IEA vê mercado de petróleo apertado com crise na Venezuela

Por: SentiLecto

Os mercados globais de petróleo estão ficando apertados depressa com o recuo na oferta da Venezuela, que registrou em 2017 a maior quebra de produção não planejada e pode ter um novo declínio em 2018, declarou a Agência Internacional de Energia nesta sexta-feira.

Faz 1 mês, os problemas de dívida e infraestrutura diminuíram a produção em a Venezuela para 1,61 milhão de barris por dia, o menor nível em cerca de 30 anos. Isso impulsionou os custos do petróleo para 70 dólares por barril no começo de janeiro, maior platô em três anos.

“O ano de 2018 vai ser de recuperação, após tocarmos uma mínima histórica. Agora estamos em 1,9 milhão de barris de petróleo por dia, graças aos trabalhadores”, alegou Quevedo em entrevista na TV.

Na sábado 06 de janeiro o presidente Nicolás Maduro havia declarado que a Venezuela emitiria 100 milhões de unidades de sua nova moeda virtual lastreada em petróleo nos próximos dias, embora não esteja claro se algum investidor irá querer adquiri a “petro” no momento em que o país-membro da Opep enfrentava uma crise econômica profunda e o governo tem pouca credibilidade.

A IEA, que organiza a política energética nos países industrializados, em um relatório mensal declarou: “A percepção geral de que o mercado está se apertando é claramente o fator primordial e, neste quadro, há uma crescente preocupação com a produção da Venezuela”.

“Dada a admirável dívida da Venezuela e sua rede de petróleo em danificação, é possível que os declínios neste ano sejam ainda mais acentuados… As sanções financeiras dos EUA também tornam mais difícil a operação do setor petrolífero da Venezuela”, alegou a IEA.

Na sua vez, quevedo culpa as sanções norte-americanas e a corrupção pelos problemas, ecoando o presidente Nicolás Maduro, que declara que a Venezuela padece de um “combate econômica” frear por Washington.

Faz 1 mês, também registrou problemas de produção em o Mar do Norte, o que auxiliou a diminuir o fornecimento global de petróleo em o mês passado para 97,7 milhões de bpd queda de 405 mil bpd ante novembro,, dezembro.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>IEA vê mercado de petróleo apertado com crise na Venezuela
>>>>>Produção de petróleo da Venezuela se recupera para 1,9 mi de barris por dia, diz ministro – January 14, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Produtores da Opep do Golfo devem manter produção no 1º tri abaixo de ano anterior – January 12, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Opep monitora Irã e Venezuela, mas não reagirá a pequenos cortes de oferta, diz fonte – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Quevedo 0 0 PERSON 5 Quevedo: 1, (tacit) ele/ela (referent: Quevedo): 1, quevedo: 1, (tacit) ele/ela (referent: quevedo): 2
2 Venezuela 0 75 ORGANIZATION 4 a Venezuela: 4
3 IEA 0 0 ORGANIZATION 3 a IEA: 3
4 Nicolás Maduro 0 0 PERSON 3 o presidente Nicolás_Maduro: 3
5 nós 0 0 NONE 2 (tacit) nós: 2
6 percepção 0 0 NONE 2 A percepção geral: 2
7 as sanções norte-americanas e a corrupção 0 120 NONE 1 as sanções norte-americanas e a corrupção: 1
8 os problemas de dívida 0 80 NONE 1 Os problemas de dívida: 1
9 os problemas 0 80 NONE 1 os problemas: 1
10 problemas de produção 0 80 NONE 1 problemas de produção: 1