Trump na votação presidencial dos Estados Unidos, para protocolar os documentos da oferta na Comissão de Valores Mobiliários , declarou a primeira fonte. Consultada, a Azul alegou que não comentaria o tema. Faz 5 meses, a Azul desistiu de o ano passado, por a terceira vez de seu planejado IPO devido, em as condições adversas de o mercado.Na época, profissionais do mercado calculavam que a operação poderia erguer pouco mais de um bilhão de reais. Pouco depois, a Azul recebeu um aporte de 100 milhões de dólares da norte-americana United Airlines, do grupo United Continental. Em novembro do ano passado, o grupo chinês HNA Group pagou 1,7 bilhão de reais para ficar com 23,7 por cento da companhia. O presidente da Azul, Antonoaldo Neves, declarou na época que o aporte daria alento maior para a companhia até um IPO. Recomeça-se o plano de ipo em um momento em que as empresas aéreas de o país estão diminuindo rotas, cortando pessoal e, em alguns casos, devolvendo aviõezinhos, com foco em diminuir o endividamento e conservar o caixa. Pelo dado público mais recente, a Azul teve perda líquido de 182,75 milhões de reais no primeiro trimestre, ante lucro de 92,5 milhões de reais em igual etapa de 2015. Na semana passada, a Gol informou ao mercado um plano de devolução de aviõezinhos com objetivo de diminuir seu endividamento em 1,6 bilhão de reais.- A Azul Linhas Aéreas está deduzindo a documentos necessária para protocolar nas próximas semanas o pedido de registro para uma oferta inicial de ações , declararam à Reuters duas fontes a par do atema com uma delas aalegandoque o plano é que a estreia dos papéis BM&FBovespa aocorraentre janeiro e fevereiro. Os recursos que a Azul pretende erguer com a emissão de ações novas serão utilizados entre outros fins para reforçar o caixa, no momento em que começa a receber aviõezinhos de maior porte, principalmente para viagens internacionais. A Azul é terceira maior empresa aérea da país. Com 139 jatos na frota no fim de 2015, a empresa fundada pelo empresário David Neeleman deve receber ainda neste ano dois jatos Airbus A320, com capacidade para cerca de 180 passageiros cada. Outros seis aeronaves do mesmo modelo estão calculados para chegar em 2017, declarou uma das fontes. Em 1 ano, há ainda uma encomenda calculada para entrega de um nova aeronave de a Airbus A350. A Azul tem negociado atrasar ou interromper a entrega do aviãozinho, dado o cenário de recessão no Brasil e seus reflexos no setor de aviação, declarou a mesma fonte. A empresa e os assessores financeiros estão aguardando a diminuição na volatilidade do mercado financeiro, causada pela admirável triunfo de Donald Trump na votação presidencial dos Estados Unidos, para protocolar os documentos da oferta na Comissão de Valores Mobiliários , declarou a primeira fonte. Consultada, a Azul alegou que não comentaria o tema. Faz 5 meses, a Azul desistiu de o ano passado, por a terceira vez de seu planejado IPO devido, em as condições adversas de o mercado.Na época, profissionais do mercado calculavam que a operação poderia erguer pouco mais de um bilhão de reais. Pouco depois, a Azul recebeu um aporte de US$ 100 milhões da americana United Airlines, do grupo United Continental. Em novembro do ano passado, o grupo chinês HNA Group pagou R$ 1,7 bilhão para ficar com 23,7% da companhia. O presidente da Azul, Antonoaldo Neves, declarou na época que o aporte daria alento maior para a companhia até um IPO. Recomeça-se o plano de ipo em um momento em que as empresas aéreas de o país estão diminuindo rotas, cortando pessoal e, em alguns casos, devolvendo aviõezinhos, com foco em diminuir o endividamento e conservar o caixa. Pelo dado público mais recente, a Azul teve perda líquido de R$ 182,75 milhões no primeiro trimestre, ante lucro de R$ 92,5 milhões em igual etapa de 2015. Na semana passada, a Gol informou ao mercado um plano de devolução de aviõezinhos com objetivo de diminuir seu endividamento em R$ 1,6 bilhão.

Em 1 ano, em a segunda-feira 14 de novembro os economistas de o mercado financeiro haviam voltado a diminuir suas estimativas de crescimento econômico, havia mostrado a pesquisa semanal Focus, de o Banco Central. Os analistas esperava que, em 2016, o Produto Interno Bruto cairia 3,37%. Npassada, a previsão era de uma contração de 3,31%. havia sido a sexta queda consecutiva da previsão de PIB para 2016 que, há quatro semanas, estava em queda de 3,19% Para o ano que vem, em vez do crescimento de 1,20% esperado há uma semana, os analistas preveem agora uma alta de 1,13%, na quarta queda seguida das previsões.

Donald John Trump é um empresário, ex-apresentador de reality show e presidente eleito dos Estados Unidos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Em 1 ano, crédito caro e confiança diminuem projeção de crescimento de o PIB a %1, declara Fazenda
>>>>>Revisão de crescimento do PIB brasileiro vai levar Trump em conta – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Azul quer estrear na Bovespa no 1º bimestre de 2017, diz fonte – November 17, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa busca recuperação e sobe com ajuda de Vale; Trump ainda preocupa – November 14, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em baixa de 3,25%, com incertezas por Trump; setor bancário é destaque negativo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa cai mais de 2% com incertezas sobre Trump no radar; Vale PNA recua 4% – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em queda de 3,55% com receios por Trump no radar – November 11, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa termina sessão volátil perto da estabilidade, à espera de eleição nos EUA – November 08, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bovespa cai 2,5% e fecha abaixo de 62 mil pontos com piora no exterior – November 03, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bovespa opera sem viés definido dividido entre notícias corporativas locais e exterior – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa encerra dia instável em baixa de 0,25%, com cautela por eleição nos EUA – November 04, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa tem leve alta no fim de sessão volátil, à espera de eleição nos EUA – November 08, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em baixa de 0,24%, com cautela por eleições nos EUA – November 04, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Aversão a risco após vitória de Trump nos EUA pressiona e índice brasileiro cai – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Presidente da SEC deixa o cargo três anos antes do fim do mandato – November 15, 2016 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Governo Obama trabalha contra o tempo para finalizar regras para setor bancário – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dólar comercial abre em alta, vendido a R$ 3,218 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Obama e Trump discutem vários assuntos em reunião na Casa Branca – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Vitória de Trump pressiona por reformas no Brasil, dizem executivos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Azul quer estrear na Bovespa no 1º bimestre de 2017 – November 17, 2016 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Azul 130 240 ORGANIZATION 13 A Azul: 4, a Azul: 6, a Azul (apposition: terceira maior companhia aérea de o país): 1, (tacit) ele/ela (referent: A Azul): 2
2 eu 0 0 NONE 6 (tacit) eu: 6
3 Neves Antonoaldo 0 0 PERSON 4 Antonoaldo_Neves: 2, (tacit) ele/ela (referent: Antonoaldo_Neves): 2
4 assunto 0 0 NONE 4 o assunto: 2, assunto: 2
5 fonte 0 0 NONE 4 a primeira fonte: 2, fonte: 2
6 fontes 0 0 NONE 4 as fontes: 2, duas fontes: 2
7 Fabio Kanczuk 0 0 PERSON 3 Fabio_Kanczuk (apposition: O secretário de Política_Econômica_do_Ministério_da_Fazenda): 1, Kanczuk: 2
8 os recursos em o momento principalmente para viagens internacionais 0 0 NONE 3 Os recursos em o momento principalmente para viagens internacionais: 3
9 as companhias aéreas de o país 0 320 NONE 2 as companhias aéreas de o país: 2
10 as condições adversas de o mercado 0 160 NONE 2 as condições adversas de o mercado: 2