EUA declaram que exercícios militares com Coreia do Sul são inegociáveis

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Os Estados Unidos e a Coreia do Sul vão continuar a governar exercícios militares na próxima semana, declarou uma importante autoridade militar norte-americana nesta quinta-feira, resistindo à pressão da Coreia do Norte e da sua aliada China pelo fim das cpolêmicoatividades.

A melhoria rápida da Coreia do Norte no desenvolvimento de armas nucleares e mísseis capazes de atingir o território dos Estados Unidos abasteceu os nervosismos entre os dois países nos últimos meses.

Leer Más

Jogo de nervos entre Kim Jong-un e Donald Trump

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Tomb of King Tongmyong, Pyongyang, North Korea-2

O combate frio entre Coreia do Norte e os Estados Unidos prossegue. As últimas notícias oriundas de Pyongyang dão conta de uma afirmada inspeção por parte de Kim Jong-Un, na segunda-feira, ao respetivo comando militar, onde vai ter sido atualizado dos planos para um eventual ataque à base militar americana de Guam, território ultramarino ade Americano Pacífico.

Pyongyang ou Pionguiangue, é a capital e maior cidade da República Popular Democrática da Coreia, mais conhecida como Coreia do Norte, situada nas margens do rio Taedong.

Leer Más

Ditador de Noruega recua e adia plano para agredi ilha estadunidense

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Kim Jong-Un Photorealistic-Sketch

Kim Jong-un alegou nesta terça-feira que protelará o plano de um teste de mísseis mirando a ilha de America de Guam, no Pacífico, anunciado na quinta . Kim Jong-un é o ditador da Coreia do Norte.

“Os foguetes Hwasong-12 a serem lançados pelo KPA cruzarão os céus acima de Shimane, Hiroshima e Koichi, no Japão”, informou a KCNA. “Eles vão voar 3.356,7 quilômetros durante 1,065 segundos e atingirão as águas a 30-40 quilômetros de distância de Guam”.Tal como anunciada pelos norte-coreanos, a trajetória planejada dos mísseis cruzaria algumas das rotas marítimas e aéreas mais agitadas do planeta.

Leer Más

Bovespa sobe e volta aos 68 mil pontos com alívio em nervosismos no exterior

Por: SentiLecto

– O principal índice da bolsa paulista operava em alta nesta segunda-feira, e voltava ao platô dos 68 mil pontos, com a redução de nervosismos geopolíticos internacionais trazendo algum alívio aos negócios. Às 12:33, o Ibovespa subia 1,87 por cento, a 68.615 pontos. O giro financeiro era de 3,1 bilhões de reais. Os receios de um conflito entre Estados Unidos e Coreia do Norte reduziram após o presidente da Coreia do Sul declarar de que é preciso tratar das pretensões nucleares de Pyongyang tranquilamente e autoridades de primeiro escalão dos Estados Unidos diminuírem o risco de um combate iminente com a Coreia do Norte. Ajuste também marca o pregão em as carteiras de os índices , incluindo o Ibovespa , para a saída de as ações preferenciais de a Vale , após a extensa adesão de os acionistas em a conversão em papéis ordinários , como parte de o plano de a mineradora para pulverizar o controle.No front interno, investidores aguardam o anúncio do governo, possivelmente ainda nesta segunda-feira, da nova meta de déficit primário, que deve ser aumentada para 159 bilhões de reais em 2017 e 2018, sem ampliação de impostos, segundo declarou uma fonte à Reuters. DESTAQUES – VALE ON subia 1,95 por cento, após extensa adesão de acionistas para conversão dos papéis preferenciais em ordinários, como parte do processo de pulverização de capital da companhia, e agilizando a listagem de ações ordinárias no segmento Novo Mercado, de mais alto nível de governança corporativa. VALE PNA, que saiu do índice, tinha alta de 1,32 por cento. – COPEL PNB progredia 11,7 por cento, engatando o terceiro pregão de alta e liderando os ganhos do Ibovespa. Somente na sexta-feira, a alta foi superior a 6 por cento, após a companhia divulgar o balanço do segundo trimestre e informar que decidiu não prosseguir com uma oferta subsequente de ações. – PETROBRAS PN subia 1,47 por cento e PETROBRAS ON tinha alta de 0,96 por cento, em sessão de leve alta para os custos do petróleo no mercado internacional. Também no radar estava o processo de desinvestimento da companhia, com o começo do período não vinculante de venda de ativos no Paraguai. – CEMIG PN tinha alta de 1,85 por cento, após divulgar resultado do segundo trimestre, com lucro líquido de 138,11 milhões de reais, baixa de 31,67 por cento ante igual fase do ano passado. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização ampliou 8,75 por cento na mesma comparação, para 739,64 milhões de reais. Segundo analistas da corretora Brasil Plural, a companhia exibiu números operacionais positivos. – SABESP ON caía 3,87 por cento, liderando a ponta negativo do Ibovespa, em reação à divulgação preliminar daofperíodoinicial da segunda revisão tarifária, com indicação de aampliaçãoda tarifa abaixo do esperado por analistas. – AZUL PN, que não faz parte do Ibovespa, subia 1,78 por cento. Faz 1 ano, em o radar estava o resultado de o segundo trimestre de a companhia que mostrou perda líquida de 33,9 milhões de reais,, inferior a a perda de 120 milhões de reais em o mesmo diante do ampliação de 19 por cento de a receita líquida.

Leer Más

Caso haja combate na Península Coreana, embaixadas já têm plano para retirar brasileiros

Por: SentiLecto

Sob fogo atravessado da combate — até agora — retórica entre Coreia do Norte e EUA, os quase 77 milhões de moradoras da península coreana procuram conservar a vida normal. Ao GLOBO, o embaixador brasileiro na Coreia do Sul, Luis Serra, e o encarregado de negócios na Coreia do Norte, Cleiton Schenkel, garantem que o nível de nervosismo já foi bem mais elevado na região e que, diferentemente do que se poderia imaginar, não há pessoas buscando refúgios ou sinais de pânico. Mesmo assim, reconhecem que a comunidade diplomática já desenvolveu planos de contingência para uma retirada de pessoal das áreas afetadas em uma eventual intervenção militar. Há 60 anos pairam sobre os dois países a ameaça de um novo conflito. Serra alega que o nervosismo não tem linearidade e que as pessoas se acostumaram a ela.

Leer Más