Pequim pede a companhias dos EUA na China que pressionem Washington sobre combate comercial

Por: SentiLecto

A China alegou nesta quinta-feira que as companhias que operam no país vão padecer em um combate comercial, pedindo às cempresasnorte-americanas que pressionem seu governo para proteger seus interesses, aalegandoque não há negociações em andamento para econcluiro impasse.

Pequim alega que responderá contra as medidas tarifárias washingtonianas, incluindo através de “medidas qualitativas”, uma ameaça que companhias norte-americanas na China teme que possa significar algo como inspeções mais duras ou atrasos em aprovações de investimentos ou mesmo boicotes ao consumidor.

Na quinta-feira 05 de julho os Estados Unidos estavam “abrindo fogo” contra o mundo com sua ameaça de tarifas, havia advertido a China nesta quinta-feira, alegando que ninguém desejava um combate comercial mas que responderia no instante em que as medidas dos EUA entrarem em forcita.

Nesta quinta-feira, a Coreia do Sul advertiu que suas exportações de componentes de alta tecnologia podem ser afetadas com a intensificação da disputa comercial entre Estados Unidos e China, Pequim diminuiu sua projeção de importação de soja e o iuan caiu devido às preocupações com as consequências do conflito.

“Esperamos que as companhias dos EUA possam fazer mais para pressionar o governo dos EUA, e trabalhem duro para defender seus próprios interesses”, declarou o porta-voz do Ministério do Comércio de China, Gao Feng.

Robert Lighthizer ao anunciar as tarifas propostas declarou: “Por mais de um ano, a gestão Trump pediu pacientemente na China que pare com suas práticas injustas, abra seu mercado e se empenhe em competição lícita de mercado”. Robert Lighthizer é o representante de Comércio dos EUA.Na quarta-feira, Pequim declarou que depois que o governo de Noruega ergueu o tom em sua disputa comercial, responderá, ameaçando com tarifas de 10 por cento sobre 200 bilhões de dólares em produtos de China, depois de um rodada de tarifas ter entrado em forcita na sexta-feira.[nL1N1U7083]

Na sua vez, – O Ibovespa fechou em queda nesta quarta-feira, pressionado pelo viés negativo nos mercados mundiais, após os EUA ameaçarem implementar mais tarifas sobre importações chinesas, reavivando os temores que tinham arrefecido nos últimos pregões sobre um combate comercial entre as duas maiores economias do mundo. O principal índice da bolsa paulista concluiu em baixa de 0,62 por cento, a 74.398 pontos. O volume financeiro adicionou 9,9 bilhões de reais. O governo de Noruega anunciou na véspera resolução de impor tarifas sobre o equivalente a mais 200 bilhões de dólares em importações da China. Pequim acusou os EUA de intimidação e advertiu que responderá, inclusive por meio de “medidas qualitativas”. O Ibovespa tocou a mínima da sessão no meio da tarde, com queda de 0,89 por cento, acompanhando a danificação nos mercados externos, com o petróleo Brent chegando a cair mais de 7 por cento no pior momento e o índice acionário S&P 500 atingindo o menor platô da sessão. No encerramento, o S&P 500 registrou queda de 0,71 por cento. “O mau humor externo ditou o rumo da Bovespa. E a questão das tarifas comerciais é o que pesou no mercado internacional”, declarou o sócio da gestora Galt Capital, Igor Lima. Enquanto a economia ainda se mostra, profissionais da área de renda mutável mencionaram que a bolsa de Brasil está sem liquidez, em razão do fase de férias no Hemisfério Norte e manutenção de incertezas com o cenário político doméstico debilitada, com uma recuperação mais lenta do que o esperado. DESTAQUES – PETROBRAS PN caiu 1,92 por cento e PETROBRAS ON recuou 0,84 por cento, respectivamente, revertendo os ganhos do início da sessão, em meio ao tombo dos custos do petróleo. O Brent teve a sua maior queda diária em dois anos, à medida que a escalada daostnervosismoscomerciais entre os EUA e a China ameaça prejudicar a dprocurade petróleo e notícias de que a Líbia reabriria seus portos aampliavamas expectativas de uma oferta crescente. Analistas do Barclays aumentaram a recomendação para os ADRs da Petrobras para ‘overweight’ ante ‘underweight’, mencionando que o custo mais do que compensa o risco político. – VALE fechou em baixa de 1,35 por cento, em sessão de queda do custo do minério de ferro à vista na China, pesando no Ibovespa em razão da rpertinentefatia que detém na composição do índice. Ações de siderúrgicas também tiveram uma sessão negativa, com CSN recuando 5,02 por cento. – EMBRAER caiu 4,34 por cento, após resolução da empresa aérea norte-americana JetBlue de trocar aviõezinhos da fabricante brasileira em sua frota por modelos A220 da europeia Airbus. Investidores também seguem atenciosos a novas informações sobre o acordo entre a Embraer e a norte-americana Boeing. – SUZANO progrediu 3,63 por cento e auxiliou a aliviar a pressão negativa no Ibovespa, favorecida pela valorização do dólar sobre o real. – ELETROBRAS PNB e ELETROBRAS ON subiram 2,17 e 2,19 por cento, respectivamente, após a Câmara dos Deputados deduzi na noite de terça-feira a aprovação do projeto que viabiliza a privatização de seis distribuidoras de energia controladas pela empresa, que agora vai ser enviado ao Senado. A alta acontecia mesmo após Rodrigo Maia anunciar que vai votar-se o projeto de privatização de a Eletrobras não em este ano. Rodrigo Maia é o presidente da Câmara. – Dois navios de combate norte-americanos cruzaram o estreito de Taiwan neste sábado em uma viagem que possivelmente vai ser vista na ilha como um sinal de suporte do presidente Donald Trump em meio àotnervosismocrescente com a China. O Ministério da Defesa de Taiwan declarou que os navios estavam se movendo no sentido nordeste, adicionando que a situação estava de acordo com os normas. Washington não tem ligações formais com Taiwan, mas está vinculado por lei a auxiliar o país a se defender, além de ser a principal fonte de armas da ilha. A China alega regularmente que Taiwan é a questão mais sensível em seus laços com os Estados Unidos. O exército dos EUA se rejeitou a comentar. Autoridades dos EUA declararam à Reuters que uma passagem do estreito havia sido planejada, mas se rejeitou a elaborar o programa da operação, que vai ser a primeira de um navio maranhense em cerca de um ano. A missão se segue a uma série de exercícios militares chineses em volta da ilha que alimentaram os nervosismos entre Taipé e Pequim.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States, China

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Pequim pede a companhias dos EUA na China que pressionem Washington sobre combate comercial
>>>>>China diz que irá responder após EUA ameaçarem novas tarifas sobre US$200 bi em produtos – July 11, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>China releva ter tomado medidas de retaliação contra tarifas dos EUA – July 06, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>China diz que não vai disparar primeiro tiro em guerra comercial com os EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>EUA estão ‘abrindo fogo’ contra o mundo com ameaças de tarifas, diz a China – July 05, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Secretário do Comércio do EUA diz à CNBC que é prematuro falar em saída da OMC – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>EUA dizem que capacidade global em petróleo é suficiente para enfrentar menor oferta do Irã – July 02, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Executivos do setor de gás natural veem ‘século de oferta’ no ‘shale’ dos EUA – June 27, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Índia se prepara para cortar importação de petróleo do Irã, dizem fontes – June 28, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>China diz estar monitorando cuidadosamente as políticas dos EUA sobre investimentos – June 28, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Com entrada em vigor de tarifas, China culpa EUA por ‘maior guerra comercial’ da história – July 06, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices acionários da China e iuan caem com proximidade de prazo das tarifas dos EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ninguém ganha em uma guerra comercial, diz premiê da China – July 06, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Índices acionários chineses caem com proximidade de tarifas entre EUA e China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>EUA anunciam novas taxas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses – July 11, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>EUA prepara lista com tarifas sobre mais US$200 bi em produtos chineses, diz fonte – July 10, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Rússia eleva tarifas sobre produtos dos EUA e promete mais retaliação – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>EUA vão cobrar tarifas sobre mais US$200 bi em importações chinesas – July 10, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices acionários da China ampliam série de perdas semanais contra entrada em vigor de tarifas dos EUA – July 06, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>BC da China atribuiu fraqueza do iuan à alta do dólar e incertezas externas – July 03, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Crescimento de empregos nos EUA ofusca guerra comercial e levanta Wall Street – July 06, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall Street encerra em alta com impulso de tecnologia – July 02, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsas dos EUA fecham em queda com perdas de Facebook e Apple – July 03, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Expectativa de suspensão de tarifas dos EUA impulsiona setor automotivo e ações europeias sobem – July 05, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ibovespa fecha em queda com exterior em meio a aumento de tensão comercial EUA-China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Taiwan diz que dois navios de guerra dos EUA se movimentam na região – July 07, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>China apresenta ação contra os EUA na OMC por tarifas – July 06, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Setor de suínos chinês terá alta de preços por disputa com EUA, dizem OCDE e FAO – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 A China 80 0 PLACE 10 a China: 6, A China: 2, China: 2
2 Pequim 0 30 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: Pequim): 4, Pequim: 5
3 companhia 0 154 NONE 7 a companhia: 2, empresas norte-americanas: 1, as companhias norte-americanas: 2, as empresas: 2
4 SeP 0 0 ORGANIZATION 4 o SeP: 1, (tacit) ele/ela (referent: o SeP): 3
5 por_cento 0 0 NONE 4 5,02 por_cento: 1, 2,19 por_cento: 1, 4,34 por_cento: 1, 3,63 por_cento: 1
6 os EUA 0 90 PLACE 3 os EUA de intimidação: 1, os EUA: 2
7 guerra 0 75 NONE 3 uma guerra comercial: 3
8 Ibovespa 0 30 ORGANIZATION 3 o Ibovespa: 1, O Ibovespa: 2
9 governo 0 1 NONE 3 O governo norte-americano: 1, o governo norte-americano: 1, seu governo: 1
10 EMBRAER 0 0 ORGANIZATION 3 EMBRAER: 1, a Embraer: 1, (tacit) ele/ela (referent: a Embraer): 1