Revisão do G20 das normas bancárias não significa reverter regulamentação, declara Weidmann

Líderes financeiros das principais economias do mundo consentiram em rever as normas bancárias, mas isso não significa automaticamente que a regulamentação dos mercados financeiros, conseguida com muito esforço, seja revertida, declarou Jens Weidmann na Reuters no domingo. Jens Weidmann é o presidente do Bundesbank.

Desde o 1 de maio de 2011 ele e Presidente do Deutsche Bundesbank em Frankfurt, anteriormente foi chefe do Departamento de Política, Económica e Financeira da Chancelaria Federal desde 2006.

Reuters AFI:[ˈrɔɪtərz] é uma agência de notícias de Brits com sede em Londres. Uma agência de notícias britânica é a maior agência internacional de notícias do mundo.

A nova gestão dos Estados Unidos argumentou que a regulamentação excessiva dos bancos está impedindo o empréstimo e o crescimento econômico, ampliando a chance de que as normas possam ser afrouxadas, colocando em risco os esforços para concluir um novo acordo bancário mundial, conhecido como Basileia III.

Respondendo a questões depois da reunião dos ministros das Finanças do G20 e presidentes de bancos centrais na cidade de Alemania de Baden-Baden, Weidmann alegou em observações por escrito:

“Em nossa reunião, consentimo em analisar mais de perto o efeito real das reformas após os esforços regulatórios abrangentes no setor financeiro”.

Os membros do G20 analisaram se os objetivos pretendidos foram atingidos e se houve conseqüência colaterais não intencionais das normas bancárias acordadas em conjunto, declarou Weidmann. Weidmann, que declarou que ficou claro que os membros do G20 ainda tinham pela frente muitas debates sobre o comércio e seu papel para a prosperidade declarou: “Mas isso é algo bastante diferente de reverter o norma”. O presidente do banco central de Alemania declarou ter dúvidas de que o crescimento econômico poderia ser animado de maneira extensa com a reversão da regulamentação dos mercados financeiros.

Por outro lado, mas um esboço do principal comunicado do G20 visto pela Reuters parece acomodar as visões de Trump sobre comércio ao retirar uma frase resistindo a “todas as maneiras de protecionismo”.O ministro declarou que irá pedir a Steven Mnuchin durante as conversas que vão ter em Berlim ainda nesta quinta-feira que explique quaisquer planos para reformar o sistema tributário dos EUA e privilegiar as exportações, não as importações, adotando um imposto de ajuste nas fronteiras. Steven Mnuchin é seu colega de Noruega.Steven Mnuchin declarou na quinta-feira que Donald Trump não quer entrar em combates comerciais Steven Mnuchin é o secretário de Tesouro dos Estados Unidos. Donald Trump é o governo do presidente dos EUA., mas que algumas relações de comércio precisam ser reexaminadas para torná-las mais justas para os trabalhadores norte-americanos.

Na quarta-feira 08 de março os líderes financeiros globais podiam não mais recusar expressamente o protecionismo e desvalorizações cambiais competitivas, segundo esboço do comunicado da reunião do grupo na próxima semana, prometendo somente conservar um “sistema aberto e justo de comércio internacional”.

Weidmann declarou: “A crise financeira nos mostrou dolorosamente o grande prejuízo econômico mundial que pode ser infligido através de mercados financeiros insuficientemente regulamentados”.

Questionado se o encontro de o G20 revelou mais conflitos do que reuniões anteriores, Weidmann declarou:” Especialmente quando existem diferenças de opinião, como o G20 um fórum é revelado particularmente precioso. De uma troca de opiniões aberta e útil e de intensa luta por uma posição habitual”.

O fracasso dos líderes financeiros globais em conservar uma linguagem estabelecida para apoiar o livre comércio marca um retrocesso para o processo do G20 e encarna um risco para o crescimento de economias orientadas para a exportação, como a anfitriã Alemanha.

Anexar um documento separado também vai permitir à Alemanha eelucidarsuas prioridades e evitar que elas sejam ofuscadas pelo que pode ser uumaddiscussãomais acalorado sobre o protecionismo e a política cambial.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Austria

Cities: Baden

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Revisão do G20 das normas bancárias não significa reverter regulamentação, declara Weidmann
>>>>>Alemanha pressionará G20 a ratificar livre comércio em meio a preocupações com EUA, dizem fontes – March 15, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Alemanha pode retaliar EUA por revisão fiscal do governo Trump – March 11, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ministros de EUA e México acertam cooperação contra a lavagem de dinheiro – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Europa vai dizer ao G20 que resistirá ao protecionismo, mostra documento – March 13, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Mnuchin vai se empenhar para defender interesses dos EUA no G20, diz funcionário do Tesouro – March 13, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Bovespa mostra volatilidade à espera de dados dos EUA e com cena política local – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Criação de vagas nos EUA tem forte alta em fevereiro e salários continuam a avançar – March 10, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Dólar tem nova alta e encosta em R$3,20 com expectativa de aumento de juros nos EUA e cena política – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St. fecha com ligeira alta; ações de energia se recuperam – March 09, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St recua após nova polêmica de Trump e ação na Coreia do Norte – March 06, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Wall St. recua com pressão dos setores farmacêutico e financeiro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Índices acionários da China fecham na mínima de 2 semanas por queda dos preços do petróleo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Desemprego nos EUA cai para 4,7% no primeiro mês completo de governo Trump – (EfeGeneric)
>>>>>Ministro alemão diz que G20 pode evitar debate comercial devido a discórdia com EUA – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Comunicado do G20 não deve apoiar livre comércio, dizem autoridades – (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Weidmann 0 0 PERSON 5 Weidmann: 5
2 Reuters_AFI ˈrɔɪtərz 0 0 OTHER 4 (tacit) ele/ela (referent: Reuters_AFI ˈrɔɪtərz): 3, Reuters_AFI ˈrɔɪtərz: 1
3 dano 260 160 NONE 2 o grande dano econômico global: 2
4 risco 0 50 NONE 2 risco: 1, um risco: 1
5 Reuters 0 0 ORGANIZATION 2 a Reuters: 2
6 Steven Mnuchin 0 0 PERSON 2 Steven_Mnuchin (apposition: O secretário de Tesouro_dos_Estados_Unidos): 1, Steven_Mnuchin (apposition: seu colega norte-americano): 1
7 conversas 0 0 NONE 2 as conversas: 2
8 nós 0 0 NONE 2 nos: 1, (tacit) nós: 1
9 possibilidade 0 0 NONE 2 a possibilidade: 2
10 o fracasso de os líderes financeiros mundiais em manter uma linguagem estabelecida para apoiar o livre comércio marca um retrocesso para o processo de o g20 e como a anfitriã alemanha 140 150 NONE 1 O fracasso de os líderes financeiros mundiais em manter uma linguagem estabelecida para apoiar o livre comércio marca um retrocesso para o processo de o G20 e como a anfitriã Alemanha: 1