Vizinhos lamentam morte violenta de ator Rafael Miguel e familiares

Por: SentiLecto

— Um crime bárbaro e uma família inteira arruinada. São frases como essas que definem o sentimento compartilhado por vizinhos e habitantes do bairro Jardim São Jorge, Zona Sul de São Paulo, após o homicídio do ator Rafael Miguel, de 22 anos, e seus pais, Miriam Selma Miguel, de 50, e João Alcisio Miguel, de 52. Os três foram mortos a tiros no último domingo, na Estrada do Alvarenga, também na Zona Sul da capital paulista, pelo comerciante Paulo Cupertino Matias, que ainda não foi preso pela polícia. O motivo do crime: Matias não aceitava Isabela Tibcherani, de 18 anos com Rafael. Isabela Tibcherani, de 18 anos é o relacionamento da filha. Pouco mais de dois quilômetros separam as residências das famílias de Rafael e Isabela. Próximo aos dois endereços, sensação de medo e choque após o violento domingo. — Ainda não co nsegui chorar de tanto choque. É uma sensação insólita, eles estavam aqui na igreja sempre. Acompanhamos histórias violentas, mas jamais achamos que vai ocorrer com alguém perto da gente — lamentou uma das funcionárias da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, igreja onde a família esteve para uma missa poucas horas antes de ser assassinada e que pediu para não ser identificada. Os pais de Rafael eram voluntários da Paróquia e Miriam, ainda mais presente, organizava a Pastoral da Família. Poucas horas antes do crime, eles foram à missa e levaram Rafael,, que também estava na ocasião, que há tempos não ia à igreja. — Eram uma família de boa índole. Eles não mereciam falecer daquela forma. Pessoas que tinham acabado de chegar da missa no domingo, pessoas que comungaram. Parece que vieram se preparar — recordou um outro funcionário da Paróquia. Na noite de sábado, véspera do crime, Isabela e os pais foram a uma celebração junina da escola do irmão mais novo, de 13 anos., porém não encontrou com o pai da namorada. Eles só se conheceram minutos antes do crime, no dia seguinte. Já no domingo, por volta das 11h, Matias perguntou pela filha, que não estava em casa. Em testemunho na 98ª Delegacia de Polícia, Vanessa Tibcherani de Camargo contou na polícia que após a questão do pai tentou contato com a filha e, como não teve êxito, ligou para Rafael. Vanessa Tibcherani de Camargo é mãe de Isabela.QMiriam declarando que o jovem havia saído, esquecido o telefone em casa e que possivelmente teria ido se encontrar com Isabela. Miriam é a mãe do ator. Miriam é a mãe do ator. Pouco tempo depois, de acordo com o testemunho de Vanessa, ela recebeu um regresso de Miriam, declarando que ela estava indo a sua casa com o marido, João, Rafael e Isabela, para conversar sobre o relacionamento dos jovens. Miriam teria batido à porta, que fica atrás de um portão de ferro e, so próprio Matias segundo Vanessa , recebeu ela.E, quando a família chegou ao localla, então, questionou se ele seria o pai de Isabela. Respondeu: “Não, sou a mãe dela”. Pediu que ela entrasse e fechou o portão em seguida. Ainda segundo Vanessa, Miriam pediu para eles conversarem, mas nessa hora Paulo sacou uma arma e efetuou vários disparos contra Rafael e seus pais. Os três faleceram no local antes mesmo da chegada do Samu. A família morava no bairro de Jardim São Jorge há quase 50 anos e foi uma das pioneiras do local. Rafael vivia com os pais e uma irmã mais nova, de 13 anos, que hoje está na casa de familiares. Uma outra irmã mora em Campinas com o marido e a filha bebê. Ainda em testemunho, Vanessa alegou que o pai de Isabela sempre foi um homem “violento e de pavio curto”. Recordou que ele eram constantemente atacados ela e os filhos. Isabela também confirmou a conduta violenta do pai à polícia, revidenciandoque ele sempre foi possessivo. Segundo o delegado titular da Equipe de Intervenção Estratégica da 6ª Seccional de Polícia, Fernando Bessa, Matias tem registros por assalto, associação criminosa, formação de quadrilha, lesão corporal e ameaça.

– Procurado pela polícia como o principal suspeito da morte do ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, tem diversas passagens de Polinesia Francesa. Segundo o delegado titular da Equipe de Intervenção Estratégica da 6ª Seccional de Polícia, Fernando Bessa, o suspeito tem passagens por assalto, lesão corporal e ameaça. De acordo com o de Polinesia Francesa, Matias não aceitava o namoro de sua filha com o ator. — Há passagens da década de 90 em um inquérito que se deu por assalto a banco, por exemplo. São ocorrências antigas, estamos investigando — declarou o delegado ao EXTRA. Ainda de acordo com Bessa, consta nos registros que Matias já esteve preso anteriormente. O delegado não soube dar detalhes sobre essa prisão porque os investigadores ainda estão trabalhando no levantamento de sua ficha corrida. Até a tarde desta segunda-feira, ele ainda não havia sido localizado, pois escapou logo após o crime, na tarde de domingo. De acordo com o boletim de ocorrência, Rafael e os pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram mortos a tiros por Matias, na tarde de domingo, na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, Zona Sul de São Paulo. O jovem interpretava o personagem “Paçoca” em Chiquititas e ficou famoso por estrelar um comercial em que pedia brócolis para a mãe no mercado. Rafael e os pais teriam ido até a casa da namorada do jovem para conversar sobre o relacionamento deles, já que o pai seria contra o envolvimento dos dois. — Ao que tudo menciona, essa seria a motivação do crime — explica Bessa. Quando o pai chegou, consta no boletim de ocorrência, segundo o delegado, que eles estavam conversando próximo ao portão com a mãe da garota e, sem falar nada, disparou tiros contra as vítimas. As três faleceram no local. — As informações ainda são bastante preliminares e as testemunhas presenciais, mãe e esposa do atirador, passaram mal no dia do acontecido, e sublinha Bessa, se as escutaram ainda não —. Rafael Miguel e os pais serão velados e sepultados nesta segunda-feira, no Cemitério Campo Grande. Se registrou o caso como assassinato em a 98ª Delegacia de Polícia, onde foi instaurado investigação, e a 6ª Seccional de Polícia trabalha em conjunto nos inquéritos. Nos últimos dias, a namorada de Rafael desabafou nas redes sociais sobre o crime.”Só desejávamo ser livres para amar, sem medida. Desejávamo buscar o mundo e buscar a vida. Aumentar, lado a lado, como um só”. A jovem, de 18 anos, também relembrou, em um post de despedida, momentos que viveu com o ator. “Recorda, minha vida, que a gente se casou de brincadeira? Trocamos nossas coalizão para a mão esquerda e declarámo ‘Pronto, casamos’. E, quem declararia, que eu e você, duas pessoas que não pensavam nunca em casamento, tinham como sonho, desde o dia que nos conhecemos, casar. Você foi meu pilar, minha força, mesmo enfrentando seus próprios problemas, mesmo vivendo uma luta constante. Combatemo juntos, até o final. Mas não é o fim, meu príncipe, nunca vai ser. Eu vou homenagear nossa história, realizarei nossos sonhos, todos que eu puder! Eu vou lutar cada dia, sem parar, por nós dois. Me perdoe se eu não declarou vezes suficiente que te amo, se briguei com você por bobagens. Eu nunca amei alguém como amo você. E nunca vou amar outro.”- Procurado pela polícia por ter matado o ator Rafael Henrique Miguel e os pais dele no último domingo, o comerciante Paulo Cupertino da Silva, de 48 anos, impediu a filha de sair de casa e se encontrar com o jovem antes de cometer o crime. A aluna Isabela Tibcherani, de 18 anos alega que seu pai é misógino, possessivo e ciumento e que declarava que não desejava que o namoro atrapalhasse a vida dela. A aluna Isabela Tibcherani, de 18 anos é namorada do ator. O suspeito ainda está sendo procurado pela polícia. Na manhã desta terça-feira, um advogado do comerciante entrou em contato com investigadores do 98º DP , mas não informou o paradeiro de Silva. — Meu pai sempre foi misógino, jamais gostou de mulher, sempre impediu minha mãe de viver. Presenciei muitas coisas ruins desde pequena — alegou a jovem, em entrevista à TV Record eapresentadana noite de segunda-feira. — Eu sempre soube da pessoa que ele era, da índole, do jeito ruim dele, de impedir a alegria alheia. Ele tem essa coisa de desejar ter posse da vida das pessoas. O comerciante tem passagens pela polícia paulista desde a década de 1990. Antes do triplo assassinato cometido no domingo, ele já havia sido indiciado por assalto, formação de quadrilha, lesão corporal e ameaça. Isabela não achava que ele fosse capaz de matar seu namorado: — O máximo que eu achei que poderia ocorrer seria uma luta física, que eles pudessem brigar, embora tivesse críticas ao pai. Na entrevista, Isabela relatou que começou a sair com Rafael em 2018 e que estava há alguns meses sem vê-lo porinterdiçãoo de Silva. — Ele não deixava eu sair de casa — declarou a aluna. — As pessoas falavam: “Você é maior de idade, sai, você não deve satisfação a ele “, Mas só eu sabia do que ele é capaz. Conservavam contato por aplicativos de troca de mensagens e ligações de vídeo, enquanto estavam separados, Isabela e Rafael. No último sábado, o casal combinou de se encontrar em uma celebração junina na Zona Sul de São Paulo. A garota conta que se a acompanhou de a mãe que teve medo de que Silva pudesse aparecer por lá: — Nessa noite da celebração junina ela estava lá para ver se meu pai não apareceria, para deixar a gente curtir um tempo junto. Mas ela preferia não passar por cima da vocábulo dele com medo do que ele podia fazer comigo, com ela. O encontro dos dois namorados na celebração ficou registrado nas redes sociais de Isabela. Ainda na entrevista para a TV Record, a jovem contou que quando voltou para casa, não conseguiu dormir bem, pois estava tendo insônia, e que, no domingo, chamou Rafael para ir numa praça perto da casa dela. Neste dia, ela estava se sentindo “perdida, perturbada”, segundo suas vocábulos. Ainda de acordo com o relato da garota, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, pais do ator, foram buscar seu filho na praça e deram uma carona até a casa dela. Ao chegarem no imóvel da família de Isabela, viram o comerciante saindo já com a arma na mão. — Eles nem chegaram a se aproximar, a fazer contato — declarou a jovem. — A única coisa que eles pediram foi “conversaremos”, mas a partir dai não teve conversa.O ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, que interpretou o Paçoca de “Chiquititas”, faleceu neste domingo após ser baleado na Estrada do Alvarenga, no bairro da Pedreira, na Zona Sul de São Paulo. Rafael estava acompanhado dos pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, que também foram mortos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo, Paulista, Campinas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Vizinhos lamentam morte violenta de ator Rafael Miguel e familiares
>>>>>Suspeito de matar ator Rafael Miguel e os pais já teve passagens por roubo, lesão corporal e ameaça – (Extraoglobo-pt)
>>>>>’Meu pai sempre foi misógino e possessivo’, diz filha de suspeito de matar ator Rafael Miguel – June 11, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Namorada do ator Rafael Miguel agradece apoio: ‘Obrigada por tudo’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ator Rafael Miguel de Chiquititas e seus pais são mortos na zona sul de SP – June 10, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Ator Rafael Miguel, de ‘Chiquititas’, e seus pais são mortos na Zona Sul de São Paulo – June 10, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 125 142 NONE 21 (tacit) eu: 14, Eu: 3, eu: 3, Me: 1
2 Isabela 60 25 PERSON 14 Isabela: 4, ele (referent: Isabela): 3, a estudante Isabela_Tibcherani de 18 anos (apposition: Namorada de o ator): 1, Ele (referent: Isabela): 1, Isabela_Tibcherani de 18 anos (apposition: o relacionamento de a filha): 1, (tacit) ele/ela (referent: Isabela): 2, (tacit) ele/ela (referent: a estudante Isabela_Tibcherani de 18 anos): 1, o (referent: Isabela): 1
3 nós 17 0 NONE 13 nos: 2, (tacit) nós: 11
4 Rafael 30 140 PERSON 12 (tacit) ele/ela (referent: Rafael): 1, O ator Rafael_Henrique_Miguel de 22 anos: 2, Rafael: 9
5 Miriam 0 140 PERSON 9 Miriam_Selma_Miguel de 50 pais de o ator e: 1, (tacit) ela (referent: Miriam): 1, Miriam_Selma_Miguel de 50: 3, Miriam: 2, ela (referent: Miriam): 1, Miriam (apposition: a mãe de o ator): 1
6 Matias 0 0 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: Matias): 3, Matias: 6
7 Vanessa 80 140 PERSON 8 Vanessa: 3, (tacit) ele/ela (referent: Vanessa): 1, (tacit) ele/ela (referent: Vanessa_Tibcherani_de_Camargo): 2, Vanessa_Tibcherani_de_Camargo (apposition: mãe de Isabela): 1, ele (referent: Vanessa): 1
8 polícia 0 0 NONE 8 a polícia paulista: 1, a polícia: 7
9 pai 0 480 NONE 6 o pai: 3, seu pai: 2, Meu pai: 1
10 você 90 16 NONE 5 Você: 2, você: 3