NicolC3A1sMaduroinmeetingwithIranianPresidentHassanRouhaniinSaadabadPalace.jpg

Número de mortos em protestos na Venezuela chega a nove

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Nicolás Maduro in meeting with Iranian President Hassan Rouhani in Saadabad Palace

– matou-se um homem em uma manifestação em a capital de a Venezuela em a noite de quinta-feira, declarou uma autoridade nesta sexta-feira, marcando a nona morte em uma onda de manifestações, algumas vezes violentas, contra o governo do presidente Nicolás Maduro. Melvin Guaitan faleceu por um ferimento de tiro na área de Petare, declarou o prefeito Carlos Ocariz, via Twitter. A mídia local relatou assaltos e confrontos nas ruas com forças de segurança em áreas pobres de Caracas na quinta-feira e começo desta sexta-feira. Ocariz, sem dar mais detalhes escreveu: “Nós ordenamos que os culpados por este incidente sejam investigados e castigados”. Líderes da oposição prometeram conservar os protestos, exigindo que o governo de Maduro convide votações regionais proteladas desde o ano passado, liberte quase 100 ativistas da oposição presos e respeite a autonomia do Congresso, liderado pela oposição. A oposição está coordenando protestos em níveis comunitários pelo país nesta sexta-feira, uma passeata “quieta” em Caracas no sábado em homenagem aos mortos nas manifestações e um bloqueio nacional nas principais rodovias da Venezuela na segunda-feira. O governo de Maduro até o momento resiste à pressão dos mais sérios protestos em três anos. Líderes do governista Partido Socialista descrevem os manifestantes como ladrinhas violentas que lesam propriedades públicas e perturbam a ordem pública para derrubar o governo com suporte de oponentes ideológicos em Washington. A autoridade do Partido Socialista Freddy Bernal em transmissão na internet declarou: “Esta oposição ferida e fracassada está tentando gerar caos em áreas vitais da cidade e persuadi o mundo que estamos em alguma espécie de combate civil, nas mesmas estratégias utilizadas para a Síria, para a Líbia e para o Iraque”. Uma testemunha da Reuters ouviu tiros e lançamentos de latas de gás lacrimogêneo durante a noite de quinta-feira no bairro de El Valle, em Caracas, com diversos comércios mencionando sinais nesta manhã de terem sido roubados. A mídia local relatou situações similares em outras partes da cidade.

No clímax de uma série de protestos violentos que deixaram cinco mortos, manifestantes por todo o país exigirão que o governo exiba um programa para as votações, que interrompa a repressão contra as manifestações e que respeite a autonomia da Assembleia Nacional, liderada pela oposição.A oposição na Venezuela declarou que realizará o maior protesto de todos nesta quarta-feira, acusando o presidente Nicolás Maduro de recorrer a medidas ditatoriais para acabar com o motim popular provocada pela profunda crise econômica que abala o país.

Nicolás Maduro Moros é um político de Venezuela, atual líder supremo da República Bolivariana da Venezuela.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Venezuela, United States, Syria, Libya

Cities: Washington, Caracas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Número de mortos em protestos na Venezuela chega a nove
>>>>>Oposição na Venezuela promete realizar maior protesto de todos contra Maduro – April 19, 2017 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 oposição 85 70 NONE 5 a oposição: 2, A oposição: 2, Esta oposição ferida: 1
2 protestos 0 224 NONE 3 protestos: 1, protestos violentos: 1, mais sérios protestos: 1
3 Carlos Ocariz 50 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Ocariz): 1, Ocariz: 1, o prefeito Carlos_Ocariz: 1
4 eleições 0 0 NONE 3 as eleições: 2, eleições regionais adiadas: 1
5 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
6 manifestações 0 0 NONE 3 as manifestações: 3
7 o governo 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: o governo): 3
8 país 0 0 NONE 3 o país: 2, todo o país: 1
9 bandidos 0 320 NONE 2 bandidos violentos: 2
10 mortos 0 140 NONE 2 cinco mortos: 1, os mortos: 1