Lucro da Delta supera previsões com controle dos gastos auxiliando a compensar ampliação do combustível

Por: SentiLecto

– A Delta Air Lines anunciou nesta quinta-feira que vai voltar a ter crescimento das margens em 2019, após anunciar uma ampliação do lucro acima das estimativas devido à forte dprocurae controles rígidos de cpreços levando as ações a subirem. Com os custos do petróleo perto dos níveis mais altos em quatro anos, a Delta e adversárias como a American Airlines e Southwest estão enfrentando uma ampliação nos preços de combustível que está pesando nos lucros, mesmo com a forte procura por viagens aéreas. Para lutar esse vento oposto, as empresas aéreas ampliaram os custos das passagens, adotaram aeronaves com consumo menor de combustível e ampliaram as taxas de bagagem. Executivo-chefe da Delta, Ed Bastian isse: “Nosso ímpeto comercial e melhor trajetória de preços nos dão confiança de que estamos no percurso para entregar expansão ininterrupta da receita e expandir as margens à medida que aprogredimopara 2019″,.O lucro líquido subiu para 1,31 bilhão de dólares, ou 1,91 dólar por ação, no terceiro trimestre, ante 1,16 bilhão de dólares, ou 1,61 dólar por ação, um ano antes. Numa base adaptada, a Delta lucrou 1,80 dólar por ação, acima da estimativa média de analistas de 1,74 dólar, segundo dados do Refinitiv. A receita operacional adaptada subiu 8 por cento, para o recorde histórico de 11,8 bilhões de dólares, impulsionada por uma ampliação nas receitas domésticas e transatlânticas. As viagens corporativas permaneceram fortes nos Estados Unidos e a procura não deve ser prejudicada pela ampliação das taxas de juros nos EUA, declarou a empresa aérea. A Delta declarou que conservará o crescimento do preço unitário, excluindo combustíveis, abaixo de 2 por cento no ano que vem. A companhia espera que a habilidade mundial suba cerca de 3 por cento em 2019, e Em 2 anos, declarou que está trocando aeronaves mais velhas e estreitas por aviõezinhos maiores e mais eficientes A321, de a Airbus e 737-900s de a Boeing Isto permitirá uma melhora de quase 15 por cento no preço do assento, declararam executivos. A Delta declarou esperar lucro de 1,10 a 1,30 dólar por ação no quarto trimestre, em linha com as estimativas, e um crescimento anual de receita de cerca de 8 por cento em relação a 2017.

– Faz 2 meses, a Boeing entregou 61 unidades de o 737 de corredor único, seu aviãozinho mais vendida, números bastante acima do mesmo fase de 2017 e de agosto, e propondo que problemas de produção entre provedores podem estar reduzindo. Faz 1 ano, os dados mostraram que as entregas totais em os primeiros nove meses de o ano totalizaram 568 aviõezinhos, ante 554 em o final, e assinalaram para uma diminuição dos problemas de produção que fizeram com que aeronaves inacabadas fossem acumulados em a fábrica de a Boeing em Renton, Washington. Dennis Muilenburg declarou no mês passado que as entregas de 737 aeronaves de corredor único em setembro seriam tão boas quanto os 48 aeronaves entregues em agosto, já que a empresa trabalha para entregar um número recorde de aeronaves pelo segundo ano consecutivo. Dennis Muilenburg é o presidente-executivo da Boeing. Faz 1 mês, a companhia entregou 57 aeronaves de o ano passado. A Boeing, que tem como meta entregar entre 810 e 815 aeronaves em 2018, está à frente de sua principal radversáriaAirbus, que entregou 503 aaviõezinhosaté setembro deste ano, acima das 454 entregas no mesmo pfasede 2017. A Airbus está lidando com atrasos nas entregas e problemas de característica, deixando uma trajetória íngreme nas entregas para o quarto trimestre, a fim de atingir as metas do fim do ano. A companhia francesa, espera entregar cerca de 800 aeronaves em 2018, excluindo o modelo A220, anteriormente conhecido como CSeries, recém-adquirido da Bombardier. A Boeing também está à frente nas encomendas, registrando 631 pedidos de aaviõezinhosllíquidosapós cancelamentos nos primeiros nove meses do ano, bem à frente dos 256 pedidos registrados pela Airbus.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Lucro da Delta supera previsões com controle dos gastos auxiliando a compensar ampliação do combustível
>>>>>Boeing surpreeende com salto em entrega de aeronaves em setembro – October 09, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 aeronaves 0 95 NONE 9 aviões: 1, aeronaves maiores: 1, aviões mais velhos e estreitos: 1, os 48 aviões entregues: 1, 568 aeronaves: 1, aviões inacabados: 1, sua aeronave: 1, 57 aviões: 1, 503 aeronaves: 1
2 a empresa 80 0 NONE 5 (tacit) ele/ela (referent: A empresa): 5
3 Boeing 0 0 ORGANIZATION 4 A Boeing: 4
4 por_cento 0 0 NONE 4 8 por_cento: 1, por_cento: 1, 3 por_cento: 1, 2 por_cento: 1
5 companhias 0 80 NONE 3 A empresa: 2, as companhias aéreas: 1
6 demanda 160 0 NONE 3 a forte demanda: 2, a demanda: 1
7 nós 25 0 NONE 3 (tacit) nós: 2, nos: 1
8 A Delta 0 0 PLACE 3 a Delta: 1, A Delta: 2
9 ação 0 0 NONE 3 ação: 3
10 dólar 0 0 NONE 3 1,61 dólar: 1, 1,80 dólar: 1, 1,91 dólar: 1