Greve de caminhoneiros: Procon-RJ informa quatro postos que vendiam litro da gasolina por mais de R$ 6

Por: SentiLecto

O Procon-RJ inspecionar 24 postos, no Rio e em Niterói, nesta quinta-feira, para verificar a prática de custos abusivos diante da greve de caminhoneiros, que levou ao desabastecimento de 90% dos postos do Estado.

Uma resolução liminar da 4ª Vara Federal de Niterói, expedida na tarde desta quinta, determinou a reintegração de posse do trecho da rodovia federal BR-101 sob administração da concessionária Autopista Fluminense. O juiz federal William Douglas Resinente dos Santos decidiu pela remoção do movimento de caminhoneiros grevistas que ocupa a via pelo 4º dia consecutivo. Ainda que o Comando do Exército apoie a Polícia Rodoviária Federal no cumprimento da sentença, o juiz determinou.A resolução judicial atende a um requerimento de desobstrução da pista feito pela Autopista Fluminense, que gerenciar 322km da BR – 101 entre a cidade de Niterói, incluindo a Ponte Rio-Niterói, e a divisa do Rio de Janeiro com o Espírito Santo. As manifestações dos caminhoneiros têm ocorrido especificamente no trevo da rodovia Niterói-Manilha e também na altura do município de Campo dos Goytacazes.

Quatro estabelecimentos foram informados a justificar a ampliação do custo da gasolina: todos vendiam o litro por mais de R$ 6. Os postos informados ficam na Avenida das Américas, no Recreio, dois são da Ipiranga e dois, da BR . Caso as justificações não sejam consideradas satisfatórias pelo Procon, os estabelecimetnos poderão ser multados. A Associação Brasileira dos Procons, que ainda que os cidadãos delatem aos Procons de sua região casos, a entidade recomenda em que se identifique que os postos estão praticando valores que encarnam benefício manifestamente excessivo, orienta os consumidores a exigir nota fiscal, com discriminação do valor pago por litro de combustível e a quantidade abastecida, para documentar casos de custos abusivos.

— Tudo é pertinente para configurar a prática abusiva. Quanto mais informações vamo ter mais condições para fundamentar a autuação — realça Paulo Miguel.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Brazil

Cities: Niteroi

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Greve de caminhoneiros: Procon-RJ informa quatro postos que vendiam litro da gasolina por mais de R$ 6
>>>>>Liminar autoriza uso das Forças Armadas para retirar caminhoneiros da BR-101 – May 24, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Associação Brasileira dos Procons 0 0 ORGANIZATION 3 A Associação_Brasileira_dos_Procons: 3
2 Autopista Fluminense 0 0 ORGANIZATION 2 a Autopista_Fluminense: 2
3 O Procon-RJ 0 0 OTHER 2 O Procon-RJ: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Procon-RJ): 1
4 a BR 0 0 PLACE 2 a BR: 2
5 caminhoneiros 0 0 NONE 2 caminhoneiros: 1, caminhoneiros grevistas: 1
6 postos 0 0 NONE 2 Os postos notificados: 1, 24 postos: 1
7 vocês 0 0 NONE 2 (tacit) vocês: 2
8 exigir nota fiscal com discriminação de o valor pago por litro de combustível e a quantidade abastecida 95 60 NONE 1 exigir nota fiscal com discriminação de o valor pago por litro de combustível e a quantidade abastecida: 1
9 tudo 50 60 NONE 1 Tudo: 1
10 verificar a prática de preços abusivos diante_da greve de caminhoneiros 40 60 NONE 1 verificar a prática de preços abusivos diante_da greve de caminhoneiros: 1