Senado aprova indicações de Rodrigo Nascimento e Sandoval Feitosa Neto para diretoria da Aneel

Por: SentiLecto

– O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira as indicações de Rodrigo Limp do Nascimento, atual consultor legislativo da Câmara dos Deputados, e Sandoval de Araújo Feitosa Neto para compor a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica . Foram 41 votos favoráveis, nove opostos e duas abstenções para Nascimento, que declarou que o setor elétrico precisa se preparar para as mudanças regulatórias decorrentes dos progressões tecnológicos, como a geração de energia pelos próprios consumidores e o crescimento do número de carros elétricos, enquanto Feitosa Neto, superintendente de Fiscalização de Serviços de Eletricidade da própria Aneel, teve 37 votos a favor, 7 contra e uma abstenção, de acordo com a agência de notícias do Senado. “O aumento do mercado livre será um ganho para o setor, com mais eficiência e competitividade. Mas devemo tomar_cuidado com alguns pontos, garantir dispositivos de financiamento do expansão do geração, que hoje estão concentrados no mercado regulado”, alegou. As indicações de diretores para a Aneel são uma atribuição do presidente da República. Se o mencionou para assumir vaga deixada final de o mandato de José Jurhosa, rodrigo Limp , enquanto Feitosa vai assumir posto antes ocupado por Reive Barros. Em 3 meses, ainda vão vencer os mandatos de três outros diretores de a Aneel, incluindo o diretor-geral, Romeu Rufino, até agosto.

– A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica retirou da pauta de sua reunião semanal desta terça-feira a análise de quatro processos sobre possíveis débitos ou créditos de distribuidoras de energia da estatal Eletrobras junto a fundos do setor elétrico. A Aneel cobra da Eletrobras uma devolução de cerca de 4 bilhões de reais por compreender que as distribuidoras da estatal receberam valores acima do que deveriam dos fundos setoriais para custear subvenções entre 2009 e 2016. Mas a empresa defende que na verdade teria direito a reembolsos complementares, ao invés de dívidas com os fundos. Não foi possível saber de imediato o motivo do deferimento da análise dos casos, que envolvem as subsidiárias da Eletrobras culpadas pelo abastecimento em Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima. Faz 10 meses, a Eletrobras, que deseja privatizar essas companhias até o final se comprometeu a assumir os eventuais créditos e débitos de as distribuidoras junto a os fundos setoriais para evitar um fracasso de o leilão de venda que se o agendou ainda, não. Em meio àosddebatesentre a estatal e o regulador, o governo federal editou a Medida Provisória 814/17, que autoriza que pse os custeiem parte de os cpreçosque eram cobrados por a Aneel junto em a Eletrobras por os fundos de o setor que são abastecidos com cobranças feitas, junto a os consumidores. MP, vista como importante para viabilizar a privatização da Eletrobras, está em tramitação no Congresso Nacional. Se aprovou a matéria já em uma Comissão Mista e agora precisa passar por o Plenário da Câmara e de o Senado de junho antes de 1 ° para não perder a efetividade.

Na quarta-feira 18 de abril – O presidente Michel Temer encaminhou ao Senado a indicação do nome de Sandoval de Araújo Feitosa para exercer a posição de diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica , segundo despacho no Diário Oficial da União desta quarta-feira. Feitosa, que atualmente era superintendente de Fiscalização de Serviços de Eletricidade na própria agência reguladora, ainda teria que passar por uma sabatina no Senado antes de assumir a posição. Faz 4 meses, a indicação de o superintendente em a diretoria de o regulador v vinha sendo patrocinadanos bastidores por o ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão e por o ex-presidente José Sarney, conforme.A Aneel estava atualmente com duas vagas em aberto em sua diretoria, e Faz 9 meses, os mandatos de os três demais diretores, incluindo o diretor-geral, venciam, o que tem gerado preocupação entre agentes de o setor de energia devido a uma possível demora em a tramitação de processos em a agência. Além de Feitosa, Temer já havia mencionado o nome do consultor legislativo Rodrigo Limp para assumir uma das vagas abertas na diretoria, mas ele ainda não havia passado pela compulsória sabatina no Senado exigida para tomar posse na posição. Enquanto Limp havia, feitosa assumiria um posto antes ocupado pelo diretor Reive Barros sido mencionado para trocar José Jurhosa.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Senado aprova indicações de Rodrigo Nascimento e Sandoval Feitosa Neto para diretoria da Aneel
>>>>>Aneel adia análise de débitos e créditos da Eletrobras junto a fundos setoriais – May 15, 2018 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Aneel 80 0 ORGANIZATION 6 a Aneel: 2, (tacit) ele/ela (referent: A Aneel): 2, A Aneel: 2
2 Feitosa 0 0 PERSON 5 Feitosa: 5
3 Rodrigo Limp do Nascimento 0 0 PERSON 5 Limp: 2, Rodrigo_Limp: 1, ele (referent: Rodrigo_Limp): 1, (tacit) ele (referent: Limp): 1
4 Eletrobras 0 0 ORGANIZATION 4 a Eletrobras: 2, A Eletrobras até o: 2
5 Senado 0 0 ORGANIZATION 4 o Senado: 4
6 fundos 0 0 NONE 3 os fundos setoriais: 1, os fundos: 2
7 setor 0 0 NONE 3 o setor: 3
8 sabatina 0 50 NONE 2 uma sabatina: 1, a obrigatória sabatina: 1
9 valores 150 0 NONE 2 valores: 2
10 vagas 80 0 NONE 2 as vagas abertas: 1, duas vagas: 1