Opep avalia prorrogar cortes de produção, mas países não membros precisam aderir

Membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo estão cada vez mais favoráveis a uma prorrogação para além de junho do acordo para diminuir a produção da commodity e equilibrar o mercado, declararam fontes de dentro do grupo, mas a Rússia e outros países não membros precisariam continuar como parte da iniciativa.

A Opep tem diminuído sua oferta em cerca de 1,2 milhão de barris por dia desde 1° de janeiro, o que tem que durar seis meses, na primeira diminuição comandada pelo grupo em oito anos. A Rússia e outros países não membros do grupo aceitaram também participar do corte.

– A Organização dos Países Exportadores de Petróleo terá que aumentar seu corte de produção para sustentar uma recuperação dos custos, já que um renascimento na extração fora do grupo pode prejudicar seus esforços para diminuir estoques, mostrou uma pesquisa de analistas de mercado nesta sexta-feira. Faz 9 meses, seis de os dez analistas consultados por a Reuters declararam que a Opep vai estender seus enquanto dois compreendem, de este ano que o grupo não precisava estender o acordo e outros dois declararam estar indecisos. “Se a Opep estiver realmente perseguindo um objetivo de estoque, então é necessária uma extensão para a limitação da oferta atual”, declarou o analista do BNP Paribas, Harry Tchilinguirian. “Mas, tendo em conta as recentes declarações dos produtores, propondo que uma rolagem dessa política é contingente à ccolaboração a Opep evai enfrentarum dilema sobre o que fazer quando voltar a se reunir em maio”, aadicionouTchilinguirian. Em seu relatório mensal na terça-feira, o grupo declarou que os estoques de petróleo subiram em janeiro, apesar de um acordo mundial para cortar a oferta e aumentou sua previsão para produção em 2017 de países que não pertencem ao grupo, propondo complicações no esforço para diminuir a sobreoferta. Mas o grupo alegou que os estoques começarão a cair graças ao corte de oferta e adicionou que no segundo semestre do ano “o mercado deve começar a equilibrar ou até mesmo ver o começo de uma diminuição nos estoques de petróleo”.

Na quarta-feira 22 de fevereiro Onze produtores de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo que haviam aderido ao acordo mundial para diminuir a produção haviam entregado pelo menos 60 por cento dos cortes prometidos até o momento, haviam declarado fontes da Opep nesta quarta-feira, acima do que havia sido estimado inicialmente.

O acordo aumentou os custos do petróleo, mas estoques nas nações desenvolvidas têm subido e melhores regressos incentivaram companhias dos Estados Unidos a produzir mais. Um crescente número de oficiais da Opep acredita que pode tardar mais que seis meses para diminuir os estoques.

Um delegado da Opep declarou: “Uma extensão é necessária para equilibrar o mercado”. “Uma extensão do acordo de cortes tem que contar com os países não membros”.

E os estoques não caíssem para os níveis queridos, fontes na Opep declararam à Reuters em fevereiro que o grupo poderia aaumentaros cortes, ou mesmo aaumentaros cortes a partir de julho, s.Cinco outras fontes da Opep ddeclararamque está cada vez mais claro que o mercado precisa de mais de seis meses para se estabilizar, mas adicionaram que todos produtores, incluindo os não membros, precisariam aceitar.

“Os ministros vão se reunir em maio para decidir, mas todo mundo precisa estar na mesa”, declarou uma fonte da Opep ligada a um grande país produtor.

O próximo encontro da Opep para decidir sobre a política de produção ocorre em 25 de maio, em Viena. Também vai haver um encontro em maio com países da Opep e não membros, declarou no mês passado o secretário-geral da Opep, Mohammad Barkindo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Russian Federation, United States, Austria

Cities: Vienna

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Opep avalia prorrogar cortes de produção, mas países não membros precisam aderir
>>>>>Opep precisa estender acordo para sustentar recuperação de preço do petróleo, dizem analistas – March 17, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Petroleira russa diz que expansão da oferta dos EUA ameaça acordo da Opep – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Arábia Saudita diz que oferta de petróleo caiu em fevereiro apesar de produção maior – March 14, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Irã vai manter produção de petróleo a 3,8 mi bpd no segundo semestre de 2017 – March 14, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Mercado de petróleo pode ter déficit no 1° semestre se Opep manter cortes, diz IEA – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Opep 80 40 ORGANIZATION 7 (tacit) ele/ela (referent: A Opep): 1, a Opep: 5, A Opep: 1
2 grupo 0 0 NONE 7 grupo: 1, o grupo: 6
3 acordo 120 0 NONE 4 O acordo: 1, o acordo global: 1, o acordo: 1, um acordo global: 1
4 membros 0 0 NONE 4 membros: 4
5 estoques 100 0 NONE 3 estoques: 1, os estoques: 2
6 Harry Tchilinguirian 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Tchilinguirian): 1, Tchilinguirian: 1, Harry_Tchilinguirian: 1
7 cortes 0 0 NONE 3 cortes: 3
8 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
9 países 0 0 NONE 3 os países: 1, países: 2
10 extensão 190 60 NONE 2 Uma extensão: 1, uma extensão: 1