Entra em forcita nova conjunto de tarifas dos EUA para a China

Por: SentiLecto

Um novo conjunto de tarifas no valor de US$ 200 bilhões impostas pelos Estados Unidos para a China entrou em forcita nesta segunda-feira e ameaça ampliar ainda mais a guerra comercial entre ambas as potências.

Há uma semana, Donald Trump ordenou a imposição destas tarifas, de %10 no valor de US$ 200 bilhões a produtos de China. Donald Trump é o presidente dos EUA.

Apesar das advertências de republicanos e democratas de que as tarifas poderiam prejudicar os consumidores e trabalhadores estadunidense, Trump se conserva comprometido com a tática, argumentando que é necessário assegurar melhores acordos comerciais.

Na sexta-feira 14 de setembro Donald Trump havia instruído seus asssessores a seguirem em frente com as tarifas sobre cerca de 200 bilhões de dólares em produtos de China, apesar das tentativas do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, de recomeçar as negociações com a China sobre o combate comercial, havia informado a Bloomberg nesta sexta-feira. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.

Mike Pompeo alegou no domingo em entrevista na emissora “Fox” que seu Governo não tem intenção de travar as políticas comerciais em relação na China. Mike Pompeo é o secretário de Estado de America.”Ganharemos. Obteremos um resultado que obrigue a China a se comportar de uma forma que, se desejar ser uma potência, uma potência mundial, transparente, um estado de direito, não roube propriedade intelectual. São princípios fundamentais no mundo todo e isso é o que o povo de America exige e os trabalhadores estadunidense merecem”, insistiu.”Ganharemos. Obteremos um resultado que obrigue a China a se comportar de uma forma que, se desejar ser uma potência, uma potência mundial, transparente, um estado de direito, não roube propriedade intelectual. São princípios fundamentais no mundo todo e isso é o que o povo de America exige e os trabalhadores estadunidense merecem”, insistiu.Depois que Pequim adicionou 60 bilhões de dólares em produtos norte-americanos, a China e os Estados Unidos mergulharam mais fundo no combate comercial nesta semana à sua lista de tarifas de importação em retaliação aos planos do presidente Donald Trump de impor tarifas sobre 200 bilhões de dólares em produtos chineses.Em vingança às tarifas, a China também anunciou há seis dias novas taxas entre 5% e 10% a partir de hoje para as exportações ade Americano valor de US$ 60 bilhões de dólares, a fim de “defender os direitos llícitose os interesses da economia chinesa”.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Entra em forcita nova conjunto de tarifas dos EUA para a China
>>>>>”Vamos ganhar a guerra comercial a China”, afirma Mike Pompeo – (EfeGeneric)
>>>>>”Vamos ganhar a guerra comercial com a China”, afirma Mike Pompeo – (EfeGeneric)
>>>>>Tensão comercial entre EUA e China pode escalar para outras áreas, diz diretor-geral da OMC – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 0 40 PERSON 4 a (referent: Trump): 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os EUA): 1, Trump: 1
2 potência 360 0 NONE 4 uma potência global transparente: 2, uma potência: 2
3 nós 0 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
4 resultado 0 0 NONE 4 um resultado: 4
5 todo 0 0 NONE 4 (tacit) ele/ela (referent: todo): 4
6 tarifas 0 7 NONE 3 as tarifas: 3
7 a China 0 0 PLACE 3 a China: 3
8 dólares 0 0 NONE 3 dólares: 3
9 produtos 0 0 NONE 3 produtos norte-americanos: 1, produtos chineses: 2
10 princípios 160 0 NONE 2 princípios fundamentais: 2