Petróleo Brent tem maior recuo semanal em 1 ano com temores sobre coronavírus

Por: SentiLecto

Os custos do petróleo recuaram mais de 2% nesta sexta-feira, com o Brent registrando seu maior declínio semanal em mais de um ano, diante de temores de que o coronavírus se dissemine ainda mais pela China, segunda maior consumidora de petróleo do mundo, e afete as procuras por viagens e pela commodity.

– O Goldman Sachs projetou que uma potencial queda na procura por petróleo chino, maior consumidor mundial, devido à disseminação de um novo coronavírus no país pode impactar negativamente os pcustosdo petróleo em cerca de 3 dólares por barril, em contraste com preocupações com alta dos pcustosdevido a potenciais interrupções no fabastecimentono Oriente Médio. A disseminação do vírus iniciou na cidade de Wuhan, em Hubei, no centro chino, e se disseminou para o resto do país, com 440 casos confirmados e nove mortes até agora. Ele também se disseminou para os Estados Unidos, Tailândia, Coréia do Sul, Japão e Taiwan. O novo vírus, que autoridades de saúde disseram que pode ser transmitido de pessoa para pessoa, preocupou os mercados financeiros, uma vez que os investidores recordaram a epidemia da Síndrome Respiratória Aguda Grave em 2002-2003, também um surto de coronavírus que começou na China e matou quase 800 pessoas em todo o mundo. “Traduzindo o efeito estimado do SARS sobre a procura em volumes de 2020 assinalaria para um choque negativo potencial de 260.000 barris por dia na procura mundial por petróleo”, declarou o Goldman em nota com data de 21 de janeiro. A estimativa inclui uma perda de 170.000 barris por dia em procura por combustível de aviação, adicionou. O banco espera que os mercados de combustível de aviação sejam os mais atingidos se o surto levar a uma queda nas viagens aéreas regionais. Incertezas podem levar a uma queda inicial maior nos custos, adicionou Goldman, embora uma resposta pelo lado da oferta de produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo possa restringi qualquer efeito desse choque sobre os fundamentos do mercado. Enquanto o petróleo de Noruega está em cerca de 58 dólares por barril, os custos do petróleo Brent, referência internacional, estão atualmente abaixo de 65 dólares por barril. – Um superávit de 1 milhão de barris por dia em oferta deve restringi ganhos no mercado de petróleo no primeiro semestre de 2020, declarou nesta terça-feira o diretor-executivo da Agência Internacional de Energia , Fatih Birol. Mbora situações imprevistas, como a crescente instabilidade no Iraque, possam modificar o cenário, em participação no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, Birol alegou nos bastidores à Reuters que não dtem que haverexpectativas de uumaaampliaçãossignificativanos pcustossob “condições normais”, e.O Iraque, segundo maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo , tem passado por violentos embates entre a polícia e manifestantes contrários ao governo, que pressionam por uma reforma do sistema político local. “Eu vejo uma abundância de oferta de energia em termos de óleo e gás. Essa é a razão para que incidentes que vimos recentemente –com o general iraniano morto, as tensões na Líbia– não tenham impulsionado os custos do petróleo”, alegou Birol. Ele realçou que os câmbios do petróleo Brent giram em torno dos 65 dólares por barril, nível semelhante ao visto à época do fórum de Davos do ano passado, mas declarou que não é possível “relaxar”, indicando ter preocupações com possíveis escaladas no Iraque. Mesmo diante dos cortes de produção pelo grupo de países conhecido como Opep+, Birol declarou que a IEA espera um “panorama de mercado confortável” em 2020, com superávit de 1 milhão de bpd ao menos na primeira metade do ano. “A oferta vai aumentar de forma bastante forte a partir de países não membros da Opep. De países como Estados Unidos, Brasil, Noruega e Guiana esperamos mais de 2 milhões de bpd em petróleo”, alegou. Em termos de procura, a IEA vê um crescimento de cerca de 1 milhão de bpd em 2020, “especialmente por países emergentes”.

Na segunda-feira 13 de janeiro os custos do petróleo recuaram cerca de 1% nesta segunda-feira, diante da amenização dos nervosismos no Oriente Médio e à medida que investidores v voltavamo foco para a dprocurasazonal pouco favorável, após um relatório mostrar nuumagrande aampliaçãonos estoques de combustíveis dos Estados Unidos.

O vírus, que já matou 26 pessoas e contagiou mais de 800, desencadeou a suspensão dos serviços de transporte público em dez cidades de China. Além disso, casos também foram detectados em diversos outros países da Ásia, na França e nos Estados Unidos.

O petróleo Brent fechou em queda de 1,35 dólar, ou 2,18%, a 60,69 dólares por barril. Faz 2 anos, o valor de referência mundial recuou %6,4, maior perda semanal desde 21 de dezembro de 2018.

– O Bank of America Global Research aumentou nesta segunda-feira suas projeções para o custo do petróleo em 2020, mencionando riscos à oferta no Oriente Médio, melhores perspectivas de dprocurae um maior compromisso da Opep e aliados com cortes mais acentuados da produção. Enquanto projetou, o banco estimou o custo médio do Brent em 2020 em 62 dólares por barril, de 60 dólares anteriormente -se o WTI em 57 dólares, de 54 dólares antes, segundo nota de analistas de o BofA. A procura mundial deve aumentar em 1,1 milhão de barris por dia neste ano, e a projeção de oferta e procura propõe um superávit de 190 mil barris por dia, assinalou o banco. O BofA alegou: “Um melhor cenário de procura e níveis mais altos de comprometimento da Opep+ , além de um maior risco de problemas na oferta, restringiram nossa projeção para o superávit no mercado mundial de petróleo no primeiro semestre”. “Com isso, nós agora vemos um ambiente mais positivo para o petróleo na comparação com nossas projeções anteriores.” O banco, no entanto, conservou inalterado seu preço-alvo para o Brent ao final do segundo trimestre de 2020, em 70 dólares por barril. Faz 1 mês, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, um grupo conhecido como Opep+, consentiram em aprofundar cortes de oferta em o primeiro trimestre de 2020.

Já o petróleo dos EUA cedeu 1,40 dólar, ou 2,52%, e concluiu o dia cotado a 54,19 dólares o barril. Faz 6 meses, o ” benchmark ” de Noruega perdeu %7,4, maior retração desde 19 de julho de o ano passado.

“Tudo diz respeito ao coronavírus a todo momento, e nós não estamos recebendo sinais de que as coisas estejam melhorando”, declarou Phil Flynn, analista do Price Futures Group em Chicago.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, China

Cities: Chicago

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Petróleo Brent tem maior recuo semanal em 1 ano com temores sobre coronavírus
>>>>>BofA eleva projeção de preço do petróleo por cortes da Opep e riscos no Oriente Médio – January 20, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Rússia caminha para parceria de longo prazo com Opep, diz Gazprom Neft – January 17, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Estoques e produção de fora da Opep protegem mercado do petróleo de choques, diz IEA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Vírus na China pode impactar preços do petróleo em US$3 por barril, diz Goldman – January 22, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Coronavírus mata sexta pessoa na China e viagens de feriado aumentam riscos de infecção – January 21, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>China relata novos casos de vírus e causa preocupação mundial antes de feriado – January 18, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>OMS diz que novo coronavírus da China pode se espalhar e alerta hospitais pelo mundo – January 14, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Morre homem infectado em surto de vírus misterioso na China – January 11, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>China intensifica medidas contra surto de vírus – January 19, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Maior compra de petróleo dos EUA pela China após acordo pode mudar fluxos no mercado – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Wall St faz pausa em rali em meio a surto de vírus na China e temores sobre crescimento – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Número de mortos por vírus na China sobe para 9 e temor de pandemia aumenta – January 22, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Vírus se dissemina por mais cidades chinesas; Xi Jinping diz que contenção é prioridade – (Extraoglobo-pt)
>>>>>DAVOS-IEA vê mercado de petróleo com superávit de 1 mi bpd no 1º semestre de 2020 – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 dólares 0 0 NONE 11 3 dólares: 1, 54,19 dólares: 1, 58 dólares: 1, 60 dólares: 1, 62 dólares: 1, 60,69 dólares: 1, 70 dólares: 1, 65 dólares: 2, 57 dólares: 1, 54 dólares: 1
2 barril 0 0 NONE 8 o barril: 1, barril: 7
3 demanda 0 0 NONE 8 a demanda global: 1, a demanda sazonal: 1, a demanda: 2, A demanda global: 1, demanda: 3
4 oferta 80 0 NONE 4 a oferta: 2, A oferta: 1, oferta: 1
5 banco 0 0 NONE 4 O banco: 3, o banco: 1
6 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
7 nós 0 0 NONE 4 nós: 2, (tacit) nós: 2
8 os preços de o petróleo 0 0 NONE 4 Os preços de o petróleo: 1, os preços de o petróleo: 3
9 petróleo 0 0 NONE 4 o petróleo norte-americano: 1, petróleo: 2, o petróleo: 1
10 eu 80 0 NONE 3 (tacit) eu: 2, Eu: 1