Presidente da Boeing ‘fez tudo certo’, declara chairman

Por: SentiLecto

O presidente do conselho de gestão da Boeing BA.Dave Calhoun alegou nesta terça-feira que o colegiado da fabricante norte-americana acredita que Dennis Muilenburg “fez tudo certo”, segundo observações feitas dias depois que parlamentares pressionaram o executivo de os EUA e repetidamente se rejeitou a abdicar por causa da queda de dois 737 MAX que mataram centenas de pessoas. Dave Calhoun é n>. Dennis Muilenburg é o presidente-executivo da companhia.

Nelson incluindo a United, declarou: “Esta semana marcou um passo atrás no processo, não adiante. Nelson é presidente da Associação de Comissários de Bordo , que encarna funcionários de 20 empresas aéreas. Nelson é presidente da Associação de Comissários de Bordo , que encarna funcionários de 20 empresas aéreas.”

Na enquanto a fabricante de aeronaves lida com as consequências de duas quedas do 737 MAX que haviam matado centenas de pessoas, havia informado a Kevin McAllister, terça-feira 22 de outubro Kevin McAllister estava deixando a companhia enquanto a fabricante de aeronaves lida com as consequências de duas quedas do 737 MAX que haviam matado centenas de pessoas, havia informado a companhia nesta terça-feira, estava deixando a companhia. Kevin McAllister é o principal executivo de aeronaves comerciais da Boeing. Kevin McAllister é o principal executivo de aeronaves comerciais da Boeing.

Calhoun em entrevista à CNBC, aadicionandoque Muilenburg ligou para ele no sábado oferecendo arenunciarda maior parte e seu bbonificaçõesde 2019 e perder entrega de ações da ecompanhiaaté o icomeçode 2021. declarou: “Ele tem nossa confiança”.O conselho de gestão da Boeing tirou Muilenburg da presidência do conselho de gestão da fabricante de aeronaves no mês passado.

Calhoun declarou: “Do ponto de vista de nosso conselho, Dennis fez tudo certo”.

A Boeing, que paralelamente está tentando deduzi a compra do controle da divisão de aeronaves comerciais da Embraer EMBR3.SA>, não planeja cortar o ritmo de produção do 737 MAX ou rebatizar a aeronave, alegou o executivo.

Na semana passada, vários parlamentares dos EUA exigiram a renúncia de Muilenburg e pressionaram o executivo para abdicar ao pagamento de bonificações. Os congressistas também criticaram a Boeing e o executivo por não terem sido inteiramente sinceros.

Muilenburg repetidamente declarou na semana passada que seu foco está no regresso ao serviço das aeronaves MAX e alegou que “Para mim, isso não se trata de dinheiro.”

Após as críticas dos parlamentares, Muilenburg ligou para Calhoun no sábado e propôs não receber bonificações em 2019 ou qualquer pagamento em ações “até que o MAX esteja voando em segurança” de novo, algo que Calhoun declarou que poderia ocorrer até o final de 2020 ou começo de 2021.

Faz 1 ano, Muilenburg recebeu 23,4 milhões de dólares em pagamentos de a Boeing, em 2018.

Calhoun, adicionando que Muilenburg “sempre faz as coisas certas”. declarou: “Foi uma resolução expressiva da parte dela”.

O porta-voz da Boeing Gordon Johndroe confirmou que o conselho de gestão da fabricante apoiou a proposta de Muilenburg de diminuir significativamente seus pagamentos.

Os parlamentares foi duramente criticado Muilenburg de os EUA por causa das informações conhecidas por a companhia de que o sistema de prevenção de stall de os 737 MAX , conhecido como MCAS , estava vinculado em as duas quedas.Faz 3 anos, se o criticou também por causa de atrasos que descrevem uma conduta errática de o sistema em simulador.

“Os emails, o depoimento… tudo leva a mais dúvidas que respostas”, declarou Chad Kleibscheidel, do sindicato de comissários da Southwest em referência a mensagens trocadas por funcionários sobre a segurança do aviãozinho antes de ser certificada em 2017. Se divulgaram as mensagens durante as audiências.

Calhoun declarou: “Nosso trabalho é consertar o MCAS”.

O conselho de gestão da Boeing está sendo informado diariamente sobre o esforço para que a aeronave regresse a voar, declarou Calhoun, que propôs que Muilenburg continue como presidente-executivo da Boeing após a retomada dos voos do 737 MAX.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Presidente da Boeing ‘fez tudo certo’, declara chairman
>>>>>Três sindicatos de comissários de bordo dos EUA mostram preocupação sobre Boeing 737 MAX – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Dennis Muilenburg 160 140 PERSON 12 Dennis_Muilenburg (apposition: o presidente-executivo de a empresa): 1, (tacit) ele/ela (referent: Muilenburg): 1, Muilenburg de a presidência de o conselho de administração de a fabricante: 1, Muilenburg: 7, Dennis: 1, Ele (referent: Muilenburg): 1
2 Dave Calhoun 0 20 PERSON 9 Dave_Calhoun (apposition: N): 1, (tacit) ele/ela (referent: Dave_Calhoun): 1, Calhoun: 7
3 Boeing 0 0 ORGANIZATION 6 (tacit) ele/ela (referent: a Boeing): 1, a Boeing: 3, A Boeing: 2
4 empresa 0 0 NONE 4 a empresa: 4
5 executivo 0 36 NONE 3 o executivo: 3
6 MAX 0 0 ORGANIZATION 3 dois 737 MAX: 1, o 737 MAX: 1, MAX: 1
7 Nelson 0 0 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Nelson): 2, Nelson (apposition: presidente de a Associação_de_Comissários_de_Bordo): 1
8 mensagens 0 0 NONE 3 mensagens internas de 2016: 1, mensagens trocadas: 1, As mensagens: 1
9 parlamentares 0 80 NONE 2 os parlamentares: 2
10 centenas de pessoas 0 50 NONE 2 centenas de pessoas: 2