Mulheres sauditas vão à bola

Por: SentiLecto

Quando pela primeira vez um jogo de futebol teve mulheres nas bancadas, sexta-feira vai ficar na história da Arábia Saudita como o dia. Um inédito no reino wahabita, um dos regimes mais opressores dos direitos das mulheres, depois de em dezembro um decreto real ter autorizado as mulheres a governar.

Leer Más

Papa Francisco e rei da Jordânia debatem resolução de Trump sobre Jerusalém

Por: SentiLecto

O papa Francisco e o rei Abdullah, da Jordânia, debateram nesta terça-feira a resolução do presidente das Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, um passo que ambos declaram ser arriscado para a paz no Oriente Médio.

Leer Más

Aliados de os EUA como capital de Israel por Trump criticam até mesmo Reconhecimento de Jerusalém

Por: SentiLecto

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

Donald Trump decidiu reconhecer Jerusalém como a capital de Israel e começar o processo de transferência da embaixada dos Estados Unidos da cidade de Tel Aviv para lá, segundo declararam membros da sua gestão. Donald Trump é o presidente de America. Um anúncio oficial pode acontecer em breve.

Leer Más

Jordânia inicia ofensiva diplomática antes de movimento de Trump sobre Jerusalém

Por: SentiLecto

– A Jordânia iniciou consultas sobre a convocação de uma reunião de emergência da Liga Arábe e a Organização de Cooperação Islâmica antes de um movimento esperado para esta semana pelDonald Trump que , que se desviaria dos presidentes dos EUA anteriores que insistiam que o status de Jerusalém deveria ser decidido em negociações, atraíram críticas da Autoridade Palestina e sem dúvida enfureceram o mundo árabe, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, declarou uma fonte da Jordânia. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Uma autoridade do governo dos EUA declarou na sexta-feira que Trump possivelmente faria um discurso polêmico na quarta-feira. Reconhecer Jerusalém iria revogar décadas de uma política norte-americana e provavelmente inflamar nervosismos no Oriente Médio. A Jordânia, atual presidente da domo Árabe, vai convidar membros das duas organizações para uma reunião para “debater formas de lidar com as consequências de tal resolução que provocou alarme e preocupação”, declarou a fonte diplomática jordaniana à Reuters. A fonte diplomática, para não ser identificada. declarou: “Isso pode prejudicar todos os esforços para o andamento do processo de paz e tem um alto risco de provocar os países árabes e muçulmanos e comunidades muçulmanas no Ocidente”. A dinastia Hachemita do rei Abdullah é a guardiã dos locais sagrados muçulmanos em Jerusalém, tornando Amã sensível a qualquer mudança de status na disputada cidade. Os palestinos desejam Jerusalém Oriental como a capital do seu futuro Estado, e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação de Israel sobre toda a cidade, que abriga locais sagrados para as religiões judaica, muçulmana e cristã. A Jordânia perdeu Jerusalém Oriental e a Cisjordânia para Israel durante a combate árabe-israelense de 1967 e declara que o destino da cidade só deve ser decidido no final de um acordo final. “É essencial que não sejam tomadas resoluções unilaterais que modifiquem o status quo histórico jerosolimitano como uma cidade ocupada cujo destino precisa ser determinado em negociações finais sobre seu status dentro de um pacote mundial de paz”, adicionou a fonte diplomática jordaniana.

Leer Más

Kim Jong Nam, medio hermano de Kim Jong Un, llevaba antídoto para el veneno que lo asesinó

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Kim Jong-Un Photorealistic-Sketch

El medio hermano del líder de Corea del Norte, Kim Jong Nam, que también llevaba 125.000 en efectivo en el momento de su muerte, mencionó un policía testimonió previamente en la corte, portaba un antídoto en contra del veneno que lo asesinó en el momento de su muerte, comunicaron los medios estatales malagueños. La Corte Suprema de Malasia ha escuchado esta semana que Kim Jong Nam llevaba cuando se ha eliminado a VX supuestamente con agente nervioso en el Aeropuerto Internacional de Kuala Lumpur el 13 de febrero, logro 12 dosis de atropina en su bolso , mencionó la agencia de noticias Bernama. El abogado defensor Hisyam Abdullah también ha confirmado el reporte al medio estadounidense CNN.

Desde el principio del caso, Corea del Sur ha acusado a Corea del Norte de haber orquestado el homicidio, lo que Pyongyang siempre desmintió. Kim Jong-Nam era crítico con el régimen norcoreano y vivía en el exilio.

Leer Más