Hamilton é castigado e Sainz herda terceiro lugar no GP do Brasil

Por: SentiLecto

Lewis Hamilton chegou em terceiro no Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, mas acabou castigado com cinco segundos e, então, Carlos Sainz, da McLaren, herdou seu posto. O espanhol saiu da última posição após ter tido problemas no carro e conquistou seu primeiro pódio de maneira Heróica no circuito de Interlagos.

No Q3, Hamilton e Vettel chegaram a ocupar os melhores tempos, na primeira posição, mas Verstappen mais uma vez foi o melhor e fez o tempo de 1min07s508, seguido de Vettel e Hamilton .Se suprimiu os pilotos Kvyat Stroll Russell Kubika e Sainz de o Q2 os pilotos Kvyat, Stroll, Russell, Kubika e Sainz, sendo que este último sequer completou uma volta rápida por conta de problema mecânico.

Na sexta-feira 25 de outubro o Grande Prêmio do México de Fórmula 1 estava oficialmente começado. Na tarde desta sexta-feira, no Autódromo Hermanos Rodríguez, Lewis Hamilton havia liderado a primeira sessão de treinos livres, com a volta de 1min17s327.

Quando os comissários optaram pela penalização ao piloto britânico, a resolução veio após o pódio. Sainz, que chegou em quarto, acabou ficando com a premiação, mas não participou da cerimônia, que já tinha ocorrido.

A batida ocorreu na reta final da prova em São Paulo, após a entrada do safety car. Na relargada, Hamilton passou Gasly e foi para cima de Albon, que era o segundo colocado. Com a batida entre eles, o francês da Toro Rosso ficou em segundo, mas o tailandês da RBR acabou ficando na pista e chegando em penúltimo.

Max Verstappen ficou com a primeira colocação após ter conquistado a pole e deu um passo à frente pela terceira colocação geral da temporada da F1. Pierre Gasly chegou em segundo, também no primeiro pódio da carreira. Enquanto isso, as Ferraris de Charles Leclerc e Sebastian Ferrari bateram entre si e os dois precisaram abandonar a prova, que já estava no final.

Na sua vez, após a reclamação da Red Bull, insinuando que a Ferrari estaria extrapolando o limite de 100kg de combustível por hora, a FIA arremessou uma diretiva sobre o funcionamento do medidor de fluxo de combustível. O objetivo foi impedir que o medidor ampliasse o fluxo além do limite entre as medições.A corrida. Verstappen conservou a ponta e não houve nenhum acidente inicial.

Fonte: gazetaesportiva-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Hamilton é castigado e Sainz herda terceiro lugar no GP do Brasil
>>>>>Verstappen é pole no GP do Brasil e sai na frente na disputa pelo terceiro lugar da F1 – November 16, 2019 (gazetaesportiva-pt)
>>>>>>>>>Sem Hamilton, Albon faz melhor tempo no 1º treino livre do GP do Brasil – November 15, 2019 (gazetaesportiva-pt)
>>>>>Verstappen, Vettel e Leclerc duelam pelo terceiro posto no Brasil – (gazetaesportiva-pt)
>>>>>Em corrida emocionante, Verstappen vence e Gasly é vice no GP do Brasil – (gazetaesportiva-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Lewis Hamilton 0 30 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Lewis_Hamilton): 1, Lewis_Hamilton: 2
2 Sainz 0 0 OTHER 3 Sainz: 2, (tacit) ele/ela (referent: Sainz): 1
3 Verstappen 100 0 OTHER 2 Verstappen: 2
4 volta 80 0 NONE 2 a volta de 1min17s327: 1, uma volta rápida: 1
5 Hamilton 0 0 PERSON 2 Hamilton: 2
6 Pierre Gasly 0 0 PERSON 2 Pierre_Gasly: 1, Gasly: 1
7 a cerimônia 0 0 PLACE 2 a cerimônia: 2
8 posição 0 0 NONE 2 a primeira posição: 1, a última posição: 1
9 ter 0 0 NONE 2 ter: 2
10 problema mecânico 0 80 NONE 1 problema mecânico: 1