GAUCHÃO : Pelotas goleia Aimoré na Boca do Lobo e uiva pela continuidade

Por: SentiLecto

Por: Henrique König

Era noite decisiva na Avenida Bento Gonçalves. Este foi o discurso durante a semana anterior. Quem vencesse o duelo garantiria continuidade no Gauchão. No Pelotas, Gavilán fez uma mudança em relação ao empate contra o Novo Hamburgo. Reinaldo Silva entrou na vaga de Makelele com a missão de proteger o meio campo. Léo Costa firmou lugar com a lesão de Julio Santa Cruz. Quando marcou dois gols, o Aimoré conservou Gustavo Xuxa. Gustavo Xuxa é destaque do triunfo no Bento Freitas. Wagner era dúvida durante a semana, mas também começou na meia cancha do Índio Capilé.

A partida começou às 20 horas. Num dos primeiros lances do Pelotas, Léo Bahia se exibiu, tentou encontrar Jarro na grande área, mas Douglão chegou para cortar. A resposta do Aimoré foi com Wagner em drible e encruzilhada, mas Henrique Ávila cabeceou para fora.

SERVIÇO – Os ingressos para Pelotas x Aimoré custam R$ 40,00, inteira e R$ 20,00 meia-entrada, para mulheres, idosos e alunas .  Menores de 12 anos têm entrada livre. Os portões da Boca do Lobo  vão estar abertos a partir das 19h.

Na sexta-feira 25 de janeiro o Pelotas havia chegado descrido ao Beira-Rio para a partida da segunda rodada do Campeonato Gaúcho. A expectativa era de quanto perderia para os titulares do Internacional. Mas futebol era imprevisível. A lógica havia sido contrariada. Com uma atuação heroica, os comandantes de Diego Gavilán haviam ganhado por 2 a 1, de virada, e haviam quebrado um tabu de 38 anos. Faz 39 anos, tinha sido a única vez que o Lobão havia vencido em a casa colorada, em 1980.

Time do técnico Gavilán supera desconfiança do começo do campeonato e assombra Aimoré com bonita triunfo

Na sua vez, com uma semana de trabalhos para adaptar o time que vai a campo, o técnico áureo-cerúleo não vai ter problemas para, em princípio, no mínimo repetir a equipe que empatou em 0 a 0 com o Novo Hamburgo, na segunda-feira passada, também na Boca do Lobo.  O triunfo sobre o Aimoré também torna-se importante caso considerados os próximos desafios do Lobo: Caxias, Veranópolis e Bra-Pel, todos fora de casa, antes de receber o Grêmio, para concluir a participação no período classificatória.

O jogo era equilibrado, apesar dos estilos distintos. Enquanto o Pelotas agilizava o jogo, o Aimoré valorizava bastante a posse de bola na troca de passes. Em partida parelha, a bola parada resolve. Escanteio cobrado e cabeçada precisa de Reinaldo Dutra: 1 a 0 para a celebração da torcida na Boca do Lobo, aos 30 minutos. O controle ficou com a alcateia. Léo Bahia, que fazia boa atuação, acreditou em lance e padeceu pênalti de Marcelo Pitol aos 39′. Penalidade padecida por um Léo e cobrada pelo outro: Léo Costa, que se a celebração já estava garantida, ficou ainda melhor aos 45 minutos, mandou às redes: 2 a 0. Germano cobrou escanteio e Léo Costa novamente apareceu para checar, desviando para o terceiro gol pelotense. A partida parelha foi modificada em uma senhora triunfo para o Áureo Cerúleo: 3 a 0. A saída para o vestiário reservou um capítulo à parte. Ex-goleiro do Xavante, Marcelo Pitol, que cedeu o escanteio no primeiro gol e cometeu o pênalti no segundo, foi alvo do humor dos torcedores.

Na volta da pausa, o Aimoré tentou com Marco Antônio, de volta ao time no lugar de Leandro Canhoto. O Índio Capilé até buscava a reação, mas a discrepância no placar era bastante grande e o Pelotas não tinha motivos para se expor. A primeira mexida de Gavilán foi Maicol na vaga do artilheiro da noite, Léo Costa.

As possibilidades de os ataques não foram escasseadas e ninguém modificou o marcador. Enquanto o Aimoré precisa vencer mais uma para garantir continuidade, o Lobo, agora em 4º lugar, passa a mirar a classificação para as quartas de final.

De notícias, o Pelotas está próximo de anunciar o atacante paraguaio Claudio Correa. Conhecido como El Ogro, ele tem 25 anos e trabalhou com Gavilán no Sol de America do Paraguai. Na preparação física, Felipe Celia assume profissão que foi de Anderson Sedrez e Roberto Recart. Celia já passou por Joinville e Criciúma.

AIMORÉ: Marcelo Pitol; Gian, Renato, Douglão e Henrique Ávila; Toto, Diguinho, Wagner, Leandro Canhoto e Gustavo Xuxa; Ricardo Verza . Técnico: Gelson Conte.

Fonte: diariodamanhapelotas-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Pelotas, Novo Hamburgo, Criciuma

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>GAUCHÃO : Pelotas goleia Aimoré na Boca do Lobo e uiva pela continuidade
>>>>>PELOTAS : Lobo recebe o Índio Capilé na Boca – February 18, 2019 (diariodamanhapelotas-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Léo Costa 160 100 PERSON 7 Léo_Costa: 2, Léo_Bahia e: 2, Léo_Bahia: 1, Penalidade sofrida por um Léo e cobrada por o outro Léo_Costa que se: 1, (tacit) ele/ela (referent: Léo_Bahia e): 1
2 Pelotas 0 0 ORGANIZATION 7 o Pelotas: 5, ele (referent: o Pelotas): 1, Pelotas: 1
3 Aimoré 0 0 ORGANIZATION 6 o Aimoré: 3, O Aimoré: 2, (tacit) ele/ela (referent: O Aimoré): 1
4 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
5 Germano 0 0 PERSON 3 Germano: 1, (tacit) ele/ela (referent: Germano): 2
6 partida 0 0 NONE 3 partida parelha: 1, A partida parelha: 1, A partida: 1
7 vez 0 0 NONE 3 a única vez: 2, sua vez: 1
8 vitória 220 0 NONE 2 bela vitória: 1, A vitória: 1
9 Aimoré 215 0 PERSON 2 x Aimoré: 1, Aimoré: 1
10 a festa 100 0 NONE 2 (tacit) ele/ela (referent: a festa): 2