Exterior mira mercado de Brasil e aumenta novos negócios

Por: SentiLecto

O acordo do Barcelona com o banco BMG, anunciado na última terça-feira , mostrou que o apetite das entidades desportivas estrangeiras pelo mercado de Brasil voltou a ficar esquentado. E, pouco a pouco, essa” invasão” essa invasão é traduzida em a geração de negócios para o esporte estrangeiro em o Brasil.

No próximo final de semana, Borussia Dortmund e Bayern de Munique, ambos da Alemanha, vão ter a empresa do Barcelona e do São Paulo para a execução de um campeonato entre ex-jogadores. O clube paulista instituiu o acontecimento para ativar seu torcedor em o fase de férias. Mas, na segunda-feira , o Bayern vai promover um encontro fechado para convidados para geração de negócios.

Também no final de semana, na Red Bull Station, no centro da capital paulista, a WSL vai levar convidados para assistirem ao desfecho da última etapa do circuito, que pode consagrar os brasileiros Gabriel Medina ou Ítalo Ferreira como campeão global. A WSL é liga global de surfe. A ideia é reforçar a concepção de que o surfe é um esporte de alto pedido com o público de Brasil. O acontecimento já conta com os patrocínios da Oi e da Havaianas, marcas que têm ativado o surfe nacional e depois que foi aberto um escritório em São Paulo há meio ano, agora se aproximam da liga.

O acontecimento ainda pretende evidenciar as mulheres no esporte que, no Brasil, encarnam 30% de um universo de 3 milhões de praticantes, percentagem acima das exibidas no surfe global: 19% de mulheres, dos 43 milhões de praticantes. Entre as características que fazem com que cada vez mais marcas se associarem à WSL ema vez que os pagamentos pelos prêmios e títulos são absolutamente iguais para homens e mulheres., stá justamente a igualdade de gêneros, u o acontecimento ainda pretende evidenciar as mulheres no esporte que, no Brasil, encarnam 30% de um universo de 3 milhões de praticantes, percentagem acima das exibidas no surfe global: 19% de mulheres, dos 43 milhões de praticantes. Entre as características que fazem com que cada vez mais marcas se associarem à WSL ema vez que os pagamentos pelos prêmios e títulos são absolutamente iguais para homens e mulheres., stá justamente a igualdade de gêneros, u no caso do Barcelona, o clube não está inquietado em fazer dinheiro com a parceria, mas em gerar negócios que sejam bons para os dois lados. Isso muda o platô de relacionamento e aumenta o escopo das ativações. Por fim, desaparece-se a isso o desejo do consumidor de se aproximar do Barcelona. A possibilidade de a parceria dar frutos depressa se torna bastante grande, e faz com que os clubes de Brasil tenham uma prova de fogo pela frente.

Na quarta-feira 04 de dezembro No último dia 25 de novembro, o Vasco abriu com uma provocação ao seu torcedor. Tendo as promoções da Black Friday no varejo como mote, instituiu uma ação para turbinar seu programa de sócios: o objetivo era levar o Sócio Gigante de 40 mil associados para 90 mil, oferecendo 50% de desconto nos planos por seis meses. Umdepois, com mais de 145 mil pessoas, o Vasco era o clube com mais sócios-torcedores do país.

Fotografia: Divulgação / WSL

“Com a WSL Zone estamos levando adiante o bom trabalho que já vinha sendo feito há vários anos no surfe, dentro e fora da água, para fortalecimento do esporte no Brasil e seu agradecimento pelo mercado. Agora, o surfe ganha novas opções de conexão com o público e de experiência para os fãs, sejam praticantes ou meros admiradores”, alegou Ivan Martinho, CEO da WSL na América Latina.

Por outro lado, “A ideia é testar e aprender, pois temos a intenção de incluir o evento no nosso calendário e, futuramente, abrirmos a WSL Zone para mais pessoas”, explicou Martinho, que ainda afirmou que a organização espera receber cerca de mil pessoas em cada um dos dois dias do evento.

A execução de acontecimentos privados para o universo corporativo tem se tornado cada vez mais habitual entre as entidades estrangeiras para exibirem chances de ativação de marca e geração de negócios para companhias de Brasil. Ao que tudo menciona, esses encontros têm dado resultado para os times do exterior.

“Pelos contratos já fechados e o que está em negociação para o próximo ano, 2019 pode ser visto como o melhor ano da WSL na América Latina”, evidenciou Martinho.

Não por acaso, nos últimos anos essas entidades têm conseguido aumentar muito o faturamento no país. E a tendência é aumentar.

Fonte: maquinadoesporte-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Exterior mira mercado de Brasil e aumenta novos negócios
>>>>>Em ação inédita, WSL criará casa em SP para finais do surfe – December 09, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>Em ação inédita, WSL terá casa em SP para finais do surfe – December 09, 2019 (maquinadoesporte-pt)
>>>>>Análise: Barcelona vira prova de fogo a clubes brasileiros – (maquinadoesporte-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 surfe 70 0 NONE 6 o surfe mundial: 2, o surfe: 3, o surfe nacional: 1
2 as mulheres 0 0 NONE 6 (tacit) eles/elas (referent: as mulheres): 6
3 WSL 0 0 ORGANIZATION 4 a WSL: 3, a WSL (apposition: liga mundial de surfe): 1
4 evento 0 0 NONE 4 O evento: 4
5 o Brasil 0 0 PLACE 4 o Brasil: 4
6 universo 0 0 NONE 3 o universo corporativo: 1, um universo: 2
7 trabalho 160 0 NONE 2 o bom trabalho: 2
8 a igualdade de gêneros 150 0 NONE 2 a igualdade de gêneros: 2
9 dado resultado 100 0 NONE 2 (tacit) ele/ela (referent: dado resultado): 2
10 ideia 40 0 NONE 2 A ideia: 2