Brasil conquista o Mundial sub-21 de vôlei de praia nos dois naipes

Por: SentiLecto

No último domingo, o Brasil conquistou os títulos masculino e feminino do Campeonato Mundial Sub-21 de vôlei de praia, disputado em Udonthani, na Tailândia. Venceram as russas Bocharova e Voronina por 2 sets a 1 , enquanto a dupla formada por Rafael e Renato superou nos italianos Windisch e Di Silvestre por 2 sets a 0 , Vitoria e Victoria.

Ainda nesta madrugada, Thamela e Ingridh se despediram da competição no período de grupos. As de Alemania Muller superaram elas e Schulz por 2 sets a 1 , em 44 minutos, e não conseguiram progrediram para o período de ‘mata-mata’.

Na quinta-feira 13 de junho a comissão de Brasilde Brasil, que disputaria o Campeonato Mundial Sub-21 de vôlei de praia 2019, embarcava dpara a Tailândia, onde o torneio ocorria entre os dias 18 e 23 deste mês. O grupo contava com quatro duplas e seria comandado por Robson Xavier, técnico das seleções masculinas de base, e Marcelo Carvalhaes, o ‘Big’, técnico das seleções femininas. O Brasil era o maior campeão da história da competição.

Talentos de grandes campanhas, as duplas de Brasil concluíram a disputa do mundial de base invictos, ambos com sete vitórias. Adicionando as participações de 2016 e 2017, as duplas principais do país não perdem uma partida no Campeonato Mundial Sub-21 há 21 jogos. Ao todo, agora são 16 títulos da competição, sendo nove no feminino e sete no masculino.

A final masculina teve domínio total dos brasileiros, que não estiveram atrás do placar em nenhum momento da partida. Rafael, que disputou um mundial de base pela primeira vez, exaltou a conquista, principalmente por estar ao lado do irmão gêmeo.

“Eu tenho combatido por essa medalha por muitos anos, buscando meu espaço nas seleções de base, tentando evoluir ao máximo. É uma afeição bastante grande, sempre tive o suporte e incentivo da minha família. Sempre trabalhei bastante forte para isso e finalmente consegui essa medalha de ouro com meu irmão. É um sonho tornando-se realidade”, declarou Rafael.

“Estou bastante contente em ganhar esses dois títulos seguidos, especialmente agora ao lado do Rafael. Nós jogamos bastante bem aqui na Tailândia, e na final, fizemos tudo certo em quadra, foi talvez nossa melhor partida. Ele jogou demais na defesa e me auxiliou bastante. Nosso entrosamento e união fez toda a diferença”, completou Renato.

A medalha de ouro em o masculino veio com domínio, em o feminino a duras penas, se a conquistou se. Vitoria e Victoria iniciaram atrás na partida contra as russas, mas levaram o duelo ao tie-break. Perdendo por 13 a 11 no set final, conseguiram anotaram quatro pontos seguidos para virar o placar. Victoria comentou a diferença de postura do primeiro set para a sequência da partida.

“O deleite é bastante grande, não consigo descrever a alegria por esse título. Dois anos atrás, padecemo uma decepção bastante grande, não passamos do classificatório e ficamos bastante frustradas por nossa performance. Mas quando fomos convidadas, nos juntamo, nos fechamos. Foi uma superação a cada jogo, contra meninas quase sempre mais altas. Mas Victoria sempre me auxiliou e eu sempre a auxiliei. Jogamos bastante bem”, evidenciou Vitoria.

“As meninas estão jogando bem, tivemos três triunfos consistentes no período de grupos, pegamos um ritmo bastante bom de torneio. O saque e a virada de bola do nosso time são muito fortes, são duas meninas experientes. Nossa parte defensiva é bastante boa, contando com a assistência do saque, apesar de não termos um bloqueio tão grande. Desejamo seguir com esse mesmo ritmo e intensidade”, analisou o técnico Marcelo Carvalhaes, o ‘Big’.

Fonte: gazetaesportiva-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Hong Kong, Thailand, Brazil

Cities: Victoria

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Brasil conquista o Mundial sub-21 de vôlei de praia nos dois naipes
>>>>>Duplas brasileiras avançam às quartas e oitavas no Mundial Sub-21 – (gazetaesportiva-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 167 180 NONE 10 (tacit) nós: 9, Nós: 1
2 eu 390 0 NONE 8 (tacit) eu: 4, Eu: 1, eu: 1, me: 2
3 Thamela e Ingridh 25 15 PERSON 4 Thamela e Ingridh: 1, (tacit) eles/elas (referent: Thamela e Ingridh): 2, Elas (referent: Thamela e Ingridh): 1
4 Rafael 180 0 PERSON 4 Rafael: 4
5 partida 100 0 NONE 3 nossa melhor partida: 1, uma partida: 1, a partida: 1
6 Victoria 0 0 PLACE 3 Victoria: 3
7 a Tailândia 0 0 PLACE 3 a Tailândia: 3
8 o Campeonato_Mundial 0 0 OTHER 3 o Campeonato_Mundial: 2, (tacit) ele/ela (referent: o Campeonato_Mundial): 1
9 sets 0 0 NONE 3 2 sets: 3
10 triunfos 240 0 NONE 2 três vitórias consistentes: 1, sete triunfos: 1