Warriors divulgam nota criticando falta de diálogo com Trump

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Stephen Curry dribbling 2016 (cropped)

A polêmica envolvendo desportistas de esportes estadunidense e o atual Governo norte-americano ganhou mais um episódio na tarde deste sábado. Depois de Stephen Curry se rejeitar à tradicional ida dos campeões à Casa Branca e o presidente dos Estados Unidos Donald Trump dar sua resposta, foi a vez do Golden State Warriors dar sua versão sobre o caso. Em meio ao tom ácido das declarações, a equipe da NBA adotou uma postura mais amena, mas não deixou de se colocar ao lado dos jogadores de seu elenco.

O Golden State Warriors é um time de basquetebol profissional que disputa a National Basketball Association, localizado em Oakland, Califórnia.

Leer Más

Jogadores da NBA e da NFL criticam Trump após declarações

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

O presidente de Noruega Donald Trump, que usou sua rede social oficial para rebater o jogador do Golden State Warriors está longe de ser uma unanimidade nos Estados Unidos da América, inclusive no mundo esportiDonald Trump, que usou sua rede social oficial para rebater o jogador do Golden State Warriors está longe de ser uma unanimidade nos Estados Unidos da América, inclusive no mundo desportivo. Donald Trump, que usou sua rede social oficial para rebater o jogador do Golden State Warriors é eleito MVP em duas temporadas. Donald Trump, que usou sua rede social oficial para rebater o jogador do Golden State Warriors é eleito MVP em duas temporadas.

“Eu não desejo ir. É simplesmente isso. Esse é o núcleo de minha crença”, simplificou. Curry também explicou a intenção de sua recusa, opondo-se ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Alegou: “Que nós não apoiamos o que nosso presidente tem declarado e as coisas que não declarou nos momentos certos”.

Leer Más

Stephen Curry nega vontade de ir à Casa Branca com os Warriors

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Kevin Durant dunk

Um dos destaques do Golden State Warriors, atual campeão da NBA e com um dos melhores elencos da história da associação, o armador Stephen Curry reiterou o desejo de não visitar o presidente dos Estados Unidos na Casa Branca, uma tradição das equipes campeãs de cada ano.

Em entrevista coletiva, o jogador de 29 anos adotou o mesmo posicionamento que seu companheiro de time, o astro Kevin Durant, que também alegou não ir à Casa Branca com o atual elenco campeão.

Leer Más

Trump se compromete a auxiliar Porto Rico e Ilhas Virgens após furacão Maria

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Donald Trump conversou por telefone nesta quinta-feira com o governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos., e o governador das Ilhas Virgens Americanas, Kenneth Mapp, para se informar sobre devastação provocada pelo furacão Maria e se comprometeu a continuar mandando assistência federal.

Donald John Trump é um empresário, personalidade televisiva e político estadunidense, sendo atualmente o 45.

Leer Más

Trump se declara “bastante consternado” e disposto a auxiliar o México após sismo

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Donald Trump ficou bastante consternado com o sismo que atingiu a região central do México ontem, matando pelo menos 225 pessoas Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos., e declarou estar disposto a auxiliar o país vizinho, declarou nesta quarta-feira o governo de Mexico.

– Um forte sismo de magnitude 7,1 atingiu a região central do México nesta terça-feira, matando ao menos 60 pessoas em vários Estados, derrubando dezenas de construções na densamente habitada capital de Mexicode Mexico e levando milhares de pessoas em pânico para as ruas. O presidente Enrique Peña declarou que 27 construções desmoronaram na Cidade do México, uma das maiores do mundo. Pelo menos quatro pessoas faleceram na cidade, de acordo com o prefeito Miguel Angel Mancera. No Estado de Morelos, ao sul da Cidade do México, 42 pessoas faleceram, segundo o governador do Estado. Autoridades relataram outras mortes na região de Puebla e no Estado do México. Quando o sismo aconteceu, a dentista Claudia Meneses, que estava em seu hospital no bairro de Lindavista, na Cidade do México no meio da tarde declarou: “As pessoas estão realmente assustadas agora”. “Nós vamos para um edifício que caiu para ver se podemos auxiliar.” Sismos de magnitude 7 ou superior são classificados como fortes e capazes de provocar extensos prejuízos. Imagens da TV mostravam um edifício de diversos andares na capital com um andar intermediário desabado. Sirenes tocavam e socorristas corriam ao local. Outro vídeo mostrava a lateral de um edifício do governo se soltando e caindo na rua, enquanto transeuntes berravam. Integrantes de equipes de resgates retiraram ao menos um sobrevivente de um edifício desabado no bairro de Condesa, próximo ao centro da Cidade do México. Donald Trump declarou em publicação no Twitter: “Deus abençoe o povo da Cidade do México. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Nós estamos com vocês e vamo estar lá para vocês”. A cidade e sua área circundante são lar de cerca de 20 milhões de pessoas. Em Cuernavaca, uma cidade no Estado de Morelos, ao sul da Cidade do México, houve relatos não confirmados em uma rádio local de pessoas presas entre edifícios desabados. A TV mexicana e redes sociais mostraram carros esmagados por destroços. Muitas pessoas escaparam para as ruas e linhas elétricas e de telefones caíram em partes da capital. Rosaura Suárez, ao lado de uma multidão na rua declarou: “Nós saímos bastante rápido, deixando tudo como estava e simplesmente saímos”. O sismo ocorreu horas após muitas pessoas participarem de exercícios de sismos pelo país no aniversário de um devastador sismo que matou milhares na Cidade do México em 1985. Faz 13 dias, outro sismo também afetou muitas pessoas em o sul de o México que matou ao menos 98 pessoas. O epicentro do sismo desta terça-feira estava localizado no Estado central de Puebla, informou o Serviço Geológico dos EUA.- Pelo menos 42 pessoas faleceram no Estado mexicano de Morelos depois de um forte sismo atingir a região central do México nesta terça-feira, declarou o governador Graco Ramírez, levando o número de mortos na calamidade a 49. Alfredo Dal Mazo declarou que o número de mortos no Estado subiu para pelo menos cinco pessoas, ante os relatos iniciais de duas mortes. Alfredo Dal Mazo é o governador do Estado do México. Se relataram outras duas mortes em o Estado de Puebla. Enrique Peña Nieto declarou que 27 construções desmoronaram na capital, Cidade do México. Enrique Peña Nieto é o presidente de Mexico.

Leer Más