Lucro da Copel progride 42% no 1° tri com corte de preço com pessoal e maior volume

Por: SentiLecto

– A estatal paranaense de energia Copel registrou lucro líquido de 506 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 42,2% na comparação anual, em meio a um crescimento no mercado de sua unidade de distribuição de eletricidade e cortes expressivos de preços com pessoal. A elétrica, com negócios em geração, distribuição e transmissão, teve um lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização de 1,09 bilhão no fase, progressão de 39,3% na comparação anual, segundo balanço divulgado na noite de terça-feira. A receita líquida da empresa progrediu 16,3% entre janeiro e março quando na comparação com o mesmo trimestre de 2018, para 3,89 bilhões de reais. A elétrica realçou que diminuiu em 11,6% os preços gerenciáveis, incluindo com pessoal, material e serviços , para 611,75 milhões de reais. Os cortes de pessoal foram de 27,1%, para 284,5 milhões de reais, auxiliados por diminuição de 590 funcionários nos últimos 12 meses. Faz 1 ano, por outro lado, houve provisão de 91,2 milhões de reais para indenização referente a um programa de demissão incentivada. Em termos de volumes de energia, a Copel, que ainda que seu programa de investimentos totalizou 359,9 milhões de reais entre janeiro e março, declarou, recuo de 46,2% na comparação anual, declarou que houve crescimento de 5,1% no mercado fio de sua unidade Copel Distribuição no trimestre. Enquanto a receita com abastecimento de energia elétrica progrediu 23,7% na comparação anual, a receita da empresa com suprimento de energia elétrica subiu 6,9% no trimestre, para 660 milhões de reais , para 1,63 bilhão de reais. Faz 1 ano, a alavancagem de a empresa, medida por a relação entre dívida líquida e Ebitda, recuou para 2,6 vezes, ante 3,3 vezes com a entrada em operação de novos empreendimentos de a empresa que ampliou a receita,.

– A BRF, maior processadora de frango do país, concluiu o primeiro trimestre com perda líquida de 113 milhões de reais nas operações continuadas, diminuindo a perda em relação ao mesmo fase de 2018, quando teve resultado negativo de 133 milhões de reais, conforme dados divulgados nesta sexta-feira. A perda líquida societário, contudo, atingiu 1,012 bilhão de reais, um salto em relação à perda de 62 milhões de reais um ano antes, afetado essencialmente por uma baixa contábil de 863 milhões de reais referente à venda dos ativos daargentinaO resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização adaptado ficou positivo em 748 milhões de reais nos primeiros três meses deste ano, alta de 9,3 por cento frente ao primeiro trimestre do exercício anterior. – A companhia de infraestrutura e energia Cosan informou nesta segunda-feira que registrou lucro líquido de 395,7 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 14,5% na comparação anual. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização adicionou 1,4 bilhão de reais, ampliação de 21,4% no comparativo anual. – JBS teve lucro líquido de cerca de 1,1 bilhão de reais no primeiro trimestre, mais que o dobro da performance registrada um ano antes, com forte performance de unidade de porcos nos Estados Unidos e fraqueza na divisão Seara no Brasil. JBS é a maior processadora de carne bovina do mundo. Faz 2 meses, a empresa apurou uma geração de caixa medida por o lucro, impostos, depreciação e amortização de 3,19 bilhões de reais entre janeiro e março, um crescimento de 14,4 por cento sobre o mesmo fase de o ano passado. A performance do Ebitda veio praticamente em linha com os 3,1 bilhões de reais estimados em média por analistas consultados pela Refinitv. Enquanto isso a receita líquida, de 44,37 bilhões de reais, ficou abaixo dos 45,9 bilhões calculados em média por analistas. A divisão Seara padeceu queda de 15,8 por cento no Ebitda do primeiro trimestre e a margem recuou de 8,3 por cento um ano antes para 6,6 por cento. Segundo a JBS, o volume de vendas total da Seara caiu no fase em parte por causa de desabilitação de fábricas que exportavam para a Arábia Saudita e ampliação de custos de venda, que subiram 16,6 por cento, “ainda insuficiente para cobrir as ampliações dos preços das principais matérias-primas”. No mercado interno os volumes de venda foram estáveis. Na avaliação da JBS, os conseqüência positivos da crise de peste porca de Afragola na China, que aniquilou milhões de animais no país, “vão ir se intensificar nos próximos meses e vão atingir todas as proteínas animais que o país produz e comercializa tanto no mercado externo como no interno”. A avaliação é semelhante à informada pela radversáriaBRF, que cmencionoueconseqüênciade queda no cpreçode grãos, devido ao menor consumo, e ampliação na procura de China por carne. Já a JBS Brasil viu a performance sair de negativos 100,9 milhões de reais para 195 milhões positivos, com a margem aumentando de 1,6 por cento negativo para 2,9 por cento positivos. As operações de porcos da companhia nos EUA tiveram alta de 32,7 por cento no Ebitda, para 588,5 milhões de reais, mas a margem caiu de 6,2 para 5,2 por cento. A empresa concluiu o trimestre com dívida líquida de 48,73 bilhões de reais, um crescimento de 7 por cento sobre o primeiro trimestre de 2018. A alancagem passou de 3,24 para 3,2 vezes em reais.

Na quarta-feira 17 de abril – A estatal paranaense de energia Copel recebeu aval sem limitações do Conselho Administrativo de Defesa Econômica para a aquisição de fatias da Eletrobras e do fundo de pensão Elos na Uirapuru Transmissora de Energia. Segundo despacho do Cade no Diário Oficial da União desta quarta-feira, o órgão de defesa da concorrência havia considerado que a transação não erguia preocupações sobre a competição no mercado de transmissão de eletricidade. Pela operação, a Copel ficaria com 100 por cento da Uirapuru, após adquiri 75 por cento da companhia junto à Eletrobras e 25 por cento do Elos, fundo de previdência cadicionalda Eletrosul, subsidiária da Eletrobras. A Copel havia acertado a compra da participação da Eletrobras na transmissora em um leilão de venda de ativos realizado pelava estatal federal em setembro passado, ao oferecer 105 milhões de reais pelo fatia. Já a aquisição das ações da Elos no empreendimento havia ocorrido após o fundo exercer direito de “tag-along”, segundo o Cade. A Uiraupuru operava instalações de transmissão de energia com extensão aproximada de 120 quilômetros no Estado do Paraná.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Lucro da Copel progride 42% no 1° tri com corte de preço com pessoal e maior volume
>>>>>BRF tem prejuízo líquido de R$113 mi em operações continuadas no 1º tri – May 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Lucro da BR Distribuidora salta 93% no 1° tri, para R$477 mi – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Lucro da AES Tietê sobe 13% no 1° tri com contribuição de usinas eólicas e solares – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Magazine Luiza tem lucro de R$132 mi no 1º tri – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Cosan tem lucro líquido de R$395,7 mi no 1º tri, alta de 14,5% – May 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Braskem tem queda de 2% no lucro do 1º tri – May 09, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>BB Seguridade tem lucro 11,7% maior no 1º tri, rentabilidade dispara – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>GPA tem lucro consolidado de R$164 mi no 1º tri – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Lucro da EDP Brasil avança 38% no 1° tri com ajuda de negócios em transmissão – May 09, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Lucro da Ambev cresce no 1º tri, mas fica aquém do esperado com custo maiores – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>JBS tem lucro de R$1,1 bi no 1º tri, vê efeitos positivos de peste suína na China – May 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Lucro da Telefônica Brasil cresce acima do esperado no 1º tri com queda em custos – May 09, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 lucro 160 80 NONE 6 lucro líquido: 1, lucro líquido de 395,7_milhões: 1, o lucro: 2, lucro líquido de 506_milhões: 1, um lucro: 1
2 comparação 0 0 NONE 6 a comparação anual: 5, a comparação: 1
3 Copel 0 0 ORGANIZATION 5 A Copel: 1, (tacit) ele/ela (referent: A Copel): 1, a Copel: 3
4 por_cento 0 0 NONE 5 5,2 por_cento: 1, 8,3 por_cento: 1, 6,6 por_cento: 1, 16,6 por_cento: 1, 1,6 por_cento: 1
5 companhia 80 0 NONE 4 A companhia: 2, a companhia: 1, a empresa: 1
6 Seara 0 75 ORGANIZATION 3 A divisão Seara: 1, (tacit) ele/ela (referent: A divisão Seara): 1, a divisão Seara: 1
7 BRF 0 20 ORGANIZATION 3 A BRF maior processadora de frango de o país: 1, a rival BRF: 2
8 receita 145 0 NONE 3 a receita: 2, a receita líquida de 44,37_bilhões: 1
9 JBS 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: a JBS): 1, a JBS: 2
10 esta 0 0 NONE 3 esta: 3