Melbourne abre uma temporada da Fórmula 1 cheia de novidades

Por: SentiLecto

O circuito urbano melanésio vai ser de novo o cenário, neste fim de semana, do começo do Mundial de Fórmula 1, que esta temporada exibe muitas novidades para tentar acabar com o domínio da Mercedes.

Enquanto a Ferrari tentava fazer frente à escuderia ade Alemania nos últimos anos a Fórmula 1 spadeceucom a ‘ditadura’ da Mercedes, que conquistou os últimos cinco campeonatos, quatro com Lewis Hamilton e outro com Nico Rosberg .Depois dos vice-campeonatos consecutivos e muitos erros na última temporada, o de Alemania Sebastian Vettel vai ter em 2019 novamente o dever de disputar o título com Hamilton, grande favorito, que encarnaria o sexto para o inglês, a somente um do recorde de Michael Schumacher.

Vettel contará com um novo companheiro nos pugilismos da Ferrari, o monegasco Charles Leclerc, para o objetivo de devolver à ‘Scuderia’ um título que conseguiu pela última vez com o finlandês Kimi Räikkönen no distante ano de 2007.

Embora tenha, o alemão venceu no circuito urbano melanésio há um ano se beneficiado de uma melhor estratégia por parte da Ferrari e pelas condições da corrida, modificada pela presença do carro de segurança.

– Ferrari se realça na pré-temporada –

Os treinos da pré-temporada deram alguns sinais do que pode ser o campeonato, apesar de que, como sempre, estes testes não sejam totalmente confiáveis já que nem todas as equipes os realizam nas mesmas condições.

E os carros da Ferrari parecem estar em condições de fazer frente aos da Mercedes. Há duas semanas Hamilton após os últimos testes da pré-temporada no Circuito de Montmeló , nos quais Vettel foi o mais veloz admitiu: “São atualmente os mais rápidos”.

Mas “os treinos são treinos, não há recompensa por correr rápido”, sublinhou. Alegou: “O importante é ser o mais rápido no sábado em Melbourne”.

“Me anima saber que Lewis pensa que somos os mais rápidos, mas acho que os Mercedes serão bastante fortes na Austrália e acredito que vamos nos iludi por inteiro se acharmos que somos mais rápidos do que eles”, respondeu o novo chefe da escuderia de Italia, Mattia Binotto.

Por tudo isso, a hora da verdade chegará na sexta-feira com os primeiros treinos livres do Grande Prêmio da Austrália.

Após ter equiparado as cinco conquistas do argentino Juan Manuel Fangio no ano passado, o britânico Lewis Hamilton iniciará neste fim de semana, no Grande Prêmio da Austrália, que vai abrir a temporada 2019 da Fórmula 1, a busca pelo sexto título global, o que o deixaria a um de repetir o feito do recordista Michael Schumacher.

Na segunda-feira 18 de fevereiro o de Alemania Sebastian Vettel, da Ferrari, havia sido o mais rápido do primeiro dia de treinos da pré-temporada da Fórmula 1, que havia iniciado no circuito da Catalunha, na cidade de Montmeló.

Vai ser o momento também de começar a elucidar outras dúvidas: Que papel desempenharão os segundos pilotos da Mercedes e da Ferrari, Valtteri Bottas e Leclerc? A Red Bull seguirá sendo terceira na disputa e o de Holguín Max Verstappen uma ameaça para Hamilton-Vettel? A McLaren esquecerá os problemas dos últimos anos?

Faz 1 ano, Hamilton, de 34 anos, liderou a quinta dobradinha de a Mercedes, equipe que faturou o campeonato de pilotos e o de construtores, e parte como favorito ao título, apesar do esforço das concorrentes, sobretudo Ferrari e Red Bull, para superarem as ‘setas de prata’.

– Ponto extra para o mais rápido –

Para tentar equilibrar as forças em um campeonato que tem sido bastante desigual nos últimos anos, os dirigentes da Fórmula 1 inseriram várias novidades para esta temporada: Simplificou-se a aerodinâmica para favorecer as ultrapassagens; se o ampliou o peso de os carros e os de os pilotos serão compensados com lastros; se diminuíram as espécies de pneus ‘ slick ‘ e foi ampliada a segurança com capacetes reforçados e luvas biométricas.

Mas, com certeza, um desde que conclua entre os 10 primeiros, dos grandes atrativos da nova temporada é o ponto complementar que será dado ao piloto que conseguir fazer a volta mais rápida na corrida.

O circuito de Melbourne, como tem sido em cada temporada, começa a dar as respostas para todas essas dúvidas.

Fonte: clicrbs-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Canada, Australia

Cities: Hamilton, Melbourne

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Melbourne abre uma temporada da Fórmula 1 cheia de novidades
>>>>>Hamilton busca o hexa em 2º ano seguido sem brasileiros na F-1 – March 14, 2019 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Sebastian Vettel 80 20 PERSON 6 o alemão Sebastian_Vettel: 1, (tacit) ele/ela (referent: Vettel): 2, Vettel: 2, o alemão Sebastian_Vettel de a Ferrari: 1
2 nós 160 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
3 ponto 104 0 NONE 4 Ponto extra: 1, o ponto adicional: 3
4 eu 60 0 NONE 4 (tacit) eu: 3, Me: 1
5 Ferrari 0 0 ORGANIZATION 4 Ferrari: 2, a Ferrari: 2
6 Lewis Hamilton 0 0 PERSON 4 Lewis: 1, o britânico Lewis_Hamilton: 1, Lewis_Hamilton: 1, (tacit) ele/ela (referent: o britânico Lewis_Hamilton): 1
7 a Mercedes 60 75 OTHER 3 (tacit) ele/ela (referent: a Mercedes): 1, a Mercedes: 1, os Mercedes: 1
8 treinos 0 0 NONE 3 os treinos: 1, treinos: 2
9 título 30 80 NONE 2 o sexto título mundial: 1, um título: 1
10 E os carros de a Ferrari 80 0 ORGANIZATION 2 E os carros de a Ferrari: 1, (tacit) eles/elas (referent: E os carros de a Ferrari): 1