Equador confirma que concedeu naturalização a Julian Assange

Por: SentiLecto

A chanceler do Equador, María Fernanda Espinosa, que adicionou que qualquer movimento do asilado fora da Embaixada é um assunto que “deve ser acordado anteriormente com o Reino Unido”, algo que estavam analisando, declarou, confirmou nesta quinta-feira que seu país concedeu a naturalização ao fundador do WiKiLeaks, o australiano Julian Assange, em 12 de dezembro do ano passado. “O que a naturalização faz é dar a ele mais proteção ao asilado e não modifica, de modo algum, mas fortalece sua condição de pessoa internacionalmente protegida”, mencionou a chefe da diplomacia de Equatorial Guinea.

Leer Más

Equador anuncia que concedeu nacionalidade a Assange

Por: SentiLecto

O governo do Equador anunciou nesta quinta-feira que concedeu a nacionalidade do país a Julian Assange, criador do site WikiLeaks. Faz 1 mês, segundo a ministra de Relações Exteriores de Equatorial Guinea, Maria Fernanda Espinosa, que declarou que seu país trabalha em conjunto com o Reino Unido para encontrar uma saída ” merecedora ” para Assange pedido de Assange, que é australiano de nascimento., que vive em a embaixada de Equatorial Guinea em Londres desde 2012, o processo ocorreu a pedido de Assange, que é australiano de nascimento.

Leer Más

Roberto Mancini se oferece para comandar seleção da Itália

Por: SentiLecto

O técnico italiano Roberto Mancini, atual treinador do Zenit, se mostrou preparado para assumir o posição de técnico da seleção da Itália, vazio desde a não classificação da Azzurra para a Copa do Mundo da Rússia.

Leer Más

Bellucci é pego no antidoping e fica suspenso até final do mês

Por: SentiLecto

Depois de ter confirmado sua ausência da disputa do Aberto da Austrália, o brasileiro Thomaz Bellucci anunciou nesta quinta-feira que testou positivo, em um exame antidoping, para a substância hidroclorotiazida, que tem seu uso proibido por ser um agente mascarante.

Leer Más

Buffon declara lamentar mais derrota na Champions do que fracasso da Itália

Por: SentiLecto

O goleiro Gianluigi Buffon, que “Não repetiria o Itália e Suécia, da Juventus alegou nesta terça-feira, em entrevista ao jornal “Gazzetta dello Sport”, que sente mais a derrota na resolução da Liga dos Campeões para o Real Madrid do que a eliminação da seleção italiana na repescagem para a Copa do Mundo de 2018 contra a Suécia. Não falhamos com nossa almazinha, atitude ou união, mas revelamos ter alguns limites. Voltaria a jogar a final de Cardiff porque, contra o Real Madrid nos faltou unidade no segundo tempo, algo que sempre foi nosso ponto forte, se contra a Suécia demos 80% ou 90%”, alegou Buffon, quando perguntado sobre que partida gostaria de jogar novamente.

Leer Más