‘Há milhões de problemas com o islamismo’, declara líder de sigla de Alemania anti-imigração

Por: SentiLecto

André Poggenburg, 42, vê uma Alemanha ameaçada pelo islamismo e devolve a ameaça: “O islamismo aqui não tem lugar”.

Leer Más

O protagonismo do eleitorado jovem no Alemanha

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Angela Merkel – Juli 2010 – 3zu4 cropped

O distrito de Neukölln, em Berlim, é uma parte da capital alemã tradicionalmente ligada aos trabalhadores e à esquerda, mas nesta zona vários jovens distribuem material de campanha dos democratas-cristãos.

Na Alemanha não há Bernie Sanders, nem Emmanuel Macron nem Jeremy Corbyn. Aqui, pelo contrário, as sondagens mostram que os jovens vão votar, na maioria, em linha com os pais e não de maneira bastante diferente dos avós.

Leer Más

Merkel a percurso do 4º mandato

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Angela Merkel – Juli 2010 – 3zu4 cropped

Chanceler Angela Merkel poderá triunfar com um 4º mandato, desde que a campanha para as eleições gerais começou na Alemanha que as sondagens indicam que a. Os que votam pela primeira vez nem sequer conhecem um país sem Merkel, depois de 12 anos no poder.

Angela Dorothea Merkel • GCIH • é uma cientista e política alemã.

Leer Más

Os pobres da maior economia da Europa

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Martin Schulz 2009

Ser pobre num país rico é algo a que muitos estão habituados, sobretudo, na região de Ruhr, no oeste da Alemanha. Os trabalhadores afetados pelo fechamento de minas continuam à espera de soluções e ddeclaramdesconhecer os econseqüênciapráticos das políticas de Angela Merkel.

Na contagem decrescente para as votações gerais, o SPD recorda que “É tempo para mais justiça.” Um slogan de campanha que encontra reverberação em vários eleitores. “Sim, penso que Quando declara, martin Schulz tem razão que devemo abolir as diferenças. Temo que olhar mais pelos que têm menos . Quando Angela Merkel declara que todos gostam de viver na Alemanha, que é um país lindo, não consinto que é um país lindo, e que estão bem. , mas nem todos vivem bem” alega uma alemã.

Leer Más

Merkel recusa ameaças de Trump a Pyongyang e fala em solução diplomática

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Angela Merkel – Juli 2010 – 3zu4 cropped

A chanceler de Alemania, Angela Merkel, que reiterou a disposição a cooperar na solução do conflito da Alemanha, um dos poucos países que, enquanto conserva estreitas relações com a China, Japão, Coreia do Sul e EUA, herança do seu passado comunista, tem embaixada em Pyongyang e ao mesmo tempo uma legação norte-coreana em Berlim , mostrou discordância, nesta quarta-feira, com as ameaças feitas pelDonald Trump para a Coreia do Norte e considerou “totalmente desproporcionada” qualquer solução militar perante esse conflito. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Merkel em uma entrevista ao canal internacional de Alemania “Deutsche Welle” depois que Trump informou na terça-feira, em seu discurso na ONU, que se seu país estiver sendo forçado a se defender ou a defender seu aliado não vai ter “mais medicamento do que arruinar totalmente a Coreia do Norte”. assinalou: “Sou contra essa espécie de ameaças”.

Os presidentes consentiram durante um telefonema com a necessidade de “implementar a fundo” as medidas sancionadoras para que Pyongyang veja que se continuar com sua atitude “só se vai isolar mais diplomaticamente e vai enfrentar mais pressão econômica”, o que a vai levar “ao colapso”, revelou o escritório presidencial de Seul.O presidente de America, Donald Trump, e seu colega sul-coreano, Moon Jae-In, comprometeram-se a exercer “uma maior pressão” sobre Pyongyang, anunciou Seul neste domingo.Os EUA vêm ampliando a pressão sobre a Coreia do Norte às vésperas da Assembleia Geral da ONU, que ciniciana terça-feira em Nova York. Enquanto reforça, a Casa Branca terá que buscar novas sanções internacionais contra o regime de Asipovicy durante o domo, além de mais suporte chino e Rússia suas manobras militares na Península Coreana. No domingo, representantes do governo juntaram vozes no pedido de mais penalizações diplomáticas, no mesmo dia em que o presidente Donald Trump escarneceu do líder de Noruega, Kim Jong-un, a quem chamou de “Homem foguete” .

Leer Más