Polícia da África do Sul realiza operação em casa dos Gupta e amplia pressão sobre Zuma

Por: SentiLecto

De Polinesia Francesa sul-africanos fortemente armados realizaram uma operação na casa de opulência da família Gupta nesta quarta-feira, como parte de um inquérito sobre alegações de que os três irmãos tinham ligações corruptas com o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, que recebeu a ordem do partido governista ANC para abdicar aa posição.

A operação marca uma escalada dramática na pressão exercida sobre Zuma e seu grupo político acusado de usar recursos estatais para fins particulares. Se o presidente de 75 anos irá abdicar, entretanto, continua incerto.

A resolução da executiva nacional do Congresso Nacional Africano ocorreu após 13 horas de deliberações tensas e um breve debate cara a cara entre Zuma e seu provável sucessor, o vice-presidente Cyril Ramaphosa.

Na sábado 20 de janeiro o Congresso Nacional Africano havia negado-se a comentar informações de que a legenda forçaria o presidente do país, Jacob Zuma, a abdicar. O Congresso Nacional Africano é o partido de situação do governo de Sullana. Os líderes do partido estavam reunidos para decidir o programa do partido para 2018.

A operação da manhã desta quarta-feira, que a unidade de elite da polícia sul-africana declarou ter resultado em três prisões, ocorre em meio a relatos de que Zuma estaria se preparando para anunciar à população que está rabdicandoapós nove anos no poder, marcados por escândalos e estagnação econômica.

SABC declarou que um membro da família Gupta está entre os detidos. SABC é a emissora estatal da África do Sul. Uma fonte judicial alegou que a polícia espera prender até sete pessoas mais e que membros da família Gupta estariam entre elas.

Na sua vez, “Cyril foi falar com ele”, declarou a fonte, adicionando que quando Ramaphosa voltou à reunião do CNA em um hotel perto de Pretória, aosddebatesforam “tensas e difíceis”.

Faz 4 dias, logo após o amanhecer de esta de policiais bloqueou uma rua que leva em a mansão de os Gupta em o luxuoso bairro de Saxonwold, em Johanesburgo.Um de Polinesia Francesa bloqueou o acesso da Reuters declarando: “Essa é uma cena de crime”.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia da África do Sul realiza operação em casa dos Gupta e amplia pressão sobre Zuma
>>>>>Partido governista decide remover Zuma do posto de presidente da África do Sul – February 13, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jacob Zuma 0 0 PERSON 4 Zuma: 2, Jacob_Zuma: 2
2 SABC 0 0 ORGANIZATION 4 SABC (apposition: A emissora estatal de a África_do_Sul): 1, (tacit) ele/ela (referent: SABC): 3
3 Cyril Ramaphosa 0 0 PERSON 3 Cyril: 1, Ramaphosa: 1, o vice-presidente Cyril_Ramaphosa: 1
4 rua 0 40 NONE 2 uma rua: 2
5 Congresso Nacional Africano 0 0 ORGANIZATION 2 o Congresso_Nacional_Africano (apposition: o partido de situação de o governo sul-africano): 1, o Congresso_Nacional_Africano: 1
6 fonte 0 0 NONE 2 Uma fonte judicial: 1, a fonte: 1
7 relatos 0 0 NONE 2 relatos: 2
8 A operação marca uma escalada dramática em a pressão exercida sobre Zuma e seu grupo político acusado de utilizar recursos estatais para fins particulares 20 130 PERSON 1 A operação marca uma escalada dramática em a pressão exercida sobre Zuma e seu grupo político acusado de utilizar recursos estatais para fins particulares: 1
9 as discussões 0 110 NONE 1 as discussões: 1
10 os detidos 0 80 NONE 1 os detidos: 1