EXCLUSIVO-Kuroda declara que BC do Japão pode ‘certamente’ cortar juros de curto prazo se precisar de afrouxamento

Por: SentiLecto

O banco central do Japão “certamente” diminuirá as taxas de juros de curto a médio prazos caso seja necessário flHaruhiko Kuroda propondo que o aprofundamento das taxas negativas vai ser a principal ferramenta para lutar os riscos crescentes no exterior. Haruhiko Kuroda é o presidente da autoridade monetária. Haruhiko Kuroda é o presidente da autoridade monetária.

Kuroda também declarou que caso os mercados se tornem voláteis, o Banco do Japão já tem uma estrutura flexível que permite agilizar as compras de fundos negociados em bolsa, sinalizando sua prontidão para moderar as quedas nos custos das ações, que podem prejudicar o sentimento dos negócios.

“No geral, as perspectivas econômicas globais… tornaram-se menos dinâmicas. E o momento da do crescimento econômico global foi de certo modo protelado”, declarou Kuroda à Reuters, aadicionandoque os riscos continuam “razoavelmente altos”.

“Se precisarmos de mais afrouxamento das condições monetárias, certamente diminuiremos as taxas de juros de curto e médio prazos. Mas não desejamo diminuir as taxas de juros de prazo bastante longo”, alegou ele no sábado, depois de participar das reuniões do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial.

As observações evidenciam a preocupação do Banco do Japão com os prejuízos que o combate comercial entre Estados Unidos e China e a queda da procura mundial estão infligindo à economia jde Japon dependente de exportação, o que poderia levá-lo a agilizar o estímulo monetário já neste mês.

Se o banco central flexibilizar a política monetária, o passo mais provável vai ser empurrar sua meta de taxas de curto prazo para um território ainda mais negativo, eles também são o sinal mais forte de Kuroda de que.

“Não é como se tivéssemos um espaço restringido de política monetária. Se necessário, poderíamos tomar medidas complementares”, declarou Kuroda em coletiva de jornalismo após a finalização de uma reunião de chefes de Finanças do G20 em Washington.Haruhiko Kuroda declarou nesta sexta-feira que o banco central poderá afrouxar ainda mais a política monetária, se necessário Haruhiko Kuroda é o presidente do Banco do Japão ., pois ainda tem ferramentas disponíveis para sustentar o crescimento econômico.Um grande acontecimento geopolítico, como a saída do Reino Unido da União Europeia sem um novo acordo, poderá provocar um forte aperto nas condições financeiras, declarou o FMI em seu relatório semestral Estabilidade Financeira Global.Evans em declarações preparadas para um acontecimento nos Estados Unidos declarou: “Na minha opinião, essas diferenças significam que precisamos pecar em nome de fornecer acomodações agressivas o suficiente para que a inflação suba com alguma força”.

Na segunda-feira 07 de outubro – Um importante índice econômico do Japão caiu em agosto e o governo rebaixou sua visão da economia para “em danificação”, mencionando que o país dependente de exportação pode enfrentar uma recessão. As preocupações haviam ampliado à medida que a disputa comercial entre Estados Unidos e China e a desaceleração da dprocuraexterna p prejudicavama recuperação econômica do Japão. Faz 2 meses, o índice de indicadores econômicos coincidentes, que consistia em uma série de dados, incluindo produção industrial, emprego e vendas em o varejo, havia caído 0,4 ponto em dado preliminar em relação a o mês anterior, havia informado o Escritório do Gabinete em esta segunda-feira. Faz 3 meses, o índice separado para os indicadores econômicos antecedentes, um indicador de a economia futura compilado com dados como ofertas de emprego e sentimento de o consumidor, havia. Faz 6 meses, a última vez que o governo havia feito uma avaliação de a economia como ” em danificação ” havia sido O rebaixamento podia ampliar a especulação de que o governo ampliaria os gastos, havia, depois que o premiê Shinzo Abe declarado que estava pronto para tomar “todas as medidas possíveis” se para a economia os riscos forem intensificados, após um ampliação nos impostos sobre vendas e crescente incerteza mundial. [nL2N26P0BJ] O crescimento do Japão retardou devido à disputa comercial EUA-China, que atingiu as exportações do país, levando o sentimento de grandes fabricantes – medido pela pesquisa tankan do banco central do Japão – para uma mínima de seis anos no trimestre de julho a setembro.

Sob uma política de controle da curva de juros, o Banco do Japão orienta as taxas de juros de curto prazo a -0,1% e os rendimentos dos títulos com prazo em dez anos em cerca de 0%, em um esforço do banco para atingir sua meta de inflação de 2%. O Banco do Japão também compra títulos do governo e ativos de risco, como fundos negociados em bolsa.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>EXCLUSIVO-Kuroda declara que BC do Japão pode ‘certamente’ cortar juros de curto prazo se precisar de afrouxamento
>>>>>Kuroda diz que BC do Japão poderia aliviar mais a política monetária – October 18, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Inflação no Japão atinge mínima de 2 anos e meio em setembro – October 18, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Inflação na zona do euro cai mais do que o esperado em setembro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>FMI aumenta alerta sobre dívida corporativa após cortes de juros por bancos centrais – October 16, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Guedes cancela viagem a Washington para reunião do FMI – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Tensões comerciais EUA-China alimentam riscos negativos e repercussão nos mercados emergentes, diz FMI – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Taxas de juros negativas poderiam ser problemáticas nos EUA, diz Bullard, do Fed – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Evans diz que Fed deve ser ‘agressivo’ para combater inflação baixa em ambiente de juros baixos – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 80 0 NONE 6 (tacit) nós: 6
2 Haruhiko Kuroda 120 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Haruhiko_Kuroda): 1, Haruhiko_Kuroda (apposition: o presidente de a autoridade monetária): 1, Haruhiko_Kuroda (apposition: O presidente de o Banco_do_Japão): 1
3 Estados_Unidos 0 0 PLACE 3 Estados_Unidos: 2, os Estados_Unidos: 1
4 especulação 0 80 NONE 2 a especulação: 2
5 evento 50 15 NONE 2 um evento: 1, Um grande evento geopolítico: 1
6 estrutura 160 0 NONE 2 uma estrutura flexível: 2
7 flexibilizar a política monetária 50 0 NONE 2 flexibilizar a política monetária: 2
8 Banco do Japão 0 0 ORGANIZATION 2 o Banco_do_Japão: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Banco_do_Japão): 1
9 China 0 0 PLACE 2 China: 2
10 EUA-China 0 0 PERSON 2 EUA-China: 2