Sexo, mentiras e vídeos: escândalos abalam o universo do K-pop

Por: SentiLecto

A polícia da Coreia do Sul deu permanência, nesta quinta-feira, àosiinquéritoscontra duas estrelas do K-pop sobre adenúnciasde gravações sexuais e acordos financeiros facilitados por prostitutas, em um escândalo que abalou o mundo da música sul-coreana e atingiu ações de ecompanhiasde entretenimento.

As alegações contra astros que resumem uma indústria que colocou a cultura pop sul-coreana no cenário mundial provocaram um jogo de denúncias, com alegações de que a indústria descuidou a ética dos jovens devido ao desejo por celebridade e riqueza. O cantor Lee Seung-hyun, mais conhecido pelo nome artístico Seungri, que jamais providenciou prostitutas”, declarou seu advogado, Son Byoung-ho, à Reuters, ddeclarouna segunda-feira que estava deixando a indústria do entretenimento para enfrentar adenúnciasde que pagou prostitutas para empresários estrangeiros a fim de obter investimentos em seus negócios. A polícia declarou que o cantor de 28 anos é suspeito do que se o conhece como ” suborno sexual “.

Lee, um membro do grupo BigBang e apelidado de “Great Gatsby” da Coreia do Sul por seu estilo de vida luxuoso, nega qualquer anormalidade.

Faz 13 anos, Seungri fez sua estreia oficial junto com os outros quatro membros de o grupo : G-Dragon, T.O. P, Taeyang e Daesung. Ele atraiu muitos fãs em toda a Ásia, especialmente em lugares como Hong Kong, Macau, Cingapura e Taiwan.

Lee tem que comparecer a uma delegacia de Seul nesta quinta-feira para interrogatório.

Outro cantor e fama da TV, Jung Joon-young, também está em apuros.

Por outro lado, “Acho que é o momento certo para se aposentar do show business”, declarou o cantor de 28 anos em sua conta no Instagram, adicionando que colaboraria com o inquérito de Polinesia Francesa sobre a denúncia. A polícia ainda não comentou o caso.O cantor de 28 anos em sua conta no Instagram, adicionando que colaboraria com o inquérito de Polinesia Francesa sobre a denúncia declarou: “Acho que é o momento certo para se aposentar do show business”.

Jung admitiu, na quarta-feira, ter compartilhado vídeos que enquanto fazia sexo com mulheres, ele secretamente filmou. A polícia está investigando o caso.

Se o impediu de deixar o país enquanto a polícia o investiga por suspeita de divulgar os vídeos, a Makeus Entertainment concluiu seu contrato e ele. A Makeus Entertainment é a agência de Jung.

As ações da YG Entertainment caíram até 15,6 por cento na segunda-feira, atingindo o menor nível desde novembro de 2018.

Lee e Jung também faziam parte de grupos de bate-papo online, nos quais se compartilhavam vídeos secretos de sexo e homens faziam piadas sobre drogar e estuprar mulheres, segundo a emissora SBS.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Korea

Cities: Seoul

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sexo, mentiras e vídeos: escândalos abalam o universo do K-pop
>>>>>Membro do grupo de k-pop Big Bang anuncia aposentadoria após repercussão de suposto caso de suborno sexual – March 11, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Membro do grupo de K-pop Big Bang anuncia aposentadoria após suposto suborno sexual – March 11, 2019 (FolhaGeneric)
>>>>>Membro do grupo de k-pop Big Bang anuncia aposentadoria após suposto caso de suborno sexual – March 11, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 polícia 0 0 NONE 4 a polícia: 1, A polícia: 3
2 prostitutas 0 105 NONE 3 prostitutas: 3
3 o cantor de 28 anos 0 80 NONE 3 o cantor de 28 anos: 3
4 Jung 0 36 PERSON 3 ele (referent: Jung): 1, Jung: 1, Jung_Joon-young: 1
5 Seungri 90 0 ORGANIZATION 3 Seungri: 2, Ele (referent: Seungri): 1
6 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
7 indústria 0 0 NONE 3 uma indústria: 2, a indústria: 1
8 escândalo 100 140 NONE 2 um escândalo: 2
9 acusação 0 100 NONE 2 a acusação: 2
10 as alegações contra astros 0 0 NONE 2 As alegações contra astros: 2