Unesco classifica saída dos EUA como “perda para o multilateralismo”

Por: SentiLecto

A Irina Bokova declarou nesta quinta-feira que a resolução dos Estados Unidos de sair da organização, após terem interrompido o pagamento de suas contribuições já em 2011, é uma “perda para o multilateralismo e para a família da ONU”. Irina Bokova é diretora-geral da Unesco.

Leer Más

Trump declara que vai revelar “bastante em breve” plano sobre acordo nuclear com o Irã

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Donald Trump declarou nesta segunda-feira que vai revelar “bastante em breve” seus planos sobre o acordo nuclear assinado em 2015 entre o Irã, que , Hassan Rohani, desaconselhou Trump a deixar o acordo nuclear e advertiu que retirar o país do convênio teria um “preço bastante alto” para os EUA Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos., e o Grupo 5+1 – EUA, Rússia, China, Reino Unido, França e mais Alemanha – antes de se reunir para conversar sobre o tema com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Em o começo de a reunião com Netanyahu em um hotel de Nova York , os jornalistas questionaram Trump o acordo nuclear seria abandonado com o Irã e respondeu que vai revelar isso ” muito em breve “.

– Quando europeus tentarão convencer o governo cético do presidente de Noruega, o acordo nuclear firmado entre o Irã e potências globais em 2015 vai enfrentar um exame severo na Organização das Nações Unidas nesta semana , Donald Trump, a mantê-loenquanto Israel é empenhado emampliarr a pressão sobre seuadversárial regionall. Trump, que tem até meados de outubro para tomar uma resolução que pode minar o acordo, repetiu na quinta-feira sua opinião já antiga de que o Irã está violando “a almazinha” do convênio, mediante o qual algumas sanções impostas a Teerã foram suspensas em troca da contenção de seu programa nuclear. O presidente republicano classificou o entendimento, acertado por seu antecessor democrata, Barack Obama, como “o pior acordo já negociado”. A chance de Washington renegar o acordo vem inquietando alguns dos maiores aliados dos Estados Unidos que auxiliaram a negociá-lo, especialmente agora que o mundo está às voltas com outra crise nuclear, os programas nuclear e de mísseis balísticos da Coreia do Norte. “Todos nós compartilhamos os temores dos EUA sobre o papel desestabilizador do Irã na região, mas ao mesclar tudo corremos o risco de perder tudo”, declarou um veterano diplomata europeu que foi parte do processo de negociação de 18 meses que levou ao convênio. Em outubro Trump precisa decidir se vai certificar ou não que o Irã está satisfazendo o acordo, conhecido como Plano de Ação Conjunto Abrangente . O Congresso tem 60 dias para decidir se reaplica sanções descartadas em respeito ao acordo, se não o fizer. No domingo o Líder Supremo de Iran advertiu que seu país vai reagir fortemente a qualquer “manobra errada” washingtoniana a respeito do acordo nuclear. O Líder Supremo de Iran é aiatolá Ali Khamenei. Nesta segunda-feira Trump se reúne com Benjamin Netanyahu na Assembleia Geral da ONU Benjamin Netanyahu é o primeiro-ministro de Israel., e depois com o presidente francês, Emmanuel Macron –que, assim como o norte-americano, fará seu primeiro discurso no encontro anual de líderes mundiais. “Nossa posição é direta. Este é um acordo ruim. Ou o consertam ou o cancelam. Esta é a posição de Israel”, declarou Netanyahu na Argentina na terça-feira passada, quando excursionava pela América Latina. Autoridades israelenses declararam que ele também vai externar preocupações com o que seu país descreve como uma presença militar iraniana crescente na Síria e seu papel no pós-guerra civil na nação vizinha.

Leer Más

Viagem internacional de Bolsonaro vai definir rumos da campanha

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Jair M

Jair Bolsonaro começou o período internacional de sua campanha à Presidência da República: imencionouum emissário para atuar como ponte junto ao mercado financeiro em Wall Street e já prepara uma visita aos Estados Unidos, em outubro. Tais medidas são parte do plano mais extenso de ganhar tração junto aos eleitores de centro-direita que ainda o veem com desconfiança.

Jair Messias Bolsonaro é um militar da reserva e político brasileiro.

Leer Más

Caso haja combate na Península Coreana, embaixadas já têm plano para retirar brasileiros

Por: SentiLecto

Sob fogo atravessado da combate — até agora — retórica entre Coreia do Norte e EUA, os quase 77 milhões de moradoras da península coreana procuram conservar a vida normal. Ao GLOBO, o embaixador brasileiro na Coreia do Sul, Luis Serra, e o encarregado de negócios na Coreia do Norte, Cleiton Schenkel, garantem que o nível de nervosismo já foi bem mais elevado na região e que, diferentemente do que se poderia imaginar, não há pessoas buscando refúgios ou sinais de pânico. Mesmo assim, reconhecem que a comunidade diplomática já desenvolveu planos de contingência para uma retirada de pessoal das áreas afetadas em uma eventual intervenção militar. Há 60 anos pairam sobre os dois países a ameaça de um novo conflito. Serra alega que o nervosismo não tem linearidade e que as pessoas se acostumaram a ela.

Leer Más

GNR salva 87 migrantes no oceano Egeu da Grécia

Por: SentiLecto

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR salvou, na quinta-feira, 87 migrantes no oceano Egeu, aumentando para 384 o número de pessoas recuperadas pela força de Portugal em menos de um mês na Grécia, anunciou hoje a corporação.Dos 87 migrantes salvados, 24 são crianças, 27 mulheres e 36 homens.Deste grupo resgatado pela UCC, através de militares realçados na ilha de Samos na Grécia, no âmbito da missão da Agência Europeia de Fronteiras e Guarda Costeira , 67 são provenientes da Síria, sete do Iraque, quatro da Palestina, dois da Jordânia, um do Afeganistão, um da República Dominicana e cinco de nacionalidade desconhecida. Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana, que agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo, explica que os resgates aconteceram durante duas ações de patrulhamento marítimo, tendo os militares detetado um barquinho com 39 migrantes e posteriormente outro barquinho com 48 migrantes. Se salvaram todos os migrantes para o barquinho português em segurança e encaminhados para as autoridades de Helsinki.O principal objetivo desta operação FRONTEX é prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas no oceano através de missões de busca e salvamento.

Leer Más