Trabalhador já pode calcular valor a receber de abono do PIS em aplicativo da Caixa

Por: SentiLecto

O aplicativo Caixa Trabalhador, desenvolvido pela Caixa Econômica Federal, passou por uma atualização e, agora, permite ao trabalhador calcular o valor do abono do PIS. O usuário a receber calcula de acordo com o salário informado o soma e número de meses trabalhados em o ano-calendário de referência para o pagamento. O valor máximo a sacar é de R$ 954.

Leer Más

Produção de níquel da Vale cai 7,3% em 2017; cobre recua 1,6%

Por: SentiLecto

Faz 1 ano, a produção de níquel de a Vale caiu 7,3 por cento ante 2016, para 288,2 mil de toneladas impactada principalmente por operações em o Canadá, informou a companhia em esta sexta-feira. Toneladas são as vendas do produto ao longo do ano passado. A queda na produção padeceu com o encerramento de um dos fornos em Thompson, que , na província de Canada de Manitoba, produziu 23 mil toneladas em 2017, queda de 13,2 por cento ante o ano anterior, que segundo a companhia está em linha com o compromisso da Vale de transição para um menor “footprint” em níquel.

Leer Más

Petrobras diminui custo da gasolina em 3,9% na refinaria, maior corte desde julho

Por: SentiLecto

– A Petrobras começou a sexta-feira com diminuição de 3,9 por cento nos custos da gasolina nas refinarias, o maior corte desde o de 5,9 por cento observado em 1º de julho do ano passado, quando a estatal colocou em prática uma nova sistemática de formação de câmbios dos combustíveis. Com o reajuste, a alta acumulada de lá para cá nos custos do derivado de petróleo, que chegou a superar 20 por cento em alguns momentos, está agora em 6 por cento. Essa é a segunda diminuição significativa para a gasolina no espaço de uma semana –no dia 9 a Petrobras, que anunciou também que os custos do diesel nas refinarias foram cortados em 2,3 por cento a partir desta sexta-feira, já havia cortado o custo do combustível em 3 por cento– e acontece após um recuo recente nas referências internacionais do petróleo, em meio a sinais de oferta ainda consistente, bem como nas da gasolina. A nova sistemática de formação de custos da Petrobras calcula reajustes quase que diários e procura as oscilações no mercado internacional –os repasses ao consumidor final, entretanto, dependem da estratégia das distribuidoras. Recentemente, autoridades, incluindo o presidente Michel Temer, reclamaram que os cortes realizados pela Petrobras não estavam chegando ao consumidor final. Houve até mesmo declarações de que o setor de combustíveis praticaria cartel, da parte do ministro Moreira Franco, que encaminhou o tema ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica . O segmento alega que o país conta com cerca de 40 mil postos que concorrem no mercado, e que o repasse de custos da Petrobras não acontece imediatamente aos reajustes realizados pela estatal, devido a questões técnicas e operacionais. Na última semana, contudo, os custos nas bombas dos postos caíram e suspenderam uma série de várias semanas de altas.

Leer Más

Setor de serviços aumenta 1,3% em dezembro, declara IBGE

Por: SentiLecto

O volume do setor de serviços do Brasil aumentou 1,3 por cento em relação a novembro e teve alta de 0,5 por cento na comparação com o mesmo mês do ano anterior, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta sexta-feira.

Leer Más

Ibovespa agiliza perdas no final e fecha abaixo de 83 mil pontos com piora externa

Por: SentiLecto

– O mercado acionário de Brasil concluiu a segunda-feira no vermelho, minado pelo viés negativo no ambiente financeiro internacional, em meio a preocupações sobre uma eventual ação mais agressiva do banco central de Noruega nos juros. O Ibovespa fechou em baixa de 2,59 por cento, a 81.861 pontos, na mínima do dia, com somente um ativo no azul , tendo agilizado as perdas no final da sessão. O volume financeiro do pregão adicionou 9,654 bilhões de reais. O principal índice de ações da B3 chegou a oscilar no azul, acompanhando alguma melhora em Wall Street e na esteira dos ganhos das ações da Vale e do Bradesco no começo da tarde. A melhora, contudo, teve vida curta e o exterior Faz 1 mês, serviu como gatilho a nova execução de lucros após o Ibovespa. No exterior, os pregões ainda reagiram a dados fortes do mercado de trabalho dos Estados Unidos conhecidos na sexta-feira, que estimularam apostas de que o Federal Reserve ele os juros mais depressa do que o calculado anteriormente. Tal expectativa aumentou os rendimentos dos títulos públicos e fortaleceu o dólar globalmente, enquanto derrubou ações e commodities como o petróleo. Em Nova York, o índice acionário S&P 500 aumentou as perdas no final da tarde e caía quase 3 por cento. Na visão do analista da corretora Lerosa Vitor Suzaki, a queda menor no pregão de Brasil decorre de expectativas mais favoráveis para os resultados das empresas e melhora da atividade econômica de maneira geral. DESTAQUES – CSN e GERDAU PN recuaram 5,76 e 5,7 por cento, respectivamente, em meio à correção negativa ditada pelo mercado externo. As ações, contudo, ainda acumulam em 2018 ganhos ao redor de 20 e 10 por cento, respectivamente – PETROBRAS PN e PETROBRAS ON recuaram 4,66 e 4,5 por cento, respectivamente, conforme os custos do petróleo Brent e WTI foram pressionados negativamente por uma maior produção nos Estados Unidos, mercado físico fraco e fortalecimento do dólar. – BRF caiu 4,56 por cento. Analistas do Santander aguardam uma melhora decepcionante no resultado dos últimos três meses de 2017 ante o trimestre anterior no que é a alta temporada para as vendas domésticas. – ITAÚ UNIBANCO concluiu em baixa de 3,51 por cento, invalidando a tentativa de recuperação, antes da divulgação do seu resultado trimestral ainda nesta segunda-feira. BRADESCO PN também não sustentou a alta e caiu 1,61 por cento, tendo no radar indicação do conselho de gestão para o novo presidente-executivo do banco.

Leer Más