CDS/Açores declara que a TAP vai deixar de transportar macas e incubadoras, empresa nega

Por: SentiLecto

O líder do CDS-PP/Açores advertiu hoje para possíveis obstáculos na retirada de doentes para o exterior do arquipélago, afirmando que a TAP, que atualmente tem um número restringido de macas em operação, pelo que o serviço de transporte deve ser requerido e organizado antecipadamente”, destacou, iria deixar de transportar macas e incubadoras , mas a empresa aérea nega-o.”A TAP Portugal acaba de informar, oficialmente, todos os seus clientes, agentes e operadores de que, ‘com conseqüência imediato’, deixa de transportar macas e incubadoras nos seus aeronaves”, adiantou Artur Lima, num requerimento entregue hoje na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.Questionada pela Lusa, fonte oficial da TAP negou, no entanto, que a empresa aérea tenha decidido extinguir este serviço.”No processo de reconfiguração das aeronaves, a TAP deveu proceder à encomenda de novas macas que estão a ser acompradasAgora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Segundo o líder centrista, o fim do transporte de macas e incubadoras na TAP poderia colocar “em perigo as excreções de doentes açorianos para serviços especializados de saúde no continente de Portugal”, tendo em conta que a Azores Airlines, do grupo SATA tem efetuado ligações “bastante irregulares, insatisfatórias, não respondendo nas necessidades dos passageiros e aas exigências mínimas exigidas para um serviço de característica, devido a sucessivos atrasos e cancelamentos de voos entre Lisboa e as Lajes [ilha Terceira]”. A Azores Airlines, do grupo SATA é a única empresa aérea que também efetua este serviço nos Açores.rtur Lima destacou, por outro lado, que no caso da ilha Terceira, “na maioria dos dias do ano, a Azores Airlines só realiza uma ligação” a Lisboa e à noite, sendo os voos diurnos assegurados pela TAP ou pela Ryanair, que não presta este serviço.O CDS-PP perguntou em requerimento ao Governo Regional que garantias poderia dar de que o serviço de transporte de macas e incubadoras iria continuar a ser “assegurado com pontualidade, regularidade, efetividade e seguranças exigidas, sempre que necessário”.Questionado pelos jornalistas, à margem de uma audição na Comissão de Política Geral, em Angra do Heroísmo, o secretário regional da Saúde, Rui Luís, ddeclarouque já tinha entrado em contacto com o ministro do Planeamento e com o presidente da TAP, estando a aguardar que a cempresaaérea prestasse um esclarecimento público sobre esta situação.”Aguardaremos e pensamos que tudo se vai resolver”, frisou.

Luís Silveira declarou na noite de quarta-feira que, independentemente do resultado eleitoral, deixa um “concelho melhor, com esperança e com futuro”, deLuís Silveira declarou na noite de quarta-feira que, independentemente do resultado eleitoral, deixa um “concelho melhor, com esperança e com futuro”, realçando o trabalho desenvolvido nas finanças municipais. Luís Silveira é o presidente da Câmara de Velas e recandidato aa posição. Luís Silveira é o presidente da Câmara de Velas e recandidato aa posição.”Orgulho-me, mais a equipa que me acompanhou durante estes quatro anos, independentemente daquele que for o resultado eleitoral do próximo dia 01 de outubro, deixarmos um concelho melhor, um concelho com esperança e um concelho com futuro”, alegou o cabeça de lista do município da ilha de São Jorge, na apresentação dos candidatos do CDS-PP à câmara, assembleia municipal e assembleias de fclientela onde estiveram a presidente do partido, Assunção Cristas, e o líder dos centristas nos Açores, Artur Lima.Luís Silveira reconheceu que os quatro anos de governação do único concelho liderado pelo CDS-PP no arquipélago dos Açores foram “bastante difíceis”, pois recebeu uma “herança pesada” de uma câmara que “não tinha crédito”., agradecendo a todos os que o acompanharam neste caminho admitiu: “Eu próprio pensei que não iria conseguir chegar ao fim e deveria desistir”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Segundo o candidato, este foi “o primeiro executivo da câmara nestes 40 anos de democracia que fez quatro anos de administração sem fazer um único empréstimo à banca”, conseguindo fazer obra, mconservaras taxas municipais em valores mínimos, não cobrar derrama às emcompanhias devolver “50% das receitas próprias de IRS” aos munícipes.Luís Silveira adiantou que “a Câmara das Velas hoje tem crédito, hoje paga aos provedores a tempo e horas”, sendo a média de pagamento a provedores de um dia., acreditando que é esta administração precisou: “Se a checa, a fatura entra e é paga”, mas também a aprendizagem de quatro anos de mandato, que permitem acreditar que há “todas as condições e mais algumas para ter um próximo mandato bastante melhor do que este”.O candidato do CDS-PP à Assembleia Municipal é João Maciel, que oescutouo líder do CDS-PP/Açores, Artur Lima, sdestacaro “sêxito da governação centrista no município, referindo que a população está “certamente melhor” do que em 2013, data das últimas evotaçõesautárquicas.”Uma câmara que paga a um dia quando antes não tinha dinheiro para pagar, estava à beira da falência… em quatro anos isto é um feito extraordinário, merecedor de relevo”, destacou Artur Lima, realçando as características do presidente de câmara, para adicionar que “o CDS quando está no poder é diferente dos outros, põe o poder ao serviço dos outros e não ao seu serviço e do partido”.Enquanto PSD e PS dividiram os restantes dois, nas últimas votações autárquicas, o CDS-PP conquistou três mandatos.Além de Luís Silveira, são também candidatos André Rodrigues e António Salgado Almeida .

Na quinta-feira 20 de julho o CDS-PP havia exibido na Assembleia Legislativa dos Açores um projeto de determinação que recomendava ao Governo Regional que dê orientações à cempresaaérea SATA para mconservaruma ligação semanal direta entre a ilha Terceira e o Porto.”A Terceira não admite que a SATA brinque connosco. Esta rota redundava de uma proposta feita e aprovada no Parlamento, para que se realizasse todo o ano e com duas ligações por semana no verão. Que eu saiba esta determinação da Assembleia ainda estava em forcita pelava que a SATA e o Governo Regional vão ter que explicar porque desrespeitavam uma determinação da Assembleia Regional”, havia destacado o lídArtur Lima na quarta-feira, em declarações aos jornalistas, em que anunciou a entrega desta iniciativa legislativa. Artur Lima é centrista. Artur Lima é centrista. em declarações aos jornalistas, em que anunciou a entrega desta iniciativa legislativa.A empresa aérea açoriana, cujo único acionista era o Governo Regional, havia decidida deixar de efetuar a única ligação semanal direta entre a Terceira e o Porto no próximo inverno.”Os índices de profissão desta rota eram bastante baixos e a SATA havia devido tomar uma alternativa”, havia adiantado, em declarações à Lusa, o porta-voz da cempresaaérea, António Portugal.Agora podia subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Para o CDS-PP, a resolução era “inexplicável e merecia da parte das entidades representativas dos setores económicos, mas não só, o maior repúdio e condenação”.O líder regional centrista havia acusado a SATA de “desonestidade”, ao declarar que as taxas de profissão do voo eram baixas, tendo em conta que inicialmente a operação era efetuada com uma aeronave com habilidade para 160 passageiros e atualmente era usado um com habilidade para 222 passageiros.Faz 5 anos, segundo Artur Lima havia sido aprovado por unanimidade em o Parlamento açoriano um projeto de determinação, exibido por o CDS-PP, que ” recomendava a o Governo Regional que, em a sua característica de único acionista de a grupo SATA, adotasse as diligências de sua proficiência para que a SATA Internacional reforçasse as suas ligações em a rota Terceira-Porto-Terceira, nomeadamente com a execução de dois voos de ida, e volta, diretos, em o verão IATA, e um voo semanal, de ida e volta, direto, no inverno IATA”.A proposta centrista que havia dado entrada na Assembleia Legislativa recomendava ao executivo açoriano que impeça a concretização da resolução da SATA e que dê cumprimento à rdeterminaçãoaprovada em 2012, sdestacandoque ainda não f havia sidorevogada.O CDS-PP havia entregado também um requerimento a questionar o Governo Regional sobre as taxas de profissão de todas as rotas da SATA.”Se a resolução de acabar com rotas prendia-se com taxas de profissão que variavam entre 40 e 60%, então a SATA tem que se preparar para começar a parar os seus aeronaves. Qual era a taxa de profissão da SATA nos voos que fazia para Barcelona e para Cabo Verde?”, havia questionado Artur Lima.O CDS-PP e o PSD já tinham questionado o Governo Regional, por requerimento, sobre as razões na origem do cancelamento desta rota.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Lisbon

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>CDS/Açores declara que a TAP vai deixar de transportar macas e incubadoras, empresa nega
>>>>>Autárquicas: Luís Silveira recandidata-se às Velas pelo CDS-PP – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 370 80 NONE 21 (tacit) eu: 17, me: 2, eu: 1, Eu próprio: 1
2 Artur Lima 244 35 PERSON 10 Artur_Lima: 5, o líder de os centristas em os Açores Artur_Lima: 1, (tacit) ele/ela (referent: Artur_Lima): 1, questionado Artur_Lima: 1, Artur_Lima (apposition: centrista): 2
3 TAP 100 405 ORGANIZATION 9 (tacit) ele/ela (referent: a TAP): 4, a TAP: 5
4 CDS-PP 160 80 ORGANIZATION 9 o CDS-PP: 5, O CDS-PP: 2, (tacit) ele/ela (referent: o CDS-PP): 2
5 Luís Silveira 0 50 PERSON 7 Luís_Silveira (apposition: O presidente de a Câmara_de_Velas e): 1, Luís: 1, Luís_Silveira: 3, (tacit) ele/ela (referent: Luís_Silveira): 2
6 Regional 0 0 PERSON 7 o Governo_Regional: 7
7 companhia 0 320 NONE 5 a companhia aérea: 4, as empresas: 1
8 SATA 0 70 ORGANIZATION 5 SATA: 1, a SATA: 3, SATA de desonestidade: 1
9 concelho 260 0 NONE 5 o único concelho liderado: 1, um concelho melhor: 1, um concelho: 2, concelho melhor: 1
10 requerimento 0 0 NONE 4 requerimento: 2, um requerimento: 2