Petrobras completa 17 dias sem reajustar custo da gasolina na quinta-feira

Por: SentiLecto

A Petrobras informou nesta quarta-feira que conservará o custo da gasolina nas suas refinarias na quinta-feira, completando 17 dias sem reajustes, de acordo com dados da petroleira compilados pela Reuters.

O custo médio atual do combustível fóssil vendido pela estatal às distribuidoras é de 2,0450 real por litro –maior valor desde 23 de outubro de 2018, segundo dados publicados anteriormente pela petroleira estatal.

Apesar de norma arremessada em setembro do ano passado, o valor médio não muda desde 30 de abril , pela administração anterior, que impedia a estabilidade do combustível por um fase superior a 15 dias. Se cancelou a norma de os 15 dias questionada em esta quarta-feira se , a Petrobras, que informou que a política de custos permanecia inalterada, não respondeu imediatamente. Faz 1 mês, de este ano, já em a administração de Roberto Castello Branco, a companhia chegou a completar 18 dias com a gasolina em o mesmo platô, em abril.

Conservou-se o custo médio de o óleo diesel em as refinarias também para quinta-feira, satisfazendo a atual norma de a Petrobras para esse combustível que impede que haja reajustes em fases inferiores a 15 dias,. O diesel está congelado em 2,3047 reais o litro desde 4 de maio.

Na sua vez, – Os preços da gasolina nas bombas dos postos do Brasil avançaram em média 1,35% nesta semana, mostraram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis nesta sexta-feira, enquanto os câmbios do diesel, combustível mais usado do país, tiveram alta média de 0,89%. Faz 7 meses, quando houve um reajuste médio de %3,5 em o combustível, o movimento em os custos veio apesar de a Petrobras em suas de o ano passado. Já a alta no diesel seguiu em parte uma elevação de custos pela Petrobras no sábado, de 2,57%, para uma média de 2,3047 reais por litro. Com a alta nos postos, o custo médio da gasolina para os consumidores finais fechou a semana concluída nesta sexta-feira em 4,566 reais por litro, ante 4,505 reais na semana anterior. Já o diesel progrediu para 3,644 reais por litro, de 3,612 reais anteriormente. O repasse de custos ao consumidor final depende da estratégia comercial das distribuidoras e revendedoras, do valor do etanol anidro mesclado à gasolina, dentre outros fatores. Em contraste com o movimento nos combustíveis fósseis, o etanol fechou a semana com queda de 1,89 por cento, a 3,060 reais por litro. O etanol é concorrente da gasolina nas bombas. Faz 1 mês, as usinas de açúcar de o centro-sul brasileiras adicionaram vendas de etanol de 1,32 bilhão de litros de abril, sendo 47,95 milhões de litros destinados em a exportação e 1,27 bilhão de litros a o mercado interno, declarou em esta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar.Faz 1 mês, as usinas direcionaram %71 de sua cana para a produção de etanol.

Na terça-feira 30 de abril – A Petrobras aumentou o custo médio da gasolina nas refinarias em 3,54 por cento, para 2,0450 reais por litro, o maior platô desde 23 de outubro do ano passado, conforme informações no site da estatal. Faz 1 mês, o último reajuste em o câmbio de o combustível fóssil havia sido Por meio de uma sistemática em forcita desde setembro, calcada em operações de hedge, a petroleira podia segurar o valor do produto nas refinarias por até 15 dias. Faz 1 mês, em o acumulado a gasolina de a Petrobras havia exibido elevação de 11,6 por cento, refletindo, em parte, os ganhos de o petróleo em o mercado internacional. A commodity era um dos parâmetros usados pela empresa em sua política de custos de combustíveis, que também levava em contava a cotação. No caso do diesel, o câmbio médio nas refinarias seguia conservada em 2,2470 reais por litro. Alguma mudança só poderia acontecer a partir de quinta-feira, já que para este produto a Petrobras havia adotado uma sistemática que permitia reajustes em fases iguais ou superiores a 15 dias. Faz 2 dias, o diesel comercializado pelava petroleira em mais de 30 pontos de venda havia tido somente uma ampliação em o dia 18, logo após a polêmica que havia envolvido o presidente Jair Bolsonaro. Dias antes, a empresa havia chegado a anunciar uma elevação maior, mas o reajuste havia sido revogado. Apesar da diminuição no ritmo de reajustes, a Petrobras seguia alegando que sua política de combustíveis estava alinhada ao mercado internacional e que tem autonomia para executá-la. Importadores, contudo, alegavam que há defasagem ante o exterior.

Embora tenha ampliado os fases sem reajustes, a Petrobras tem alegado que pratica custos de mercado. Para evitar perdas, a petroleira tem assinalado o uso de dispositivos de hedge.

Mas, diante da falta de reajustes, Sergio Araújo reiterou na Reuters nesta quarta-feira que suas associadas estão com obstáculos de competir com a Petrobras. Sergio Araújo é o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis .A Abicom, em um boletim nesta quarta-feira declarou: “Especificamente para a gasolina, produto para qual a Petrobras não vem praticando periodicidade fixa, é grande a expectativa do anúncio para verificar se variações do custo doméstico vão seguir a correlação do mercado internacional, o que daria mais segurança para a retomada das operações”.

Enquanto o etanol, mais competitivo, está com vendas em ascensão, além da precificação, a associação pontuou que o cenário da procura também é crítico, já que o primeiro trimestre deste ano teve volume 9,4% inferior ao mesmo fase do ano passado.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Petrobras completa 17 dias sem reajustar custo da gasolina na quinta-feira
>>>>>Preço da gasolina nos postos sobe 1,35% na semana, diz ANP; diesel avança 0,89% – May 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Dólar tem leve queda na sessão, mas engata 5ª semana consecutiva de alta ante real – May 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Dólar fecha em alta com aumento de incerteza tarifária entre EUA e China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Índice recua na abertura com exterior negativo – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Mercado monitora Previdência e exterior e leva dólar a maior queda desde 1º de abril – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Dólar toca R$4, mas desacelera por realização de lucros e Previdência – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Modelo atual de Previdência está condenado à falência, diz Guedes – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Previdência: relator quer encerrar debates na Comissão Especial até 29 de maio – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Redes sociais viram palanque de críticas e apoio à reforma da Previdência – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Wall St cai com cautela de investidor sobre comércio – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ações fecham em queda com investidor reagindo a ameaça tarifária de Trump contra China – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ibovespa recua com reviravolta em negociações EUA-China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump anuncia aumento de tarifa dos EUA sobre produtos da China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Em reviravolta, Trump anuncia aumento de tarifas dos EUA sobre produtos chineses – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St fecha em queda com aumento de tensões comerciais – May 07, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St fecha em queda com ameaças de Trump contra China, mas fica longe de mínimas – May 06, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Nasdaq bate recorde com dados de emprego respaldando otimismo com economia – May 03, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Petrobras 120 0 ORGANIZATION 12 a Petrobras: 7, A Petrobras: 4, (tacit) ele/ela (referent: a Petrobras): 1
2 litro 0 0 NONE 9 o litro: 1, litro: 8
3 reais 640 0 NONE 8 3,060 reais: 1, 4,505 reais: 1, 4,566 reais: 1, 3,612 reais: 1, 2,0450 reais: 2, 2,2470 reais: 1, 3,644 reais: 1
4 esta 0 0 NONE 7 esta: 7
5 refinarias 0 0 NONE 6 as refinarias: 4, refinarias: 2
6 diesel 25 0 NONE 5 O diesel comercializado: 1, o diesel: 2, diesel: 1, O diesel: 1
7 mercado 80 0 NONE 4 o mercado internacional: 3, o mercado interno: 1
8 combustível 0 0 NONE 4 o combustível: 1, esse combustível: 2, combustível: 1
9 eu 0 60 NONE 3 (tacit) eu: 3
10 produto 200 0 NONE 3 produto: 2, este produto: 1