Ibovespa fecha em alta com trégua externa; JBS salta 7%

Por: SentiLecto

– O Ibovespa fechou no azul nesta terça-feira, auxiliado pelo relativo intervalo na troca de farpas entre Washington e Pequim e tendo de pano de fundo a reta final da temporada de balanços no Brasil, com JBS progredindo 7% após mais do que dobrar o lucro nos primeiros três meses do ano. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa subiu 0,49%, a 92.176,49 pontos, de acordo com dados preliminares, provando uma trégua após três quedas seguidas, fase em que acumulou declínio de 4%. O volume financeiro na sessão adicionava 11,5 bilhões de reais.

– Embora persista o embate comercial entre os dois gigantes econômicos, a bolsa paulista começava a terça-feira no azul, com a relativa trégua nos discursos hostis entre Washington e Pequim abrindo espaço para uma recuperação após três pregões de queda. A temporada de balanços também ocupava destaque, com as ações da Eletrobras ELET6.SA> ELET3.SA> e da JBS JBSS3.SA> entre as maiores altas após resultado trimestral.[nL2N22Q092][nL2N22P1TG] Às 10:26, o Ibovespa .BVSP> subia 0,66%, a 92.329,35 pontos. – A bolsa paulista começou a terça-feira no azul, com a relativa trégua nos discursos hostis entre Washington e Pequim abrindo espaço para uma recuperação após três pregões de queda, mas perdeu o alento e o Ibovespa oscilava próximo da estabilidade conforme segue o embate comercial entre os gigantes econômicos. A temporada de balanços também ocupava as atenções, com as ações da Eletrobras e da JBS entre as maiores altas após resultado trimestral, enquanto Cosan era destaque negativo. Às 11:26, o Ibovespa subia 0,1%, a 91.814,86 pontos. Na máxima, subiu 0,87%. O volume financeiro adicionava 2,64 bilhões de reais. Nos três pregões anteriores, o Ibovespa acumulou queda de 4%. No exterior, Donald Trump conservou sua retórica pró-tarifas Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos., mas prometeu um acordo com o presidente de China, Xi Jinpin. “Vai ocorrer e bastante mais rápido do que as pessoas imaginam.” Pequim, por sua vez, declarou que a China e os EUA consentiram em continuar conversando. Quando o S&P 500 teve, em Wall Street, os pregões abriram em alta após forte declínio na véspera a sua maior queda percentual desde o início do ano. Apesar da melhora, a equipe da corretora Mirae Asset realçou que as ameaças comerciais entre EUA e China seguem no radar, conforme nota a clientes. No Brasil, a cena política somava alguma precaução aos negócios, com relatórios de corretoras chamando atenção para a quebra de sigilo bancário do filho do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro . Agentes de mercado também realçaram a delação premiada do empresário Henrique Constantino, sócio da Gol, na qual menciona-se Rodrigo Maia como envolvido em ” vantagens financeiras “. Rodrigo Maia é o presidente da Câmara. “Os ruídos políticos têm aumentado a cada dia, o que contribui para o clima de aversão a risco”, citou a equipe da corretora Rico. DESTAQUES – ELETROBRAS ON subia 4,55%, após reportar lucro líquido de 1,347 bilhão de reais no primeiro trimestre do ano, um salto de 178% na comparação anual, influído por menores perdas na área de distribuição e maiores receitas de geração. ELETROBRAS PNB ganhava 2,64%. – JBS progredia 4,76%, em meio a balanço do primeiro trimestre, com lucro líquido de cerca de 1,1 bilhão de reais, mais que o dobro da performance registrada um ano antes, com forte performance de unidade de porcos nos EUA. A empresa também declarou ver melhora em operação de bovinos no Brasil com mais fábricas autorizadas a exportar. – AZUL PN recuava 3,77%, entre as maiores quedas do Ibovespa. Na véspera, a empresa aérea fez nova tentativa de adquiri algumas das rotas mais cobiçadas da Avianca Brasil, oferecendo 145 milhões de dólares. – COSAN cedia 1,21%, mesmo após divulgar lucro líquido de 395,7 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 14,5% na comparação anual. – VALE subia 0,51%, em sessão também positiva para mineradoras no exterior. A empresa está considerando ampliar a habilidade de produção de seu complexo Carajás Serra Sul para 150 milhões de toneladas por ano após 2020, segundo apresentação divulgada nesta terça-feira. Ainda, o Credit Suisse aumentou preço-alvo do ADR da Vale de 16,5 para 18 dólares. – CSN valorizava-se 3,06%, tendo de pano de fundo resolução de analistas do Credit Suisse de aumentar preço-alvo das ações para 16 reais ante 15 reais, embora a recomendação ‘neutra’ tenha sido conservada. – GPA PN ganhava 2,10%, tendo no radar notícia do jornal Valor Econômico de que a empresário Michael Klein se aliou à XP para fazer uma proposta de aquisição das ações da Via Varejo detidas pelo GPA. VIA VAREJO subia 0,85%. O BTG Pactual também reafirmou recomendação de ‘compra’ para o GPA, com preço-alvo de 106 reais. – MARFRIG caía %2,53 nesta sessão calculada para a quarta-feira, após o encerramento do mercado. Esta sessão é véspera da divulgação do balanço. – PETROBRAS PN tinha variação positiva de 0,08%, em dia de progressão dos custos do petróleo no mercado internacional. A empresa informou na segunda-feira que começou a etapa de divulgação de chance para venda integral de sua participação de 93,7% na companhia Breitener Energética, que tem duas unidades termelétricas em Manaus. – BRADESCO PN cedia 0,21% e ITAÚ UNIBANCO PN caía 0,53%, em nova sessão negativa para ações de bancos. BANCO DO BRASIL perdia 0,95%.- O dólar fechou em alta contra o real nesta quinta-feira, em meio à cprecauçãocom o embate comercial entre China e Estados Unidos, mas a divisa se afastou das máximas do dia, depois de o presidente norte-americano, Donald Trump, não descartar possibilidade de acordo comercial com o país asiático ainda nesta semana. O dólar interbancário subiu 0,52 por cento, a 3,9536 reais na venda. Na B3, a referência do dólar futuro tinha alta de 0,60 por cento, para 3,9600 reais. Na máxima do dia, o dólar no mercado à vista chegou a ser negociado a 3,9821 reais, alta de 1,24 por cento. Segundo Isabela Guarino, economista-chefe da XP Asset Management, a cotação ficou mais pressionado pela manhã conforme investidores tiveram leitura mais “dovish” a partir do comunicado da resolução do Copom, na noite da véspera. “O que percebemos é que existe um efeito não linear da queda dos diferenciais de juros sobre a taxa de cotação. Quando o juro cai a partir de taxas já mais baixas, o efeito é maior “, adicionou. A taxa básica de juros da economia de Brasil está em 6,50 por cento ao ano, já na mínima histórica. E, na curva de juros da B3, alguns investidores já consideram possibilidade de retomada de cortes. Durante a tarde, porém, o dólar retardou os ganhos concomitante à melhora doadperformancede ativos de risco no exterior, após Trump ddeclararque recebeu uma “bbonitacarta” do presidente cde China Xi Jinping, enquanto as negociações sobre um acordo comercial entre os dois países continuam em Washington. A melhora do sinal da cotação no Brasil só não foi maior devido a notícias que voltaram a erguer dúvidas sobre a habilidade de articulação do governo de Jair Bolsonaro. A delegação mista que analisa a MP da reorganização administrativa do governo impôs uma derrota ao governo e ao ministro da Justiça e Segurança Pública ao aprovar nesta quinta-feira emenda que devolve o Conselho de Controle de Atividades Financeiras ao Ministério da Economia. Segurança Pública é sérgio Moro. O governo tem tentado persuadi parlamentares a aprovar a reforma da Previdência, mas ainda enfrenta resistência de um número expressivo de deputados, alguns dos quais de legendas teoricamente alinhadas a Bolsonaro.

Na segunda-feira 06 de maio – O Ibovespa fechou em queda de cerca de 1 por cento nesta segunda-feira, pressionado pelo viés negativo no exterior, após declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desencorajarem apostas positivas sobre o desfecho das negociações comerciais entre Washington e Pequim. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa havia caído 1,03 por cento, a 95.071,35 pontos, de acordo com dados preliminares. O volume financeiro adicionava 8,93 bilhões e reais.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Brazil

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ibovespa fecha em alta com trégua externa; JBS salta 7%
>>>>>Ibovespa avança com trégua no exterior; Eletrobras e JBS lideram ganhos – May 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em queda com exterior, em dia de pauta corporativa intensa – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa recua em semana com guinada nas negociações EUA-China e bateria de balanços – May 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em baixa de 0,86%, refletindo nervosismo global – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>BOVESPA-Índice fecha em queda com aversão a risco após ameaças de Trump sobre China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Cena externa puxa alta em sessão e Ibovespa fecha semana praticamente estável – May 03, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump anuncia aumento de tarifa dos EUA sobre produtos da China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Em reviravolta, Trump anuncia aumento de tarifas dos EUA sobre produtos chineses – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa recua com reviravolta em negociações EUA-China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Índice recua na abertura com exterior negativo – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Agravamento de tensão EUA-China derruba Ibovespa abaixo de 92 mil pontos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa experimenta trégua com ajuda do exterior; Eletrobras e JBS sobem – May 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Cenário externo dita queda do Ibovespa em sessão com noticiário corporativo intenso – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Dólar sai das máximas, mas fecha em alta com ruídos comerciais EUA-China – May 09, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Trump diz que recebeu uma ‘bela carta’ do presidente da China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índices europeus encerram em queda na esteira de ameaças tarifárias de Trump sobre a China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Índices chineses têm maior queda em mais de 3 anos com ameaças tarifárias – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices caem após Fed esfriar apostas de um corte de juros no fim do ano – May 01, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Forte crescimento dos EUA e inflação fraca dão conforto para Fed manter juro – April 29, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>S&P 500 crava novo recorde e estende rali de 2019 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Alphabet pressiona Nasdaq, mas Apple sobe no pós-mercado com balanço – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump critica China por comércio e diz que não vai mais perder para Pequim – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>China e EUA concluem mais uma reunião para encerrar guerra comercial – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Dólar fecha em alta com aumento de incerteza tarifária entre EUA e China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Ibovespa 0 30 ORGANIZATION 6 o Ibovespa: 4, O Ibovespa: 2
2 companhia 0 80 NONE 5 a companhia aérea: 1, A companhia: 4
3 Pequim 0 0 PERSON 5 Pequim: 5
4 Washington 0 0 PLACE 5 Washington: 5
5 Donald Trump 0 80 PERSON 4 Trump: 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1, Donald_Trump: 2
6 Cosan 105 0 PERSON 4 Cosan: 1, (tacit) ele/ela (referent: COSAN): 2, COSAN: 1
7 eu 80 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
8 dólar 0 0 NONE 4 O dólar: 1, O dólar interbancário: 1, o dólar: 2
9 exterior 0 0 NONE 4 o exterior: 4
10 por_cento 0 0 NONE 4 0,52 por_cento: 1, 1,03 por_cento: 1, 6,50 por_cento: 1, 1 por_cento: 1