Caso volte a agredi a Síria, damasco alerta Israel para ‘mais surpresas’

Por: SentiLecto

DAMASCO/JERUSALÉM – Israel enfrentará “mais surpresas” caso volte a agredi o território sírio, advertiu Damasco nesta terça-feira, depois que as forças de defesa da Síria derrubaram um aeronave de combate israelense progredido durante o maior fricção entre os dois opositores em 36 anos.

Leer Más

S&P aumenta nota da mineradora Rio Tinto pela 1ª vez desde 2011

Por: SentiLecto

MELBOURNE, Austrália – A agência de classificação de risco Standard & Poor’s aumentou a nota de crédito da mineradora mundial Rio Tinto RIO.L> RIO.AX> pela primeira vez desde 2011, após fortes resultados trimestrais da empresa e avaliando que a companhia poderia facilmente financiar uma grande aquisição.

Leer Más

Indonésia planeja comprar fatia da Rio Tinto em mina da Freeport

Por: SentiLecto

A Indonésia, que planeja, em 2018, completar a aquisição da participação da Rio Tinto na mina, como parte da compra dos 51 por cento da Freeport Indonesia pelo Ministério de Empresas Estatais e outras unidades governamentais, declarou nesta terça-feira o ministro de Energia e Mineração, Ignasius Jonan, planeja comprar a fatia de 40 por cento da Rio Tinto,, na gigante mina de cobre de Grasberg, operada pela unidade local da Freeport-McMoRan, declarou o ministro de Minas do país. Pelos termos de uma joint venture formada em 1996, a Rio Tinto tem 40 por cento no contrato da Freeport para operar a Grasberg, o que lhe checa 40 por cento da produção acima de níveis específicos até 2021 e 40 por cento de toda a produção após 2022.

Leer Más

Eletrobras tem até janeiro para pagar R$ 2,9 bi a fundo do setor elétrico

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Eletrobras

— A Eletrobras ganhou até o fim de janeiro de 2018 para pagar uma cobrança de R$ 2,9 bilhões por anormalidades na administração de um fundo do setor elétrico. A Agência Nacional de Energia Elétrica decidiu, nesta terça-feira, conceder mais prazo à ecompanhia que inicialmente tdeveria quitara dívida no fim deste mês. Uma fiscalização dos técnicos da Aneel deduziu que se repassou o dinheiro indevidamente em a Amazonas Energia, distribuidora de o grupo Eletrobras em o estado e determinou o ressarcimento da soma. A Eletrobras já advertiu que não consente com a cobrança e informou que recorrerá para não pagar o valor. Faz 1 mês, a Aneel deu mais prazo para a estatal porque diminuiu a cobrança em R $ 90 milhões em o fim Faz 3 meses, se deduziu a fiscalização, após um ano de trabalho. Os técnicos da agência investigaram os repasses do fundo setorial Conta de Consumo de Combustíveis à Amazonas Energia de energia entre 2009 e 2016. O dinheiro que teria sido repassado além do necessário foi pago por todos os consumidores de energia do país por meio da conta de luz. Até este ano, a Eletrobras era gestora fundo setorial, por isso cabia a ela repassar os valores à sua própria distribuidora. Utilizam-se os recursos para subvencionar a geração de energia em regiões isoladas de o país, onde é preciso produzir eletricidade caso de o Amazonas utilizando usinas térmicas,. A Amazonas Energia recebe o equivalente a 70% dos recursos do fundo setorial. Os técnicos da agência reguladora constataram que a Amazonas Energia pagava por um consumo de combustível maior que o necessário para gerar a energia. A Aneel também identificou anormalidades parecidas no contrato de abastecimento de gás entre a Amazonas Energia e a Petrobras. Segundo a agência reguladora, a distribuidora de energia pagou à petroleira por mais gás que o necessário para gerar a eletricidade. Deduziu-se a fiscalização de a Aneel antes de o governo federal anunciar que vai privatização a Eletrobras. A venda da empresa, no entanto, não interfere na cobrança.

– A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou em reunião nesta terça-feira um aumento do prazo para que a estatal Eletrobras devolva 2,9 bilhões de reais a um fundo setorial, a Conta de Consumo de Combustíveis . Faz 3 meses, a agência havia uma resolução segundo a qual a Eletrobras teria 90 dias para devolver os valores entre 2009 e 2016., que a empresa teria utilizado indevidamente entre 2009 e 2016. Devido à necessidade de um pequeno ajuste no texto da dresoluçãoda Aneel, houve necessidade de republicação da dresolução o que dá um prazo acomplementarpara a ecompanhiadevolver os recursos. Em 11 meses, se vai contar o prazo de 90 dias a partir da publicação de a segunda versão de a resolução, em 30 de outubro.

Leer Más

Rio Tinto abre dados para interessados em minas de carvão na Austrália, declaram fontes

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Credit Suisse Zürich

A mineradora Rio Tinto abriu seus dados para diversos potenciais compradores de suas duas minas de carvão na Austrália, à medida que candapara cdeduzio processo de venda, ddeclararamnesta sexta-feira duas fontes com conhecimento direto do atema

As minas de carvão de coque Kestrel e Hail Creek atraíram algumas mineradoras já estabelecidas na Austrália, bem como companhias de private equity atenciosas à perspectiva de venda de carvão metalúrgico para usinas siderúrgicas asiáticas a pcustosrobustos, aalegaramas fontes.

Leer Más