Dez tendências da Semana de Moda de Nova York

Por: SentiLecto

A Semana de Moda de Nova York concluiu nesta quarta-feira com uma explosão de cores e luminosidade, com mais diversidade, porém com dúvidas sobre o futuro das passarelas.

Antes que a celebração global da moda volte seu foco para a Europa -nesta sexta-feira começa a Semana de Moda de Londres, seguida por Milão e Paris, estas são as dez principais tendências da temporada em Nova York:

Vários estilistas se mostraram ousados nessa temporada, exibindo tops bastante curtos que deixavam a parte inferior dos seios à mostra, como nas marcas Barragán e Chromat, além de blusas transparentes que não deixavam nada para a imaginação.

A marca GCDS mostrou até mamilos, e na passarela da Vicky Zang, as jaquetas se abriam para revelar um perfil dos seios. A marca Custo Barcelona teve até um vestido transparente, com pequenos detalhes de renda, que deixava as nádegas à mostra. O mesmo ocorreu nos bodies unissex da Barragán, utilizados com calças de cintura bastante baixa.

As coleções foram bastante coloridas. Bastante fúcsia combinado com laranja e vermelho, como na marca Zero+María Cornejo em tons fluorescentes, e na passarela da Tom Ford em tons clássicos. Marc Jacobs optou pelo laranja, o verde e a psicodelia.

Por outro lado, a coleção inclui combinações de neoprene, nylon e couro em tons como azul escuro, verde exército e vermelho.

A marca de Espanha de alta-costura Delpozo se concentrou nos tons pastéis, com bastante azul celeste, rosa e champanhe, combinados com amarelo fluorescente. O amarelo foi também a cor selecionada por Carolina Herrera e Ralph Lauren, em tule com uma jaqueta ciclista preta.

3. Regresso aos 1990

Shorts de Spandex apareceram combinados com tops de neoprene, e se o arrematou a maioria de os looks com chinelos de dedo com salto. A forte influência anos 1990 da coleção se mostrou nos modelos masculinos com sobretudos extragrandes com detalhe de fivela e calças baggy extragrandes em nylon de várias cores.

Tom Ford inaugurou a semana com uma volta a seus anos de glória na Gucci, buscando inspiração na década que o fez famoso. Foram muitas calças de cintura baixa, bodies e jaquetas grandes.

Enquanto Oscar de la Renta e Victoria Beckham exibiram jaquetas extragrandes, a marca de Italia GCDS também optou por cinturas baixas e bodies, como a Barragán.

A top model dos ’90 Cindy Crawford sua filha Kaia Gerber, de 16 anos que fez sua estreia nas passarelas nos desfiles da Calvin Klein, Alexander Wang e Marc Jacobs. Sua filha Kaia Gerber, de 16 anos é a próxima geração. Sua filha Kaia Gerber, de 16 anos é a próxima geração.

4. Escocês pequeno

O xadrez de norma pequeno, fino -inspirado no papel de gráfica, como declarou Victoria Beckham em entrevista à AFP- estava por todos os lados. Rosie Assoulin, Public School, Christian Siriano, Monse, Calvin Klein e Rag&Bone utilizaram a estampa, além da marca da própria Beckham.

5. Listras verticais

Tradicionalmente reservados aos pijamas, o azul foi a cor de preferência para as listras verticais, como nas passarelas da Rosie Assoulin, Zero+Maria Cornejo, Phillip Lim, Sies Marjan, Monse e Jason Wu.

6. Flamenco

Carolina Herrera, Oscar de la Renta, Phillip Lim, Jeremy Scott e Delpozo optaram por babados para um look sensual flertando com o verão.

Como uma resposta aos ataques do governo Trump às minorias, o restrito mundo da moda está flexibilizando suas rnormasde entrada.

Modelos ‘plus size’ conseguiram chegar às passarelas, como Ashley Graham, que desfilou para Prabal Gurung e Michael Kors. Apareceram também coleções exclusiva de tamanhos grandes das marcas Addition Elle e Chromat.

As modelos mais velhas também tiveram espaço, a mais famosa delas Maye Musk, de 6Tesla que desfilou para Zero+Maria Cornejo, Concept Korea e Project Runway. Maye Musk, de 69 anos é mãe do famoso presidente da marca de veículos Tesla. Tesla é eliot Musk. A marca Barragán colocou na passarela modelos andróginos, a mais famosa Richie Shazam, que não se define nem homem nem mulher., que fez êxito de saltos altos, top e saia mostrando seus pelos no peito e no abdômen,

A insatisfação com Donald Trump se conservou aumentada no feudo democrata que é Nova York.

Tory Burch elegeu uma onda de alegria para fugir de tempos turbulentos. Alice+Olivia mostrou uma modelo em frente a um muro com emblemas feministas, com um convite temático de Mulher Maravilha.

Raf Simons, cujo desfile para Calvin Klein foi o ponto alto da Semana de Moda, meditou sobre o sonho de America modificado em pesadelo.

Após o acontecimento, Rihanna surgiu com look Fenty todo pink para o after-party do desfile no Moxy Hotel em Manhattan. Segundo fontes, a celebração estava tão bombada que as pessoas mal conseguiam se mexer, e a estrela estava sorrindo enquanto dançava e cumprimentava os convidados. “Rihanna estava de bom humor. Ela falava como estava contente com o desfile e sua nova linha para a Fenty”, declarou a fonte.Observadas pelas atrizes Diane Keaton, Jessica Chastain e Katie Holmes nas primeiras fileiras, as modelos desfilaram ternos sob medida e vestidos de cores brilhantes em meio a uma Ferrari vermelha, uma McLaren amarela e um Porsche prateado na apresentação da noite de terça-feira.

Matthew Adams Dolan imaginou um guarda-roupa “para uma geração inclusiva de festa” em tempos de “confrontos civis e crescentes divisões políticas”. Matthew Adams Dolan é estilista que tem Rihanna como fã.

9. Uma chance

Com Raf Simons se realçando do resto dos estilistas e grandes nomes como Rodarte, Proenza Schouler, Thom Browne e Altuzarra desertando trocando Nova York por Paris, blogueiros, compradores e editores puderam se concentrar em outros desfiles que em outras épocas não chamariam atenção.

Um deles foi a passarela do mexicano Víctor Barragán, jovem promessa de 25 anos, que mostrou sua coleção em um loft repleto de reivenções, com uma visão bastante original do que é ser masculino ou feminino, desafiando convenções, modernizando a imagem do “macho latino” e a conceito do corpo feminino.

10. Não à passarela

Jenny Packham, uma das estilistas fpreferidasde Kate Middleton, ignorou a passarela e optou por uma campanha de ffotografiae vídeo publicada nessa quinta-feira.

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: France

Cities: Paris

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dez tendências da Semana de Moda de Nova York
>>>>>Rihanna exibe coleção inspirada no motocross na Semana de Moda de Nova York – September 11, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Rihanna deixa desfile na semana de moda de Nova York em garupa de moto – September 11, 2017 (EOnline-pt)
>>>>>Ralph Lauren combina paixão por moda e carros na Semana de Moda de Nova York – September 13, 2017 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Rihanna 170 0 PERSON 6 Rihanna: 3, Ela (referent: Rihanna): 1, (tacit) ele/ela (referent: Rihanna): 2
2 Kate Middleton 80 0 PERSON 3 Kate_Middleton: 1, (tacit) ele/ela (referent: Kate_Middleton): 2
3 tons 80 0 NONE 3 os tons pastéis: 1, tons: 1, tons clássicos: 1
4 passarela 70 0 NONE 3 a passarela modelos: 1, a passarela: 2
5 Barragán 40 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: A marca Barragán): 1, A marca Barragán: 1, a Barragán: 1
6 modelos 280 25 NONE 2 os modelos masculinos: 1, modelos mais velhas: 1
7 listras 240 0 NONE 2 Listras verticais: 1, as listras verticais: 1
8 blusas 160 0 NONE 2 blusas transparentes: 2
9 modelos 150 0 PLACE 2 Modelos: 2
10 Richie Shazam 140 0 PERSON 2 mais famosa Richie_Shazam: 2