Radicais do Irã agridem presidente em meio a ampliação da pressão dos EUA

Por: SentiLecto

A pressão crescente dos Estados Unidos sobre o Irã enfraqueceu o presidente moderado Hassan Rouhani e tornou seus adversários linha-dura mais assertivos dentro do país e no exterior, como mostram desdobramentos recentes.

Faz 6 anos, quando sucedeu o controverso líder Mahmoud Ahmadinejad, Rouhani era visto como uma figura de o establishment que faria pouco para acabar com o longo impasse de o Irã com o Ocidente.

Dois anos depois, seu governo assinou um acordo nuclear com potências globais que despertou esperanças de uma mudança política mais abrangente.

Liu, principal negociador china nesses debates, em Washington, na sexta-feira, de acordo com a TV estatal, neste sábado. declarou: “suspenderam-se as negociações não”. “Pelo contrário, eu acho que pequenas dificuldades são normais e inevitáveis durante negociações entre dois países. Olhando para a frente, ainda estamos cautelosamente otimistas”, declarou Liu.

Na segunda-feira 22 de abril os Estados Unidos haviam alegado que vão suprimi em maio todas as isenções concedidas a oito economias que adquiriam petróleo do Irã sem sanções, em uma medida que visava aumentar a pressão para sufocar as receitas da República Islâmica.

Agora a autoridade de Rouhani está definhando — seu irmão, um conselheiro imprescindível para o acordo de 2015, foi condenado à prisão devido a adenúnciasde corrupção não especificadas, um aoponentelinha-dura lidera o Judiciário e sua gadministraçãoestá sob ataque por responder com muita cserenaao aperto das sanções do presidente dos EUA, Donald Trump.

Na embora o presidente já tivesse, sua vez, em comunicado, Robert Lighthizer revelou que Trump tomou essa resolução esta manhã ameaçado impor tarifas de %25 a outros US$ 325 bilhões em importações procedentes chinas. Robert Lighthizer é o representante de Comércio Exterior dos EUA.O combate comercial entre as duas maiores economias do mundo se intensificou na sexta-feira com os Estados Unidos aumentando as tarifas sobre 200 bilhões de dólares em produtos de China depois que o presidente Donald Trump declarou que Pequim “quebrou o acordo” ao voltar atrás em compromissos anteriores feitos durante meses de negociações.

Trump declarou que interromper as sanções em troca de limites ao programa nuclear não impediu Teerã de interferir em países vizinhos ou de desenvolver mísseis balísticos, e que a tentativa de aproximação de Rouhani com o Ocidente é uma cortina de fumaça.

Por outro lado, as medidas de Trump colocariam aproximadamente US$ 300 bilhões de importações de China sujeitas a tarifas punitivas, declarou o representante comercial de America Robert Lightizer, em um comunicado na sexta-feira. Lightizer declarou que tomou-se uma resolução final não sobre novos deveres que viriam depois de um ampliação de tarifas em o início de a sexta-feira,, de %10 a %25, em US$ 200 bilhões de importações de China.

Mas a ruptura dos EUA com o acordo nuclear um ano atrás e as tentativas subsequentes de acabar com as exportações de petróleo do Irã ampliaram substancialmente o nervosismo regional. Na terça-feira, os militares norte-americanos declararam que seu país se prepara para “ameaças provavelmente iminentes a forças dos EUA” da parte de forças apoiadas por Teerã no vizinho Iraque.

Rouhani exortou facções inimigas a trabalharem juntas e assinalou para os limites de seu poder em uma nação onde o governo eleito opera sob controle clerical e ao lado de forças de segurança poderosas e um Judiciário influente.

Rouhani no sábado, segundo o site da Presidência, uma tentativa aparente de repelir o motim público com a característica de vida declinante declarou: “Quanta autoridade o governo tem nas áreas que estão sendo questionadas é algo que precisa ser examinado”.

Ebrahim Raisi, que se tornou chefe do Judiciário em março e é candidato na sucessão do líder supremo do Irã replicou que todos os poderes do governo têm autoridade suficiente paraEbrahim Raisi, que se tornou chefe do Judiciário em março e é candidato na sucessão do líder supremo do Irã replicou que todos os poderes do governo têm autoridade suficiente para realizar suas tarefas. Ebrahim Raisi, que se tornou chefe do Judiciário em março e é candidato na sucessão do líder supremo do Irã é aiatolá Ali Khamenei. Ebrahim Raisi, que se tornou chefe do Judiciário em março e é candidato na sucessão do líder supremo do Irã é aiatolá Ali Khamenei.tarefas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Radicais do Irã agridem presidente em meio a ampliação da pressão dos EUA
>>>>>China continua “cautelosamente otimista” em discussões com os EUA, apesar de novas tarifas – May 11, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>EXCLUSIVO-China volta atrás em quase todos os aspectos do acordo comercial com os EUA, dizem fontes – May 08, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Trump anuncia aumento de tarifa dos EUA sobre produtos da China – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Em reviravolta, Trump anuncia aumento de tarifas dos EUA sobre produtos chineses – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>China e EUA iniciam nova rodada de negociações para evitar a guerra comercial – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>China e EUA concluem mais uma reunião para encerrar guerra comercial – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump escolhe defensor de muro na fronteira para comandar agência de imigração dos EUA – May 05, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump diz que economia dos EUA ‘subiria como foguete’ se Fed cortasse juros – April 30, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Trump ameaça Cuba com mais sanções se não cessar apoio militar à Venezuela – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>EUA dizem que China renegou compromissos comerciais, negociações continuam – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Trump diz que ficará feliz em manter tarifas sobre importações chinesas em vigor – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índices da China fecham em mínima de 11 semanas com aumento das tensões comerciais – (Extraoglobo-pt)
>>>>>EUA iniciam processo para impor tarifas sobre todas importações da China – (EfeGeneric)
>>>>>China diz que ‘nunca vai se render’ em meio a intensificação de guerra comercial com os EUA – May 13, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>EUA intensificam guerra comercial em meio a negociações, China diz que vai retaliar – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 tarifas 0 30 NONE 3 tarifas: 1, tarifas punitivas: 1, as tarifas: 1
2 acordo 90 0 NONE 3 o acordo nuclear: 1, um acordo nuclear: 1, o acordo: 1
3 governo 50 0 NONE 3 o governo: 1, seu governo: 1, o governo eleito: 1
4 Donald Trump 0 0 PERSON 3 o presidente Donald_Trump: 1, Trump: 2
5 Rouhani 0 0 PERSON 3 Rouhani: 3
6 presidente 70 40 NONE 2 o presidente moderado: 1, o presidente: 1
7 obrigações 0 40 NONE 2 novas obrigações: 2
8 potências 100 0 NONE 2 potências mundiais: 2
9 autoridade 20 0 NONE 2 autoridade: 1, autoridade suficiente: 1
10 Ebrahim Raisi 0 0 PERSON 2 Ebrahim_Raisi e (apposition: aiatolá Ali_Khamenei): 2