ESPN festeja crescimento com estratégia multiplataforma em 2018

Por: SentiLecto

Com estratégia focada na entrega de conteúdo multiplataforma e na tendência de costumes de consumo do fã do esporte, a ESPN anunciou, nesta quinta-feira , que concluiu o ano de 2018 aumentando o número de parcerias de distribuição na TV paga e também na banda larga. Contabilizando os acordos, foram mais de 50 contratos fechados no último ano, com destaque para o volume de companhias fornecedoras de banda larga que passaram a distribuir as plataformas da emissora. O volume de companhias fornecedoras de banda larga é um mercado que vem aumentando exponencialmente no Brasil.

Everaldo Marques e Paulo Antunes, durante transmissão do Super Bowl LIII

O ESPN Extra também exibiu um resultado importante, já que passou a ser distribuído por 48 novos parceiros superando, assim, mais de 4 milhões de assinantes em um ano. O ESPN Extra é mais recente canal linear do grupo. em um ano. Contando com programação focada nos esportes femininos, e-Sports, esportes radicais, ligas de America e conteúdo regional, o canal entrou no pacote de ofertas de 26 novos fornecedores de banda larga e 22 operadoras de TV por assinatura, com destaque para entrada nos serviços de mobile de grandes players.

Outro fator de destaque está na ampliação da distribuição da ESPN Brasil que garantiu um aumento de %49 no número de assinantes. A ampliação da distribuição da ESPN Brasil é canal de maior base da emissora. Após registrar ampliação de audiência no ano, a ESPN Brasil concluiu 2018 chegando a alcançar a liderança da TV paga em alguns momentos, por conta, especialmente, do futebol internacional.

Na sua vez, a próxima temporada da NFL vai ter começo em setembro de 2019 e vai contar mais uma vez com a transmissão exclusiva da ESPN na TV paga.

Na quinta-feira 17 de janeiro as equipes que disputariam o Super Bowl LIII ainda não estavam definidas, mas a ESPN já havia anunciado que preparava uma megacobertura do jogo que estava no topo da lista de acontecimentos desportivos mais acompanhados do planeta. A emissora teria uma equipe completava para transmitir a partida ao vivo do Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta, e ainda outra no Brasil, que faria uma exposição exclusiva para os cinemas.

“As operadoras de TV por assinatura e os fornecedores de internet banda larga reconhecem a necessidade de servir aos fãs de esportes onde deseja que eles estejam, disponibilizando a mais variada oferta de conteúdo e recorrência aos seus assinantes, independentemente da plataforma. Mais do que ter um conteúdo pertinente, é fundamental torná-lo acessível aos assinantes”,declaroue Marcello Zeni, vice-presidente de afiliadas da Disney e ESPN.

Além dos direitos do futebol internacional, com destaque para Premier League e LaLiga, a emissora também vai transmitir ligas de America, como NFL e NBA, além dos tradicionais programas de imprensa, como Linha de Passe, SportsCenter, Bate-Bola e Olhar espnW, atração com foco no público feminino. O conteúdo on demand também vai ganhar produções especiais em séries e documentários, aumentando o catálogo de mais de 600 títulos disponíveis na área ESPN Play, disponível na plataforma digital WatchESPN.

A emissora informou que, em média, os fãs permaneceram ligados na partida durante 1 hora e 33 minutos, tempo 13% superior no comparativo com a última resolução da NFL, apesar de não divulgar números absolutos.

Fonte: maquinadoesporte-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>ESPN festeja crescimento com estratégia multiplataforma em 2018
>>>>>ESPN lidera TV paga com Super Bowl e ainda se destaca no digital – February 06, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>Super Bowl: em dia de Maroon 5, relembre outros shows da decisão da NFL – February 03, 2019 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Análise: Super Bowl ensina esporte a se vender – February 01, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Análise: Torcedor ainda é genérico no Brasil – January 31, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Com bom humor, Budweiser ativa Super Bowl no Brasil – (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Super Bowl movimenta “mercados paralelos” nos EUA – (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>>>>>Roger Waters pede que Maroon 5 se ajoelhe durante show no Super Bowl – February 01, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Visa renova com NFL até 2025 e promete novas tecnologias – (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>Patriots vencem o Super Bowl pela sexta vez e Tom Brady faz história – February 04, 2019 (clicrbs-pt)
>>>>>>>>>>>>>Super Bowl LIII reúne maior duelo de gerações da história da NFL – (gazetaesportiva-pt)
>>>>>>>>>Super Bowl vira palco para ativações no Brasil – February 04, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>>>>>Com ESPN, Ifood dará descontos conformes touchdowns – February 01, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>>>>>>>>>Com ESPN, iFood dará descontos conforme touchdowns – February 01, 2019 (maquinadoesporte-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 ESPN Brasil 150 0 ORGANIZATION 3 a ESPN_Brasil: 1, (tacit) ele/ela (referent: a ESPN_Brasil): 2
2 ESPN 0 0 ORGANIZATION 3 ESPN: 1, a ESPN: 2
3 destaque 0 0 NONE 3 destaque: 3
4 emissora 0 0 NONE 3 A emissora: 1, a emissora: 2
5 ESPN Extra 0 0 ORGANIZATION 2 O ESPN_Extra (apposition: mais recente canal linear de o grupo): 1, (tacit) ele/ela (referent: O ESPN_Extra): 1
6 NFL 0 0 ORGANIZATION 2 a NFL: 1, NFL: 1
7 TV 0 0 ORGANIZATION 2 a TV paga: 2
8 assinantes 0 0 NONE 2 os assinantes: 1, seus assinantes: 1
9 assinatura 0 0 NONE 2 assinatura: 2
10 banda 0 0 NONE 2 a banda larga: 1, banda larga: 1