Ibovespa aumenta perdas com forte declínio de bancos e Vale; vírus na China inquieta

Por: SentiLecto

– O Ibovespa aumentava as perdas nesta terça-feira para mais de 1% e perdia o platô dos 118 mil pontos, com o forte declínio de papéis de bancos e da Vale entre as maiores pressões negativas, além de receios sobre notícias de novo vírus na China. Às 16:42, o Ibovespa caía 1,32%, a 117.294,36 pontos. O volume financeiro adicionava 16,7 bilhões de reais. As ações de bancos agilizaram as quedas nesta sessão, com o setor ainda pressionado por preocupações sobre mudanças regulatórias e ampliação da competição, além do ambiente de juros menores e ampliação da tributação. Em Davos, Paulo Guedes alegou que a desigualdade no país advém principalmente da falta de chances equânimes, além da falta de competição na economia, mencionando o setor bancárioPaulo Guedes alegou que a desigualdade no país advém principalmente da falta de chances equânimes, além da falta de competição na economia, mencionando o setor bancário como ‘cartel’. Paulo Guedes é o ministro da Economia. Paulo Guedes é o ministro da Economia. Na visão do analista da Ilan Arbetman, da Ativa Investimentos, a observação de Guedes reforça percepção de que o governo busca para um ambiente de maior competitividade no país, que tem sido um dos pontos de pressão nos bancos. O Goldman Sachs publicou prévia para os resultados dos maiores bancos do país, na qual os analistas alegaram continuar cuidadosos, mencionando expectativa de que os regressos sobre o patrimônio continuem pressionados. As units do Santander Brasil capitaneavam as perdas, com declínio de 4,28%, mas as maiores pressões vinham de Itaú Unibanco PN e Bradesco PN, que detêm forte participação no Ibovespa e recuavam 2% e 2,85%, respectivamente. Banco do Brasil ON cedia 3%. Os papéis da Vale também acentuaram as perdas e caíam 2,6%, após notícia de que o Ministério Público de Minas Gerais exibirá nesta terça-feira acusação contra funcionários mineradora e da TÜV SÜD por crimes de assassinato e ambientais relacionada aa calamidade em Brumadinho. O ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman está entre os delatados devido ao ruptura de uma represa em Brumadinho em 25 de janeiro do ano passado, segundo documento visto pela Reuters. Ainda entre as blue microchip, Petrobras PN recuava 1,1%, acompanhando o declínio do petróleo no mercado internacional. Do exterior, o surto de coronavírus na China trazia apreensão , com o número de mortes subindo para seis nesta terça-feira e autoridades relatando ampliação em novos casos – mais de 300 pessoas foram contagiadas até o momento. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos confirmou que diagnosticou-se um viajante chino em Seattle com o coronavírus Wuhan. Há receios de que a cifra de infecção aumente ainda mais com as viagens de centenas de milhões de pessoas para o feriado do Ano Novo Lunar. Se relataram casos além dos EUA, fora de a China em a Coréia do Sul, Tailândia e Japão. Arbetman realçou: “Na falta de mais novidades sobre a economia brasileira, o mercado de Brasilde Brasil acaba padecendo com acontecimentos externos, como o aparecimento de um novo vírus na China”. Ele adicionou que o mercado ainda sente os conseqüência do surto de febre porca de Afragola na China, que aniquilou rebanhos no país de Asipovicy e ainda não está controlado, e agora precisa também lidar com mais esse risco. No contexto relacionado às preocupação com o novo vírus na China, Gol caía 4% e CVC Brasil perdia 3,8%. Azul PN recuava 2,5%. Ainda entre os destaques negativos do Ibovespa, Cia Hering desabava 11,5%, refletindo a reação negativa a dados de faturamento no quarto trimestre divulgado pela negociante de vestuário na noite de segunda-feira. TIM figurava na ponta oposta, em alta de 2,9%, auxiliada por melhora na recomendação para ‘outperform’ por analistas do Credit Suisse. A piora da bolsa também tinha de pano de fundo a danificação na cotação, com o dólar aumentando valorização ante o real. Mas auxiliava outras, se tal movimento pesava em papéis como empresas aéreas, como Braskem PNA e JBS, que subiam 4,3% e 1,8%, respectivamente.

– A bolsa paulista acompanhava o viés negativo de mercados no exterior nesta terça-feira, um dia após o Ibovespa renovar máxima histórica, com as ações da Cia Hering entre os destaques de baixa, desabando mais de 10%, após a performance das vendas no quarto trimestre desapontarem investidores. Às 11:37, o Ibovespa caía 0,38%, a 118.412,48 pontos. O volume financeiro adicionava 4,1 bilhões de reais. No exterior, o número de mortos pelo surto de coronavírus na China subiu para seis nesta terça-feira, e as autoridades relataram uma ampliação em novos casos, com receios de que a cifra de infecção aumente ainda mais com as viagens de centenas de milhões de pessoas para o feriado do Ano Novo Lunar no final deste mês. Analistas da corretora Mirae Asset, em nota a clientes alegaram: “O temor de que a enfermidade se alastre para outros países e o que dá o tom de pessimismo para os investidores”. Wall Street, que regressa de fim de semana estendido por feriado na segunda-feira, também abriu em queda. Investidores também estão atenciosos ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça nesta semana. O Brasil está sendo encarnado pelPaulo Guedes que, entre outras observações, declarou que o Brasil abrirá compras do governo a estrangeiros e que a economia poderá ter crescimento de %2,5 este ano. Paulo Guedes é o ministro da Economia. DESTAQUES – CIA HERING ON desabava 11,5%, refletindo a reação negativa a dados de faturamento no quarto trimestre divulgado pela negociante de vestuário na noite de segunda-feira. A empresa, que vinha registrando alta nas vendas mesmas lojas nos últimos sete trimestres, teve queda de 4% no quesito nos três últimos meses do ano passado. – BRADESCO PN perdia 0,9% e ITAÚ UNIBANCO PN tinha oscilação positiva de 0,12%, em meio a preocupações com mudanças regulatórias e maior competição no setor. Analistas do Goldman Sachs divulgaram relatório nesta sessão com estimativas para os balanços do quarto trimestre, reiterando visão cuidadosa. – VALE ON recuava 0,9% e CSN ON caía 1,6%, em sessão de queda nos custos futuros do minério de ferro e aço na China, em meio a preocupações com as consequência econômicas de um novo coronavírus descoberto na China. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON perdiam 0,5% e 1%, respectivamente, acompanhando o declínio dos custos do petróleo no mercado internacional. – TIM ON valorizava-se 4%, com melhora na recomendação para ‘outperform’ por analistas do Credit Suisse, que alegaram em relatório a clientes esperar que 2020 seja um bom ano para as companhias de telecomunicações de Brasil. TELEFÔNICA BRASIL PN – que teve recomendação aumentada pelo CS para ‘neutra’ – subia 0,3%. Conservou-se underperform oI ON, que não está em o Ibovespa, com recomendação ‘ ‘. Ainda assim, os papéis disparavam 10,4%, a 1,06 real. Em relatório na véspera, analistas do Bradesco BBI alegaram que se o acordo entre a Sonangol e a Oi for fechado em janeiro, a Oi poderia potencialmente captar 8 bilhões de reais até o primeiro trimestre de 2020. – SUL AMÉRICA UNIT progredia 0,7%, também entre as maiores altas. Analistas do BTG Pactual reiniciaram a cobertura dos papéis com recomendação de ‘compra’ e preço-alvo de 79 reais, mencionando que veem a empresa como bastante mais do que uma seguradora somente. Eles alegaram em relatório ver a companhia preparada para aumentar na área da saúde, buscando sua marca forte, boa administração e práticas comprovadas. Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em – O Ibovespa registrava firme alta na manhã desta sexta-feira, refletindo o movimento de mercados no exterior, impulsionado por dados da economia chinesa e com papéis da Vale liderando as altas do índice. Às 11:11, o Ibovespa subia 0,86 %, a 117.707,40 pontos. O volume financeiro adicionava 3,29 bilhões de reais. Faz 2 anos, mercados internacionais reagiam bem a dados de o crescimento econômicos chinoschinos, que registrou alta de %6,1 em o ano passado, contra %6,6 Embora ainda forte segundo normas mundiais, foi a expansão mais fraca desde 1990. Apesar de mostrarem uma desaceleração, para analistas da XP Investimentos os dados estão em linha com as expectativas. “Considerando que o resultado é pré-acordo com os EUA, o pior parece ter ficado para trás.” Também no âmbito mundial, a construção de moradias nos Estados Unidos saltou para uma máxima de 13 anos em dezembro com uma ampliação generalizada da atividade, podendo auxiliar a apoiar a maior expansão económica norte-americana já registrada. Ainda estão no radar dos agentes do mercado, os dados de produção industrial e confiança do consumidor dos Estados Unidos, que serão divulgados durante a sessão desta sexta-feira. DESTAQUES – VALE ON ganhava 2,3%, exercendo forte peso no índice. Depois que a Vale suspendeu as operações em uma mina de Chile, os futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian subiram. – Enquanto BRADESCO PN valorizava, iTAÚ UNIBANCO PN progredia 1%-se 1,65%. Este ano tem se mostrado ruim para os bancos, com Itaú perdendo cerca de 6,4% em 2020 até o encerramento da véspera e Bradesco recuando 3,2% no mesmo fase. – Faz 1 ano, Mrv On recuava %2. – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON progrediam 0,6% e 0,7%, respectivamente, em linha com a alta dos contratos futuros do petróleo. – BR DISTRIBUIDORA ON subia 0,5%. A companhia assinou na véspera um acordo com a Bitumina Industries, de Dubai, que estabelece exclusividade por 90 dias para a negociação da venda de 100% da Stratura Asfaltos.- O principal índice da bolsa de valores paulista teve leve alta ​nesta quinta-feira, segundo dados preliminares de encerramento. O Ibovespa subiu 0,08%,​ a 116.505,86​ pontos. Usiminas que subiu %3,3 liderou os ganhos ​ , que subiu 3,3%, e as perdas por Rumo, em baixa de 2,9%. Enquanto Bradesco teve ganho de 1,49%, entre as ações com maior participação no Ibovespa, Itaú Unibanco fechou em alta de 0,23%. Banco do Brasil registrou valorização de 0,67% e Santander Brasil apurou progressão de 0,65%. A Vale fechou em baixa de 0,52% e Petrobras PN enquanto Petrobras ON subiu 0,10%, teve perda de 0,27%. Com a performance desta​ quinta-feira, o Ibovespa acumula valorização de 0,4% no ano. O índice está 12,7% acima da média dos últimos 200 dias de negócios. Nas últimas 52 semanas, o Ibovespa acumula 23,0% de ganho. Veja o encerramento de outros índices da B3 nesta quinta-feira: – IBrX 100:0,12%, 49.233,16​ pontos. – IBrX 50:0,05%, 18.964,29 pontos. – IBrA:0,10%, 4.632,95 pontos. – Índice Small Cap :0,14%, 2.971,00 pontos. – Índice MidLarge Cap :0,10%, 2.226,07 pontos. – Índice Dividendos :0,04%, 6.895,14 pontos. – Índice Financeiro :0,48%, 12.901,69 pontos. – Índice de Consumo :-0,06%, 5.549,03 pontos. – Índice de Energia Elétrica :0,05%, 79.388,93 pontos. – Índice de Materiais Básicos :-0,07​%, 3.879,73 pontos. – Índice do Setor Industrial :-0,08%, 22.441,60 pontos. – Índice Imobiliário :-0,50%, 1.474,60 pontos. – Índice Utilidade Pública :0,33%, 8.939,09 pontos. – Índice de BDRs Não Patrocinados-GLOBAL :0,81%, 8.003,31 pontos. – Índice de Sustentabilidade Empresarial :0,43%, 4.238,52 pontos. – Índice de Ações com Governança Diferenciada :0,00%, 18.549,52 pontos.

Na segunda-feira 13 de janeiro – O Ibovespa concluiu uma série de seis pregões de queda e subiu nesta segunda-feira, apoiado principalmente na forte progressão dos papéis da Vale, que zeraram perdas acumuladas após a calamidade de Brumadinho há cerca de um ano, e na recuperação dos bancos. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa fechou com acréscimo de 1,58%, a 117.325,28 pontos. O giro financeiro da sessão adicionou 21,9 bilhões de reais. Faz 1 mês, em os seis pregões anteriores, o Ibovespa acumulou declínio de %2,6, com agentes financeiros atribuindo a fraqueza de as ações principalmente a movimentos de acomodação após forte valorização e principalmente em dezembro. Uma vez que o ambiente de juros no Brasil tornava inevitável a migração dos recursos para ativos de risco, na visão do gestor Henrique Bredda, sócio na Alaska Asset Management, tal sequência de quedas, mesmo que tímidas, vira uma janela de chance para a compra de ações , como a bolsa. “Investidores principalmente locais serão obrigados a entrar na bolsa por uma questão de sobrevivência, uma vez que investimentos tradicionais como os atrelados ao CDI ficavam sem pedido, sem regresso real quando expurgados impostos e inflação”, argumentou. Perspectivas de mudanças regulatórias e concorrenciais para o setor bancário brasileiro também auxiliaram a explicar a debilidade do Ibovespa no início do ano, dada a aumentada participação dos papéis de bancos na composição da carteira, assim como o ampliação do nervosismo geopolítico com a crise EUA-Irã. Para o gestor Ricardo Campos, sócio-fundador da Reach Capital, nesse contexto, investidores adotaram uma postura mais comedida, receosos quanto a uma execução de lucros pertinente na bolsa, que não se confirmou. E o mercado voltou a adquiri, dado que o cenário seguia favorável, adicionou. “Nesse começo de ano, também ficamos para trás em relação a outros mercados emergentes e estamos recuperando um pouco”, acrescentou. Enquanto o MSCI das ações brasileiro cedia 1,4%, o índice MSCI de ações de emergentes acumulava até a sexta-feira alta de 1,7% em 2020. Do cenário externo, o S&P 500 renovou máximas históricas, conforme prevaleceu o otimismo em torno da esperada assinatura do primeiro período de um acordo comercial entre EUA e China, marcada para a quarta-feira, bem como apostava positiva para a temporada de balanço de companhias norte-americanas. DESTAQUES – VALE ON subiu 3,64%, a 55,30 reais, recomeçando o platô de custo anterior ao ruptura da represa de rejeitos de minério de ferro em Brumadinho , em 25 de janeiro do ano passado, que deixou mais de 255 mortos. Analistas do Bradesco BBI reiteraram recomendação ‘outperform’ para os ADRs da companhia, com preço-lavo de 21 dólares, avaliando que a Valevai passariaáá por uma importante reavaliação para baixo de risco em 2020, o quevai impulsionariaáá as ações. Em relatório, o Credit Suisse também adotou tom positivo nas perspectivas para o minério de ferro no primeiro semestre, argumentando entre os fatores que os estoques chinos concluíram 2019 em níveis bastante baixos. No setor, CSN ON subiu 6,05%, GERDAU PN progrediu 4,3% e USIMINAS PNA ganhou 4,38%. – ITAÚ UNIBANCO PN fechou em alta de 1,3%, em dia de recuperação após seis pregões de baixa, com o setor bancário padecendo no início de ano com preocupações sobre mudanças regulatórias e potencial ampliação na competição. BRADESCO PN valorizou-se 1,07%. BANCO DO BRASIL ON, que recuou no início da sessão, concluiu com acréscimo de 1,12%. – via VAREJO ON disparou 8,55%, a 12,70 reais, câmbio recorde e entre os maiores volumes do dia. Faz 1 ano, a ação ‘ caiu em a graça ‘ de os investidores diante de um prognóstico de mudanças após a mudança em o comando de a negociante, recuperado por a família fundadora. No ano passado, o papel acumulou alta de 154%. Um ano antes, contabilizara perda de 44,6%. Entre os acionistas, estavam fundos da XP. No setor, MAGAZINE LUIZA ON progrediu 4,69% e B2W ON subiu 3,58%. – Enquanto PETROBRAS ON cedeu 0,03%, pETROBRAS PN teve variação positiva de 0,2% , em dia de fraqueza dos custos do petróleo no exterior. – SUL AMÉRICA UNIT e BB SEGURIDADE ON recuaram 2,27% e 0,74%, tendo no radar expectativas atreladas a negociações em curso da Caixa Econômica Federal para parcerias na área de seguros, além da própria oferta inicial de ações da unidade de seguros do banco estatal aguardada para entre março e abril. – BRASKEM PNA fechou em queda 1,31%, abandonando ganhos da manhã. A petroquímica advertiu que se restituiu a soma aproximada de 3,7 bilhões de reais a o caixa de a empresa após acordo com autoridades de Alagoas, sendo que 1,7 bilhão de reais foi transferido para uma conta bancária da Braskem específica para o custeio de programa de compensação financeira e suporte à realocação de famílias. – SABESP ON teve elevação de 4,35%. Em nota a clientes, a XP Investimentos chamou a atenção para a reportagem do jornal O Estado de S. Paulo no fim de semana sobre o regresso brasileiro ao mapa de investimentos de chineses, indicando que o grupo China Railway Construction teria interesse em comprar uma participação pertinente empresa paulista de saneamento. – CEMIG PN subiu 2,81%. A energética mineira informou pela manhã que se designou o economista Reynaldo Passanezi Filho como novo diretor-presidente de a estatal. Faz 1 ano, ele assumia em o lugar de Cledorvino Belini que havia, sido.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Thailand, China, Switzerland, Pitcairn

Cities: Wuhan, Seattle, Davos

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ibovespa aumenta perdas com forte declínio de bancos e Vale; vírus na China inquieta
>>>>>Ibovespa tem ajuste negativo após recorde com preocupação com vírus na China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa avança com dados da China e alta da Vale – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa fecha quase estável com receios sobre recuperação econômica do Brasil​​ – January 16, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índice de blue-chips da China fecha na máxima em quase 2 anos – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pontos 0 0 NONE 18 18.964,29 pontos: 1, 79.388,93 pontos: 1, 8.939,09 pontos: 1, 117.325,28 pontos: 1, 4.238,52 pontos: 1, pontos: 2, 6.895,14 pontos: 1, 1.474,60 pontos: 1, 8.003,31 pontos: 1, 22.441,60 pontos: 1, 2.226,07 pontos: 1, 4.632,95 pontos: 1, 2.971,00 pontos: 1, 5.549,03 pontos: 1, 3.879,73 pontos: 1, 18.549,52 pontos: 1, 12.901,69 pontos: 1
2 On Petrobras 105 0 PERSON 13 On: 1, Mrv_On: 1, varejo On: 1, Petrobras_ON: 1, Petrobras_Pn: 1, (tacit) ele/ela (referent: Csn_On): 1, Sabesp_On: 1, Petrobras_PN: 2, seguridade On: 1, Petrobras_On: 1, Csn_On: 2
3 Ibovespa 160 0 ORGANIZATION 12 o Ibovespa: 8, O Ibovespa: 4
4 eu 170 50 NONE 11 (tacit) eu: 11
5 a China 0 0 PLACE 10 a China: 9, China: 1
6 esta 0 0 NONE 10 esta: 10
7 alta 80 0 NONE 9 alta de %0,23: 1, firme alta: 1, alta: 2, alta de %1,7: 1, alta de %1,3: 1, alta de %2,9: 1, alta de %154: 1, alta de %6,1: 1
8 Itaú Unibanco 95 315 PERSON 8 Itaú_Unibanco: 1, Itaú: 1, Itaú_Unibanco_Pn: 3, (tacit) ele/ela (referent: Itaú_Unibanco_Pn): 2, Itaú_Unibanco_PN: 1
9 setor 0 0 NONE 7 o setor bancário: 3, o setor: 4
10 investidores 75 100 NONE 6 os investidores: 2, Investidores: 1, Investidores principalmente locais: 1, investidores: 2