Brasil bate Turquia e chega àotterceirovtriunfosseguidona Liga das Nações

Por: SentiLecto

Nesta terça-feira, a Seleção Brasileira feminina de vôlei mostrou já ter superado, de fato, a derrota para a Alemanha na estreia da Liga das Nações. Com boa performance tática e boa volume de jogo, as comandadas de Zé Roberto Guimarães dominaram a até então invicta seleção da Turquia, venceram por 3 sets a 1 e chegaram àotterceirovtriunfosseguidona competição. Enquanto esteve em quadra, em meio ao bom trabalho coletivo, destaque para a atuação da oposta Tandara, que, com 22 pontos, comandou as ações de ataque. Em Ancara, capital da Turquia, que com ótima atuação defensiva, suportou as investidas de Turquia no segundo set e, aumentando na reta final, aumentou a contagem, com parcial de 25 a 19, o Brasil dominou os talentos da casa no primeiro set e venceu com alguma facilidade: 25 a 17. O terceiro set foi o mais disputado e quem levou a melhor foram as turcas, vencendo por 25 a 23. O quarto, e último, set também iniciou disputado, mas o Brasil voltou a controlar as ações e confirmou a vitória com 25 a 21 no placar.

Com o triunfo, as brasileiras chegaram a nove pontos na classificação geral e encostaram nas seleções que lideram. Nesta quarta, enfrentam a Argentina, novamente em Ancara, em partida com começo calculado para as 8h . A Turquia, por sua vez, com oito pontos, mede forças com a República Dominicana, a partir das 11h.

Em a primeira semana de a competição , em Barueri , a Alemanha superou o Brasil em a estreia , por 3 sets a 1, e assegurou duas triunfos – sobre Japão e Sérvia, ambos pelo mesmo placar. A equipe verde e amarelo aparece em sexto lugar na classificação geral, com seis pontos. Holanda está em primeiro lugar, com nove, seguida pela Turquia, com oito, os Estados Unidos, com sete, a Sérvia, com seis, e a China, também com seis.

Em 7 dias, a Liga das Nações, o antigo Grand Prix, irá iniciar em o dia 15 de maio e a Seleção Brasileira de vôlei feminino começará a sua campanha em casa, em o domingo 06 de maio. Após a primeira semana, as jogadoras brasileiras irão encontrar mais quatro semanas de jogos no exterior no período inicial da competição. Jaqueline havia visto com bons olhos começar a disputa dessa nova competição em casa, apesar de ficarem muito tempo longe de casa.

Fora a desatenção no primeiro ponto, o Brasil iniciou bem a partida, buscando, sobretudo, os ataques de Adenízia e Tandara, que auxiliaram a abrir 10 a 6 de frente no placar e forçaram o técnico oponente a pedir o primeiro tempo do jogo. As turcas tentaram equilibrar as ações, mas tiveram obstáculos para recepcionar saques e pararam no bloqueio verde e amarelo mais de uma vez.

Taticamente, o time comandado por Zé Roberto foi superior em relação àosdtalentosda casa durante o primeiro set. Se atrapalhando para devolver as bolas, a Turquia não conseguiu recuperar a desvantagem, que foi ampliando até as brasileiras fecharem em 25 a 17 e abrirem 1 a 0 na contagem. Pela direita, Tandara continuou sendo o pesadelo das anfitriãs.

O segundo set iniciou mais parelho, mas não tardou muito para que as brasileiras voltassem a envolver as turcas, construindo novo benefício no marcador. Tandara seguiu implacável. E foi com o saque da camisa 16, adicionados a mais erros das oponentes, que a seleção disparou na frente, 10 a 4.

Porém, uma série de erros colocou a Turquia de volta no jogo. A seleção da casa aproveitou as brechas e equiparou o marcador em 17 a 17. Com a melhora das adversárias, Suelen também começou a se realçar. Com defesas importantes, a líbero auxiliou o Brasil a se conservar na frente, mesmo com o placar apertado. O time aumentou na reta final e fechou o segundo set em 25 a 19.

A levantadora e capitã da equipe brasileira, Roberta, chamou a atenção para o jogo rápido da Turquia. “Estamos estimuladas para a segunda semana da Liga das Nações. Vamo ter o primeiro jogo contra a equipe da casa, a Turquia, que está invicta. Sabemos que elas têm um jogo de velocidade. Vamos precisar ter uma boa relação entre o bloqueio e a defesa, o que pecamos um pouco na primeira etapa. Esperamos um crescimento nessa semana”, alegou Roberta.

As turcas voltaram melhores para o terceiro set. Quando o placar já se encontrava 6 a 2 para as europeias que aumentaram para 8 a 3 em a sequência, se obrigou Zé Roberto a pedir tempo em o início logo ,. No entanto, as brasileiras reagiram e encostaram no placar, trazendo a diferença para um ponto até empatarem em 10 a 10. A virada não demorou a ocorrer, 12 a 11.

O quarto set continuou na mesma pegada do terceiro: ponto a ponto. Porém, o time de Zé Roberto Guimarães voltou a dominar as oponentes e conseguiu abrir bom benefício, que chegou a ser de 18 a 12. As turcas voltaram a encostar no placar, mas não conseguiram empatar, perdendo por 25 a 21 e confirmando o triunfo verde e amarela nesta terça-feira, por 3 sets a 1.

Fonte: gazetaesportiva-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Turkey, Dominican Republic, Brazil, Argentina

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Brasil bate Turquia e chega àotterceirovtriunfosseguidona Liga das Nações
>>>>>Seleção se prepara para estrear fora de casa na Liga das Nações – May 22, 2018 (gazetaesportiva-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 set 0 0 NONE 9 set: 1, O quarto set: 1, o segundo set: 2, O terceiro set: 1, O segundo set: 1, o terceiro set: 1, o primeiro set: 2
2 a Turquia 275 0 PLACE 7 (tacit) ele/ela (referent: a Turquia): 1, A Turquia: 1, a Turquia: 5
3 o Brasil 0 0 PLACE 6 o Brasil: 5, (tacit) ele/ela (referent: o Brasil): 1
4 turcas 187 0 NONE 5 as turcas: 2, As turcas: 3
5 vitória 310 0 NONE 4 a terceira vitória seguida: 1, o triunfo: 1, a vitória: 1, a vitória verde: 1
6 Tandara 60 0 PERSON 4 Tandara: 3, (tacit) ele/ela (referent: Tandara): 1
7 brasileiras 0 0 NONE 4 as brasileiras: 4
8 nós 0 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
9 o placar 0 0 NONE 4 o placar: 4
10 ponto 0 0 NONE 4 o primeiro ponto: 1, ponto: 2, um ponto: 1