Índices da China caem com inflação ao produtor fraca e preocupações com combate comercial

Por: SentiLecto

Uma vez que dados fracos de inflação ao produtor e perspectivas de intensificação no combate comercial com os Estados Unidos afetavam o apetite por risco, os principais índices acionários chinos recuaram nesta quarta-feira após os ganhos da sessão anterior.

Enquanto o índice de Xangai perdeu 0,56%, o índice CSI300, que reúne as maiores empresas listadas em Xangai e Shenzhen caiu 0,76%.

Faz 1 mês, uma vez que a fraqueza de a indústria afetou a procura, a inflação a o produtor chino retardou, reforçando preocupações sobre o crescimento em a segunda maior economia de o mundo.

Enquanto a China prometeu uma dura resposta, em um sinal de que os nervosismos comerciais podem se intensificar o presidente dos EUA, Donald Trump, defendeu na terça-feira a utilização de tarifas como parte de sua estratégia comercial se os EUA insistirem.

Na sua vez, – Os principais índices de Wall Street subiam nesta terça-feira, liderados pelas ações de tecnologia, em meio ao alívio dos nervosismos comerciais com o México e sinais de mais estímulo fiscal na China. Às 11:53 , o índice Dow Jones subia 0,11%, a 26.091 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,37759%, a 2.898 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq progredia 0,29%, a 7.846 pontos. Todos os principais setores do S&P operavam em alta, com os de serviços públicos e imobiliário –ambos considerados defensivos– registrando os menores ganhos. Embora os EUA tenham, o otimismo com a resolução do presidente dos EUA, Donald Trump, de protelar tarifas de importação sobre o México auxiliava os mercados nesta semana advertido que podem impor as taxas se suas pré-requisito não forem atendidas. Em meio à intensificação daogcombatecomercial, a China informou que vpermitiráque governos locais uutilizemrecursos de títulos especiais como capital para importantes projetos, buscando sustentar a economia.- Os índices acionários europeus fecharam em alta nesta terça-feira pelos terceiro dia, com as ações de Alemania acompanhando um rali mundial após feriado diante de alívio nos nervosismos comerciais, enquanto mais estímulo do governo na China sustentou o setor de recursos básicos. Enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,69%, o índice FTSEurofirst 300 subiu 0,66%, a 1.499 pontos , a 381 pontos, no nível mais alto desde 17 de maio. As ações de mineradoras , automobilísticas e de produtos químicos registraram os maiores ganhos após notícias de que a China está abrindo a porta para mais gastos de governos locais. O otimismo sobre a resolução do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump na sexta-feira de protelar tarifas de importação sobre o México também melhorou o sentimento. Operando após feriado na segunda-feira, o índice de Alemania DAX, sensível ao comércio, subiu 0,9% auxiliado pelos ganhos nas montadoras BMW, Daimler e Volkswagen AS. Em LONDRES, o índice Financial Times progrediu 0,31%, a 7.398 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,92%, a 12.155 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,48%, a 5.408 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,61%, a 20.609 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,13%, a 9.282 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,65%, a 5.207 pontos.

Na uma vez que os temores comerciais haviam, quinta-feira 30 de maio os mercados acionários de China haviam recuado nesta quinta-feira ampliado depois que a China havia intensificado a retórica contra os Estados Unidos.

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,35%, a 21.129 pontos.

Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,73%, a 27.308 pontos.

Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,56%, a 2.909 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,76%, a 3.691 pontos.

Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,14%, a 2.108 pontos.

– Os mercados de ações na Europa fecharam em alta nesta segunda-feira, depois de Estados Unidos e México terem chegado a acordo para evitar taxação sobre produtos de Mexico, enquanto as montadoras europeias se aproveitaram dos sinais de que Fiat-Chrysler e Renault podem recomeçar as negociações de fusão. O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,2%, mas com volumes diminuídos devido ao feriado da Segunda-feira de Pentecostes na Alemanha, Suíça, Áustria e maioria dos países nórdicos. O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,24%, a 1.489 pontos. O setor automobilístico ganhou 0,7%, com sinais de que Fiat Chrysler Automobiles NV e Renault SA estão buscando modos de ressuscitar seu frustrado plano de fusão e garantir a aprovação da Nissan Motor Co. As ações da Fiat Chrysler subiram 1,7%, enquanto as da Renault fecharam em alta de 2,6%, depois que fontes próximas às ecompanhiasddeclararamà Reuters que as coempresasstão de volta às ossdebatesbre como reativar o acordo. “Acreditamos que é muito cedo para falar sobre as negociações serem reabertas”, escreveu em nota Emanuele Gallazzi, analista da Equita. “As notícias de hoje, juntamente com as suposições debatidas no jornalismo relacionadas a cenários alternativos para a Fiat Chrysler, incluindo GM, Hyundai e Geely, conservam alto o pedido especulativo da ação.” Donald Trump abandonou planos de impor uma tarifa de importação de %5 sobre todos os produtos mexicanos em troca de ações para conter imigração. Donald Trump é o presidente dos EUA. A notícia foi um alívio para os investidores, inquietados com o risco de uma segunda grande disputa comercial dos EUA levar a economia mundial à recessão. Em LONDRES, o índice Financial Times progrediu 0,59%, a 7.375 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,34%, a 5.382 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,61%, a 20.484 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,63%, a 9.294 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,60%, a 5.173 pontos.

Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,07%, a 10.615 pontos.

Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,04%, a 6.543 pontos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, China

Cities: Shenzhen

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Índices da China caem com inflação ao produtor fraca e preocupações com combate comercial
>>>>>Índices avançam com esperanças sobre acordo Fiat-Chrysler/Renault e alívio comercial – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ações de tecnologia impulsionam Wall Street – June 11, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Wall Street sobe com expectativa de corte de juros nos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ibovespa avança com expectativas sobre estímulos na China sem tirar pauta política do radar – June 11, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dólar tem leve alta ante real com investidor atento a cena local em dia misto no exterior – June 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Dólar cai 1,2% ante real em semana positiva para ativos de risco – June 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Reforma da Previdência: Tafner critica lobby de categorias profissionais no Congresso – June 04, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dólar tem leve queda com ajustes, atento a exterior e política doméstica – June 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Real deve superar pares a partir de agora, com reformas no radar, diz AZ Quest – June 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ibovespa avança com exterior e decisão do STF – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índices de Wall Street têm rali com esperança de corte de juro e progresso sobre comércio – June 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Bolsas dos EUA avançam após fracos dados de emprego impulsionarem aposta de corte de juro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Powell diz que Fed vai agir ‘conforme apropriado’ diante de riscos de comércio e outros – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Índices europeus fecham em alta com estímulo da China e ganhos na Alemanha – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pontos 0 0 NONE 15 5.207 pontos: 1, 7.846 pontos: 1, 381 pontos: 1, 9.282 pontos: 1, 5.173 pontos: 1, 1.499 pontos: 1, 1.489 pontos: 1, 5.408 pontos: 1, 9.294 pontos: 1, 20.484 pontos: 1, 20.609 pontos: 1, 12.155 pontos: 1, 7.398 pontos: 1, 7.375 pontos: 1, 5.382 pontos: 1
2 índice 0 0 NONE 10 O índice pan-europeu: 1, o índice: 6, o índice pan-europeu: 1, O índice: 1, o índice alemão: 1
3 a China 0 0 PLACE 7 (tacit) ele/ela (referent: a China): 1, a China: 6
4 alta 0 0 NONE 6 alta de %0,24: 1, alta de %2,6: 1, alta de %0,63: 1, alta: 3
5 esta 0 0 NONE 5 esta: 5
6 Donald Trump 210 0 PERSON 4 Donald_Trump (apposition: O presidente de os EUA): 1, Donald_Trump: 2, O otimismo sobre a decisão de o presidente de os Estados_Unidos Donald_Trump em a: 1
7 ganhos 0 20 NONE 3 os menores ganhos: 1, os ganhos: 1, os maiores ganhos: 1
8 companhias 0 0 NONE 3 as maiores companhias listadas: 1, as companhias: 1, as empresas: 1
9 notícias 0 0 NONE 3 As notícias: 1, notícias: 2
10 tensões 0 120 NONE 2 as tensões comerciais: 2