O que pensa o trade brasileiro do Sabre TTX, em Vegas

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – MuseeMarine-sabreOfficer-p1000451

– As tantas promessas que a indústria de viagens guarda para o futuro e as respostas trazidas pelo Sabre Corporation atingiram de maneira positiva o mercado de Brasil no Sabre TTX. O acontecimento, que reuniu mais de 1,3 mil convidados no Aria Resort & Casino, em Las Vegas, adotou o posicionamento de abraçar as mudanças e, melhor ainda, fazer parte delas. Nesta edição, a companhia de tecnologia trouxe dez executivos de Brasil – uma ampliação significativa em relação aos três profissionais de 2016. O aprendizado para eles, incluindo os estreantes e de segmentos variados como operadoras, consolidadoras e TMCs, foi além de entender o mercado e esboçar os próximos anos, mas compreender também como o Sabre se relaciona com o Brasil. Uma vez que o Sabre TTX contou pela primeira vez com a divisão do trade de Latinoamérica e norte-americano com programação específica voltada para seus negócios, a resposta é mais do que positiva. “O nosso setor de viagens corporativas e TMCs especificamente tem passado por momentos delicados por fees cada vez mais baixos, pressão de open booking […O diretor da Costa Brava e presidente da Abracorp, Rubens Schwartzmann realçou: ] Ver um investimento do Sabre para trabalhar por uma indústria melhor – todo mundo junto para debater soluções para melhorar a indústria e enfrentar esse mundo maluco”. A polêmica do New Distribution Capability, o NDC da Associação Internacional de Transporte Aéreo não passou despercebida. O posicionamento da holding, uma vez crítica ferrenha do modelo, agora é o de abraçar a tecnologia. Marco Aurélio de Ruzze aplaude o esclarecimento. Marco Aurélio de Ruzze é o vice-presidente do Grupo BRT. “Para quem trata de desenvolvimento e padronização, é um assunto complicado [NDC] que nos deixa inquietado. Temos uma operadora, consolidadora e uma agência corporativa e os investimentos em cima de desenvolvimento são muito grandes e as margens vão cada dia mais apertando”, avaliou ele. Essa noção instituída a partir da distribuição também pode ser aumentada a partir do modelo do Sabre como o GDS. À parte dos braços de soluções para empresas aéreas e hotéis, o Travel Network é o que dita o discussão. Para o vice-presidente de Business Travel da Alatur JTB, Gregório Polaino, o mercado de Brasil se distancia cada vez mais do sistema mundial, incluindo também os concorrentes da companhia anfitriã. E, ainda de acordo com ele, o Sabre fez uma resolução correta ao não participar da distribuição direta. “Nosso mercado está cada vez menos dependente do GDS. Hoje todo mundo corre para um lado, tentando fazer por conta própria ou se unindo a outra coisa. O Sabre exibe uma visão de futuro, antecipa tendências de futuro e tem se inquietado com isso”. O Portal PANROTAS viaja a convite do Sabre, com proteção GTA

– O Sabre Corporation, holding das marcas Travel Network, Airline Solutions e Hospitality Solutions, exibiu no primeiro dia do Sabre Travel Technology Exchange uma nova maneira de adquiri bilhete aéreo. E não se trata somente do melhor custo. O Farenabber é uma plataforma de Interface de Programação de Aplicativos desenvolvida pelo Sabre Dev Studio na qual calcula para seus clientes, sejam empresas aéreas, agências de viagens físicas ou on-line, a criação de uma experiência personalizada de voo. A novidade trazida pelo diretor de Experiência do Desenvolvedor, Julian Macagno, tem como core business a total redefinição da compra de bilhetes. Durante apresentação para o jornalismo global, o executivo aposta que os consumidores então em busca de definir seus critérios de viagens favoritos e receber automaticamente notificações de alternativas de itinerários disponíveis e de acordo com seu interesse. Com isso, o Farenabber diminui o tempo de busca ao não monitorar as alternativas de voos com as melhores tarifas. “Eu, como consumidor de API, desejo saber especificamente de voos com partida às sextas de Dallas para Las Vegas na classe business com pcustoabaixo de US$ 500 dólares. O Sabre vai me adverti. Trata-se de uma melhor experiência de compra, não somente de custo”, exemplificou. Na prática, a plataforma do Sabre usa a busca automatizada para disponibilizar os melhores voos de acordo com o interesse do cliente. As alternativas de pesquisa incluem: origem e destino, número de passageiros, adaptabilidade de data, horário de partida ou chegada, empresas aéreas preferidas e tarifa máxima por pessoa. Se arremessará O Farenabber API do Sabre mundialmente a o mercado hoje, dois dias antes de o calculado anteriormente. O Sabre TTX reúne um público total de 1,2 mil pessoas, entre lideranças da indústria, staff e clientes até sexta-feira no Aria Resort & Casino. O Portal PANROTAS viaja a convite do Sabre, com proteção GTA- O assunto New Distribution Capability, ou simplesmente NDC, aparentemente perdeu a força no Brasil, mas nos Estados Unidos ainda está na boca da indústria, mais exatamente no Sabre TTX. O novo diretor executivo e presidente do Sabre Corporation , Sean Menke, acredita que a norma de distribuição da Associação Internacional de Transporte Aéreo não chegou para dificultar o trabalho do sistema de distribuição mundial, o GDS. De acordo com ele, o considerado “novo modelo de tecnologia” não coloca o papel do Sabre e de seus concorrentes em voga nos próximos anos. E o fato de o Brasil ser pioneiro na padronização Iata não é uma ameaça para o desenvolvimento de seus negócios. Aliás, a concorrência um aprendizado para a companhia, que pretende aumentar com a compreensão de mudanças e inovação constante. Segundo Menke, aliás, é uma maneira de a indústria evoluir e enxergar as necessidades de seus clientes. “Eu acredito que se nós fizermos nosso trabalho corretamente, nós vamo ser o facilitador de tecnologia. Para uma companhia declarar que seguirá as normas do NDC, bem, isso ocorre sempre. Mas se o segue não , sabe?”, cogitou. “Para evoluir seu negócio, seja com o NDC ou outra padronização, é preciso estar justamente focado essencialmente em criar melhores ofertas para seus clientes e ajudar essencialmente nossos fornecedores, sejam hotéis ou companhias aéreas, a serem melhores. Eu acredito que estamos na indústria para isso”, declarou, em tom de pacificidade. Vale recordar que o Brasil foi o primeiro país das Américas a emitir um bilhete via NDC. Faz 2 anos, quando a agência Copastur usou o sistema de o Reserve para reservar uma passagem de a American Airlines, ocorreu. O Portal PANROTAS viaja a convite do Sabre, com proteção GTAA American Airlines vai pagar às TMCs um incentivo de US$ 2 por segmento como bônus para as que realizarem a compra de trechos aéreos através do sistema de distribuição New Distribution Capability , desenvolvido pela Iata. Anunciou-se o programa de incentivo durante o Comitê NDC, realizado em esta semana em Irving, em o Texas.

Leer Más

O que os viajantes corporativos esperam das TMCs, aéreas e hotéis?

Por: SentiLecto

O que os viajantes corporativos esperam das empresas aéreas, gestores, TMCs e hotéis? Essa foi uma das questões erguidas durante discussão no Fórum Costa Brava, realizado ontem , em Campinas .

Leer Más

Faz 1 ano, Costa Brava vendeu R $ 133 milhões

Por: SentiLecto

A Costa Brava obteve um crescimento expressivo em vendas nos últimos seis anos. Enquanto no ano passado o faturamento foi de R, em 2010, a TMC, que também tem calculado, para o segundo semestre desse ano, o lançamento de um aplicativo para administração de dados, registrou um volume de R$ 32 milhões em vendas $ 133 milhões, crescimento 417% nesses seis anos. Fórum Costa Brava A nova tecnologia vai permitir a gestores e companhias ter o controle sobre relatórios e gastos, inclusive por meio de comando de voz, e a ideia é incluir nessa plataforma, posteriormente, inteligência artificial.

Leer Más

Fórum Costa Brava: budget menor e conteúdo mais rico

Por: SentiLecto

Teve começo há pouco, no Royal Palm Plaza, em Campinas , a sétima edição do Fórum Costa Brava. Realizado pela Costa Brava Viagens e Eventos, o acontecimento vai contar com cerca de 20 palestrantes e quatro painéis onde serão discutidos assuntos relacionados ao setor de viagens corporativas.

Leer Más