EXCLUSIVO-Maduro pede assistência à Opep contra sanções dos EUA, mostra carta

Por: SentiLecto

Nicolás Maduro buscou suporte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo contra sanções impostas na indústria do petróleo do país pelos Estados Unidos, mencionando os efeitos que elas têm sobre os custos da commodity e riscos potenciais pNicolás Maduro buscou suporte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo contra sanções impostas na indústria do petróleo do país pelos Estados Unidos, mencionando os efeitos que elas têm sobre os custos da commodity e riscos potenciais para outros membros do grupo. Nicolás Maduro é o presidente da Venezuela. Nicolás Maduro é o presidente da Venezuela.Mas uma fonte familiarizada com a situação declarou que a Opep, da qual a Venezuela, que “, escreveu Maduro, é uma das fundadoras, se rejeitou a fazer qualquer comunicado formal. A Opep declarou que está inquietada com petróleo, não com política.

Mais de 40 países, incluindo os EUA, potências europeias e a maioria da América Latina reconheceram Juan Guaidó como chefe de Estado lícito da Venezuela, após votações contestadas no ano passado. Juan Guaidó é o líder da oposição de Venezuela.

Aller isse: “O governo lícito do presidente Guaidó ofereceu anistia e um lugar para as forças militares, a maior parte da qual achamos que seria leal à Constituição, não a um ditador”,.Na quinta-feira 24 de janeiro DAVOS, Suíça – A Opep e seus aliados não descartam adotar novas medidas em sua próxima reunião em abril, caso os estoques de petróleo se acumulem no primeiro trimestre, declarou à Reuters o secretário-geral do cartel.

O pedido de MaMohammad Barkindo datada de 29 de janeiro, a qual a Reuters teve acesso. Mohammad Barkindo é o secretário-geral da Opep. Mohammad Barkindo é o secretário-geral da Opep.

” seu firme suporte e cooperação para, conjuntamente, delatar e enfrentar essa despossessão desavergonhada… de ativos importantes dos membros da Opep”, alega a carta.

Ele escreveu que a Opep deve auxiliar a determinar potenciais soluções baseadas “no efeito que esta ação tem no mercado mundial de energia, e o risco que encarna para outros países… desta organização”.

A Opep tende a evitar disputas políticas envolvendo membros individuais. No ano passado rejeitou um pedido do Irã por um debate sobre sanções impostas pelos EUA durante uma reunião.

A Venezuela, que já foi um dos três principais produtores da Opep, tem registrado uma produção em declínio por anos após o colapso da economia do país.

Ainda assim, observou, os soldados rasos estão passando fome, “como a população” da Venezuela.CALLAO, Venezuela – A operação financeira mais exitosa da Venezuela nos últimos anos não ocorreu em Wall Street, mas em primitivos campos de garimpo de ouro no sul do país. Com o degelo da economia do país, cerca de 300.000 garimpeiros invadiram essa área de floresta rica em ouro para tentar fazer fortuna em minas improvisadas. Suas picaretas e pás estão auxiliando o governo de Nicolás Maduro. Desde 2016, o governo adquiriu 17 toneladas de ouro, que valem cerca de 650 milhões de dólares, dos garimpeiros, de acordo com os números mais recentes do Banco Central de Venezuela. Pagos com a moeda local praticamente sem valor, os garimpeiros amadores por sua vez abastecem o governo com moeda forte para que possa importar alimentos e produtos de higiene. Apesar do pequeno efeito desse comércio de ouro nos mercados internacionais, o governo de America tem utilizado sanções e intimidação em um esforço para evitar que Maduro utilizo o ouro para se conservar seu governo. Donald Trump tem pressionado o Reino Unido a não liberar reservas de 1,2 bilhões de dólares em ouro que a Venezuela tem depositadas no Banco da Inglaterra. Recentemente , os EUA castigaram uma companhia de investimentos de as Emirados Árabes Unidos por ter adquirido ouro venezuelano. Conhece-se a existência de o programa de ouro de Maduro, mas sua operação não. Para tentar entendê-lo, a Reuters rastreou o ouro das minas naflorestaa através do Banco Central em Caracas até refinarias de ouro e exportadores de alimentos no exterior, conversando com mais de 30 pessoas. O que surge é um retrato de uma experiência desesperada de laissez-faire na política industrial pelos líderes de Venezuela. As sanções de America abateram a indústria do petróleo e prejudicaram a habilidade de empréstimo da país. O setor formal de mineração foi aniquilado pela nacionalização. O governo de Maduro então liberou aos garimpeiros para extrair a riqueza mineral do país sem qualquer regulação ou investimento estatal. A revolução bolivariana agora depende pesadamente de trabalhadores como José Aular, um adolescente que declara ter contraído malária cinco vezes em uma mina na fronteira com o Brasil. Aular trabalha 12 horas por dia carregando sacos de terra para um pequeno moinho que utiliza mercúrio para extrair o ouro. Acidentes são habituais nos garimpos, assim como tiroteios e roubos. “O governo sabe o que ocorre nas minas e se beneficia disso. O ouro vai para as mãos deles”, declara Aular, 18 anos. Maduro também recebeu suporte crucial do presidente do Turquia, Recep Erdogan. A Venezuela vende a maior parte do seu ouro para refinarias na Turquia e então utiliza parte do lucro para adquiri bens de consumo, de acordo com pessoas com conhecimento direto do assunto. Massa e leite em pó turcos são agora parte do programa de alimentos subvencionados. O comércio entre os dois países aumentou oito vezes no ano passado. Uma ordem executiva do governo de America proíbe companhias e nacionais estadunidense de adquiri ouro venezuelano, mas a regra não se aplica a estrangeiros. Ankara alegou aos EUA que todo o comércio com a Venezuela está de acordo com a legislação internacional. Faz 3 anos, a Venezuela anunciou um voo direto entre Caracas e Istambul pela Turkish Airlines, em dezembro de 2016. Dados de comércio desde então mostram que as aeronaves estão levando mais que passageiros. Faz 1 ano, 1o de janeiro de 2018 o Banco Central da Venezuela começou a mandar ouro para a Turquia com uma carga de 36 milhões de dólares de o minério para Istambul,, em o dia. As remessas chegaram a 900 milhões no ano passado, de acordo com relatórios de comércio da Turquia. O Banco Central da Venezuela tem vendido o seu ouro direto para refinarias de Turquia, de acordo com duas fontes governamentais da Venezuela. A receita é direcionada ao banco de Venezuela de desenvolvimento Bandes para importação de bens de consumo. Os compradores incluem a Istambul Gold Refinery , e a Sardes Kiymetli Mandele, uma companhia de importações de Turquia, de acordo com uma pessoa que trabalha na indústria de ouro turca, assim como um diplomata baseado em Caracas e dois servidores venezuelanos. A IGR negou em entrevista à Reuters estar negociando com Caracas. A Sares não respondeu aos pedidos de observação.Mohammad Barkindo declarou que o grupo exportador não está envolvido em manejo ou fixação de custos do petróleo, quando perguntado nesta segunda-feira sobre a aprovação de uma lei em um comitê da Câmara dos Estados Unidos. Mohammad Barkindo é o secretário-geral da Opep.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Venezuela

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>EXCLUSIVO-Maduro pede assistência à Opep contra sanções dos EUA, mostra carta
>>>>>Militares dos EUA estão prontos para proteger diplomatas na Venezuela, diz almirante – February 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Países da Europa reconhecem Guaidó como presidente da Venezuela – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Rússia apoia conversações entre Maduro e oposição da Venezuela, diz agência RIA – February 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Líder da oposição venezuelana Guaidó diz que agentes da polícia estiveram em sua casa – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Parlamento Europeu reconhece Guaidó como presidente interino da Venezuela – January 31, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Alemanha, França e Espanha dizem estar prontas para reconhecer Guaidó como presidente da Venezuela – January 26, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump pode reconhecer líder da oposição Juan Guaidó como presidente da Venezuela, dizem fontes – January 23, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Presidente do Congresso da Venezuela se declara presidente interino do país – January 23, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump reconhece líder da oposição Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela – January 23, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA pressionam Conselho de Segurança da ONU a apoiar Guaidó na Venezuela – January 26, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA rejeitam decisão de Maduro de romper laços diplomáticos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA pedem reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre Venezuela – January 24, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Guaidó diz que conversou com funcionários do governo para convencê-los sobre transição – January 27, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Com o mundo de olho, líder da oposição venezuelana Guaidó mantém pressão sobre Maduro – January 24, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Oposição venezuelana se mobiliza para manter pressão sobre Maduro – February 02, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Guaidó: Eu sou o líder legítimo da Venezuela, Maduro é ditador – January 29, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro diz que Venezuela continuará a vender petróleo aos EUA, mesmo após romper relações – January 25, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Guaidó buscará recursos em órgãos como FMI para financiar governo na Venezuela, dizem fontes – January 25, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Agência de comércio dos EUA diz que negociar novas regras da OMC para conter a China é inútil – February 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Chinesa Cofco compra milhões de toneladas de soja dos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump diz estar otimista com negociações comerciais entre EUA e China – January 31, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump reafirma apoio a líder da oposição venezuelana Guaidó em telefonema – January 30, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump diz que irá declarar emergência se não conseguir acordo sobre segurança de fronteira – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump alerta norte-americanos a não viajarem para a Venezuela – January 30, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>México diz estar disposto a atuar como mediador em crise na Venezuela – January 25, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Maduro diz que Trump quer matá-lo; Rússia pede mediação – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Alta em tarifas EUA-China pode desencadear recessão e desvio de comércio, diz ONU – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Venezuela usa ouro de garimpeiros para financiar importações e dribla sanções americanas – February 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Opep não fixa preços do petróleo, diz secretário – February 11, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 ouro 80 0 NONE 10 seu ouro direto: 1, O ouro: 1, ouro: 7, o ouro: 1
2 Opep 0 60 ORGANIZATION 9 a Opep de a: 1, (tacit) ele/ela (referent: A Opep): 1, a Opep: 3, (tacit) ele/ela (referent: a Opep de a): 2, A Opep: 2
3 Venezuela 0 0 ORGANIZATION 9 a Venezuela: 5, (tacit) ele/ela (referent: A Venezuela): 1, A Venezuela: 3
4 Nicolás Maduro 0 0 PERSON 6 Nicolás_Maduro (apposition: O presidente de a Venezuela): 1, Maduro: 5
5 Reuters 0 0 ORGANIZATION 5 a Reuters: 4, (tacit) ele/ela (referent: a Reuters): 1
6 governo 0 60 NONE 4 o governo: 2, o governo americano: 1, O governo: 1
7 garimpeiros 100 37 NONE 4 300.000 garimpeiros: 1, os garimpeiros amadores: 1, os garimpeiros: 2
8 sanções 0 80 NONE 3 sanções impostas: 2, As sanções americanas: 1
9 eu 8 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
10 Caracas 0 0 PLACE 3 Caracas: 3