Ibovespa inicia semana em ritmo comedido à espera de catalisadores

Por: SentiLecto

– O Ibovespa fechou em leve queda nesta segunda-feira, após uma semana de recordes, refletindo de ajustes de posições antes de potenciais catalisadores, como novos desdobramentos das negociações comerciais entre norte-americanos e chineses e resoluções de política monetária nos Estados Unidos e Brasil. Índice de referência do mercado acionário de Brasil, o Ibovespa .BVSP> cedeu 0,17%, a 110.934,07 pontos, segundo dados preliminares. O volume financeiro da sessão alcançava 16,2 bilhões de reais.

– A bolsa paulista conservava o viés positivo nesta quinta-feira, com o Ibovespa renovando máximas históricas, em movimento favorecido pelo viés benigno no exterior e apostas na retomada da economia de Brasil. Às 11:43, o Ibovespa subia 0,27 %, a 110.601,03 pontos. O volume financeiro adicionava 2,807 bilhões de reais. A equipe da H.Commcor em nota a clientes escreveu: “O ambiente externo segue ‘soprando ventos’ favoráveis ao risco nesta manhã, o que por sua vez alimenta apostas positivas com os ativos locais, especialmente com a Bovespa”. Em Washington, a assessora da Casa Branca declarou que a expectativa é de que os Estados Unidos façam um bom acordo comercial com a China, conservando o clima mais tranquilo em relação às negociações comerciais entre as duas economias. No Brasil, permanecem as perspectivas mais positivas para o cenário econômico e de reformas, que têm dado pertinente apoio aa progressão do Ibovespa, que já ultrapassa 25% em 2019. O Credit Suisse avalia que as reformas no país têm que seguir nos próximos dois anos, com aprovações de propostas combinadas com uma agenda mais amigável ao mercado corroborando inflação e juros baixos e expansão mais forte do PIB. DESTAQUES – BRADESPAR PN subia 1,92%, após resolução judicial que julgou improcedente um pleito da Litel contra a empresa, na qual cobra 1,4 bilhão de reais paga pela Litel à Elétron, e que correspondeu a 50% da liquidação de uma sentença arbitral em litígio. – ITAÚ UNIBANCO PN progredia 1,12%, com o setor bancário como um todo favorecido pelas perspectivas mais favoráveis para a economia, mas também tendo de pano de fundo o IPO da XP Inc, grupo no qual detém participação pertinente, esperado para a próxima semana, que pode avaliar a XP em quase 14 bilhões de dólares. BTG PACTUAL UNIT caía 0,28%. Ainda no setor, BRADESCO PN ganhava 0,90%. – Enquanto se prepara para atender o ampliação da procura por carne no país e no exterior, jBS ON subia 0,88%, um dia após anunciar que planeja investir cerca de 8 bilhões de reais no Brasil nos próximos cinco anos. No setor, MARFRIG ON tinha alta de 0,91%. O Itaú BBA conservou recomendação neutra para a ação, mas aumentou o preço-alvo a 12,5 reais. BRF ON perdia 0,25%. – MAGAZINE LUIZA ON subia 0,93% nesta sessão, após quatro queda seguidas, enquanto VIA VAREJO, descolando do setor perdia 1,16% e B2W ON caía 0,17%. Ainda no varejo, LOJAS de America PN caía 0,99% e LOJAS RENNER ON recuava 1,36%. – BB SEGURIDADE ON progredia 0,55%. A XP Investimento realçou positivamente o fato de a seguradora conseguir recomeçar a liderança em outubro, com uma captação líquida de 11,2 bilhões de reais, “especialmente considerando a agressividade do cenário competitivo no segmento”. – BRASKEM PNA mostrava declínio de 0,55%, em sessão de ajustes, após alta nos quatro pregões anteriores, fase em que acumulou valorização de 4%. – VALE ON rondava estabilidade, em sessão de queda dos custos do minério de ferro na China. – CSN declinava 0,08%, um dia após encontro com investidores em Nova York e tendo no radar estimativas sobre produção de aço no Brasil em 2020. USIMINAS PNA tinha estabilidade, com dados de produção de veículos também no pano de fundo. GERDAU PN subia 0,41%. – PETROBRAS PN progredia 1,05%, auxiliada pela alta dos custos do petróleo no exterior, em dia reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e de países aliados, com expectativas de anúncio de ampliação de cortes na produção da commodity. Um painel ministerial de membros Opep + recomendou aumentar acordo para cortes de produção de petróleo em 500 mil barris por dia, declararam duas fontes à Reuters. Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em- O Ibovespa engatava a quinta sessão consecutiva de alta nesta sexta-feira, renovando máxima histórica acima dos 111 mil pontos, com o noticiário externo respaldando o sentimento mais positivo de investidores com a economia de Brasil. Às 11:46, o Ibovespa subia 0,64%, a 111.333,53 pontos. Na máxima até o momento, alcançou 111.429,66 pontos. O volume financeiro no pregão adicionava 2,95 bilhões de reais. Com tal performance, o Ibovespa andava para um ganho semanal próximo de 3%. No exterior, dados de emprego dos Estados Unidos mostraram que a criação de vagas naquele país registrou a maior ampliação em mais de dez meses em novembro, confirmando que a economia conservou-se em trajetória de expansão moderada. Mais cedo, também repercutiu positivamente anúncio chinochino de que abrirá mão de tarifas sobre alguns embarques de soja e carne porca dos Estados Unidos, em meio a negociações para um acordo comercial entre os gigantes econômicos. Em Wall Street, o SeP 500 subia %0,7 Na visão do presidente da BGC Liquidez, Ermínio Lucci com sinais de que os EUA e a China andam para um acordo de primeiro período nas negociações comerciais, auxilia o mercado de Brasil. Ermínio Lucci é o cenário externo mais benigno. Mas, para ele, o que está por trás dos últimos recordes do Ibovespa é a melhora nas perspectivas de crescimento do país. “O Brasil está começando a aumentar… o que em um ambiente de juros e inflação baixos alimenta a procura por ativos de risco”, realçou, entrevendo manutenção da trajetória positiva do mercado acionário de Brasil no médio prazo. Nesta sexta-feira, dados mostraram que a inflação oficial brasileira agilizou em novembro, com o IPCA registrando elevação de 0,51%, a maior alta para o mês em quatro anos, mas ainda abaixo do centro da meta no resultado em 12 meses. Em relatório a XP Investimentos em nota a clientes alegou: “No geral, acreditamos que esse resultado é consistente com o cenário base do Banco Central e corrobora corte de 0,50 ponto percentual este ano”. O Comitê de Política Monetária do BC reúne-se na próxima semana para decidir sobre a taxa básica de juros. Do ponto de vista gráfico, os analistas Fábio Perina e Larissa Nappo, do Itaú BBA, avaliam que o Ibovespa está em tendência de alta, a percurso do próximo objetivo em 114 mil pontos. Passando deste, o próximo é em 120 mil pontos. DESTAQUES – BTG PACTUAL UNIT subia 4,2%, tendo tocando máxima histórica intradia a 74,10 reais mais cedo, conforme muitos agentes financeiros veem os papéis como melhor veículo para se anteciparem ao IPO da XP Investimentos, aguardado para a próxima semana. Em 2019, as units do BTG acumulam elevação de mais de 200%. – VIA VAREJO ON recomeçava o viés de alta e progredia 4,1%, conforme segue respaldada por perspectivas positivas para o consumo no país e mudança na administração da empresa, talento das bandeiras Ponto Frio e Casas Bahia. B2W ON subia 1% e MAGAZINE LUIZA ON ganhava 1,1%. – Faz 1 dia, Itaú Unibanco Pn tinha decréscimo de %0,2, andando fechar a semana com alta de %5 de cerca o IPO da XP Inc,, também tendo em o radar. BRADESCO PN mostrava elevação de 0,4%, sinalizando uma alta de mais de 4,5% – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON progrediam 0,8% e 1,2%, respectivamente, apesar da queda dos custos do petróleo, ainda refletindo a repercussão positiva das sinalizações da empresa a investidores em acontecimento nesta semana. Em acontecimento em Londres, nesta sexta-feira, Roberto Castello Branco declarou que a empresa planeja vender sua fatia na petroquímica Braskem em no máximo 12 meses. Roberto Castello Branco é o presidente da petrolífera.o máximo 12 meses. BR DISTRIBUIDORA, por sua vez, caía 0,6%. – VALE ON mostrava acréscimo de 1%, acompanhando a alta do setor de mineração e siderurgia na Europa, diante do clima mais positivo em relação ao comércio mundial. – AZUL PN subia 0,7%, tendo de pano de fundo dados operacionais de novembro, com ampliação de 30,6% no trânsito de passageiros consolidado ante o mesmo mês de 2018, com alta de 32,5% na habilidade. A adversário GOL PN tinha elevação de 1,54%. – CYRELA ON tinha elevação de 2,3%, após o conselho de gestão da empresa aprovar pagamento de 400 milhões de reais em dividendos intermediários, tendo de pano de fundo sinais de retomada do setor de construção civil.- Enquanto agentes financeiros aguardam dados norte-americanos de emprego, a bolsa paulista sinalizava na abertura mais uma sessão de ganhos nesta sexta-feira, auxiliada pelo viés positivo em bolsas no exterior, após a China anunciar que vai abrir mão de tarifas sobre alguns embarques de soja e carne porca dos EUA. Às 10:03, o Ibovespa subia 0,16 %, a 110.798,56 pontos.

Na segunda-feira 18 de novembro – A bolsa paulista começava a segunda-feira com a maioria das ações do Ibovespa em alta, em meio a ajustes ao movimento dos ADRs na última sexta-feira, em sessão também marcada pelo vencimento dos contratos de alternativas sobre ações e viés relativamente positivo em pregões no exterior. Às 10:04, o Ibovespa .BVSP> subia 0,3 %, a 106.874,83 pontos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ibovespa inicia semana em ritmo comedido à espera de catalisadores
>>>>>Com respaldo do exterior, Ibovespa mantém viés positivo e renova recorde – December 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa recupera 109 mil pontos com respaldo externo; Via Varejo sobe 3% – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa fecha em alta e beira 109 mil pts com ajuda de Vale – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa avança na abertura após PIB acima do esperado, mas exterior adiciona cautela – December 03, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Índice avança nos primeiros negócios impulsionado por dados econômicos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa fecha em alta e retoma 109 mil pts com ajuda de Vale – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa renova recordes com endosso externo e caminha para forte ganho semanal – December 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ações europeias recuam após novembro forte e sob peso de nervosismo comercial – December 02, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Índices da China sobem, preocupações comerciais compensam dados da indústria – December 02, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St cai após lei dos EUA sobre Hong Kong reacender temores comerciais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Atividade fabril da China retorna inesperadamente ao crescimento em novembro – November 30, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ações fecham em nova alta com otimismo comercial EUA-China – November 27, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>China ampliará acesso a mercado para capital estrangeiro e reduzirá barreiras comerciais, diz Xinhua – November 28, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices da China recuam após lucros industriais caírem em outubro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Atividade fabril da China volta a crescer em novembro – November 30, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump diz que vai retomar tarifas sobre importações de metais do Brasil e da Argentina – December 02, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Deterioração da Argentina agrava panorama para balança comercial brasileira, diz AEB – November 29, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Brasil acumula déficit de US$1,099 bi na balança comercial de novembro – November 25, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa avança nos primeiros negócios com exterior favorável – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 120 30 NONE 16 (tacit) eu: 16
2 On Petrobras 75 0 PERSON 12 On: 2, Renner_On: 1, varejo On: 1, (tacit) ele/ela (referent: Jbs_On): 1, Cyrela_On: 1, Marfrig_On: 1, (tacit) ele/ela (referent: Brf_On): 2, Petrobras_Pn: 1, Jbs_On: 1, Brf_On: 1
3 Ibovespa 140 15 ORGANIZATION 8 o Ibovespa: 5, Índice de referência de o mercado acionário brasileiro o Ibovespa: 1, O Ibovespa: 2
4 alta 0 0 NONE 6 a maior alta: 1, uma alta: 1, alta de %0,91: 1, alta: 2, alta de %32,5: 1
5 o Brasil 0 0 PLACE 6 O Brasil: 1, o Brasil: 2, Brasil: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Brasil): 2
6 pontos 0 0 NONE 6 111_mil pontos: 1, 114_mil pontos: 1, 111.429,66 pontos: 1, 120_mil pontos: 1, 110.934,07 pontos: 1, 106.874,83 pontos: 1
7 elevação 0 0 NONE 5 elevação: 1, elevação de %2,3: 1, elevação de %0,4: 1, elevação de %1,54: 1, elevação de %0,51: 1
8 exterior 0 0 NONE 5 o exterior: 5
9 viés 320 0 NONE 4 o viés benigno: 1, o viés positivo: 2, viés relativamente positivo: 1
10 o viés de alta 75 0 NONE 4 (tacit) ele/ela (referent: o viés de alta): 4